10 comportamentos ruins para sua carreira

grande homem pequeno
O prepotente recusa todas as críticas e contribuições de terceiros.

Conhecimento técnico não é suficiente para atingir o sucesso. Existem alguns princípios, como a cordialidade, o respeito e a prestatividade, que fazem a diferença em qualquer área de atuação, assim como atitudes que prejudicam até as pessoas mais capacitadas. Muitas vezes, por serem antigos e estarem enraizados no cotidiano, estes traços negativos de personalidade  não são facilmente percebidos, sobretudo em indivíduos mais velhos. Eles costumam estar associados à dificuldade de lidar com o outro, e se não forem rapidamente corrigidos podem afetar de forma permanente a carreira profissional.
Veja quais são esses comportamentos e por que devem ser evitados:
Arrogância – prejudica o trabalho em grupo, pois o prepotente recusa todas as críticas e contribuições de terceiros. Além de não admitir participações, não partilha o conhecimento;


Conformismo – Permanecer na zona de conforto e ignorar oportunidades para desenvolver novas competências empobrece o currículo e afasta promoções;
Desorganização – a falta de prioridades no serviço gera perda de tempo e dificulta a entrega de resultados no prazo estipulado;
Emotividade – complica a tomada de decisões, principalmente em cargos de liderança, nos quais é exigida uma postura imparcial e objetiva;
Fofoca – os boatos afetam a credibilidade. Chefes e colegas pensarão duas vezes antes de confiar uma tarefa a quem distorce os fatos e espalha informações falsas;
homens mulheres fofoca
Os boatos afetam a credibilidade.

Impulsividade – agir sem pensar aumenta as chances de envolvimento em situações de risco, como investimentos sem retorno certo;
Intolerância – interfere nas relações interpessoais e pode levar ao isolamento;
Perfeccionismo – a busca por um padrão constante de excelência acaba atrasando o cumprimento das obrigações;
Rebeldia – toda determinação superior é contestada, provocando indisposição entre membros de uma equipe;
Timidez – o medo de expor opiniões e defender as próprias ideias limita a atuação.
Estes tipos de conduta são nocivos a todas as carreiras profissionais, já que ninguém trabalha sozinho. Durante todo o tempo as pessoas estão em contato com outras que pensam e agem de modo distinto, sejam clientes, fornecedores, líderes ou parceiros. A competitividade do mercado também exige posturas diferentes, pois quem insiste no erro e não muda é facilmente superado por alguém mais jovem, disposto e atento às necessidades do empregador. Por isso, é fundamental saber adaptar-se, reconhecer as atitudes ruins e modificá-las.
Quando há dificuldade de mudar por conta própria, serviços especializados que relacionam coaching e carreira podem ajudar o indivíduo a identificar onde estão as falhas. A análise objetiva do comportamento, através de questionários simples, leva à reflexão e permite propor alternativas para resolver os problemas, contribuindo não só com o crescimento pessoal como para a formação de trabalhadores mais eficientes e engajados.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é sincericídio e como ele pode afetar sua vida

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

Aprenda cinco dicas práticas de como desenvolver o autocontrole

Entenda as diferenças entre eficiência e eficácia

Aprenda a desenvolver o equilíbrio emocional

Aprenda a fazer um planejamento semanal e otimize seus resultados

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.