As Três Virtudes Primárias

Adam Smith, em seu importante livro, A Teoria Moral dos Sentimentos (The Theory of Moral Sentiments), afirma que as pessoas excelentes possuem três virtudes primárias: prudência, justiça e benevolência, exatamente nessa ordem. Cada uma delas é essencial para conviver com outras pessoas e viver plenamente em sociedade.

1ª Virtude: Prudência

Essa virtude, na visão do autor, diz respeito ao hábito de proporcionar o bem para si mesmo, sua família, seus amigos, seus colegas de trabalho e sua empresa. Isso implica pensar de maneira inteligente e honesta sobre quais são as melhores ações que, se realizadas, podem maximizar as suas oportunidades e minimizar os possíveis perigos e ameaças.



//

Ter a prudência como hábito significa analisar, cuidadosamente, todos os investimentos, avaliar sobre o que pode acontecer se você tomar determinadas atitudes e ser inteligente para se proteger contra retrocessos e reviravoltas do destino. As pessoas mais bem-sucedidas são aquelas que são prudentes em todos os seus assuntos pessoais e de negócios.

2ª Virtude: A Justiça é Cega

O segundo hábito que a pessoa deve ter é o senso de justiça. Este se refere ao compromisso com o estabelecimento e a manutenção das leis que protegem a pessoa e a propriedade de cada indivíduo na sociedade. A república americana perdurou por mais de 200 anos, porque foi cuidadosamente estabelecida com base na lei por seus fundadores. Em todos os níveis da nossa sociedade, são elaboradas e estabelecidas leis específicas, que são aplicáveis a todos os cidadãos, independentemente da riqueza ou posição social.

John Rawls, o filósofo de Harvard e autor de “Uma Teoria da Justiça” (A Theory of Justice – Belknap Press, edição revisada, 1999), uma vez fez uma pergunta à classe da qual era professor, que vem sendo repetida diversas vezes ao longo dos anos.

Imagine ter o poder de escrever as leis e criar as normas da sociedade na qual você vive. Lhe foi dado o poder de definir as relações econômicas, sociais e políticas que existem no seu país enquanto você viver.

O seu poder possui apenas uma limitação. Você pode criar toda essa estrutura, mas sem saber em qual família você irá nascer. Não saberá com antecedência com qual condição física irá nascer. Independentemente do sistema de leis e das normas que escolheu, você será obrigado a conviver com eles até o final da sua vida. Que tipo de sociedade você criaria nessa situação?

A resposta a esta pergunta é a essência do conceito de justiça. A estátua da justiça segura a balança em sua mão e está vendada. A verdadeira justiça é, portanto, aplicável a todas as pessoas que vivem sob um determinado sistema, independentemente da sua origem. Quando você faz da justiça uma virtude responsável por organizar o seu próprio caráter, você desejará que, independente do poder que cada parte ostenta, todos sejam tratados com justiça e imparcialidade na resolução de qualquer dificuldade ou disputa.

Utilizar da prudência é essencial para o sucesso pessoal. Ter a justiça como hábito é fundamental para criar uma sociedade na qual uma pessoa tem diversas possibilidades para correr atrás de seus interesses e objetivos. A regra é: não desejar ou exigir de uma pessoa o que não esteja totalmente disposto a aceitar para si mesmo.

3ª Virtude : Benevolência

A terceira qualidade necessária é a benevolência. Esta é uma característica marcante existente em uma pessoa realmente superior. Aristóteles se referiu a essa virtude, como uma das oito essenciais, o da “generosidade”. A maioria das pessoas possui uma estrutura psicológica e emocional que a faz acreditar que a verdadeira felicidade e satisfação só existem quando se está fazendo algo que beneficia outras pessoas.

Quando você doa ou realiza alguma ação generosa aos outros, sendo para um membro da sua família ou para um desconhecido, você se sente mais valioso e mais feliz. Quando oferece sempre os melhores produtos aos seus clientes ou presta um serviço de maneira superior à sua capacidade, você sente não só uma enorme satisfação pessoal, mas também se coloca em um patamar superior aos demais, quando se trata de sucesso pessoal e nos negócios.

Você se lembra do ditado: “Quanto mais você dá de si aos outros esperando retorno, mais coisas boas voltarão para você, por meio das mais inesperadas fontes”.

Utilizar regularmente essas três virtudes: a prudência, justiça e benevolência, geram naturalmente sentimentos e ações de bondade, compaixão e tolerância para com outras pessoas. Você se torna uma pessoa mais aberta e flexível. Desenvolve mais paciência e compreensão. Torna-se menos crítico ou exigente com os outros. Você se torna uma pessoa melhor.

 

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quem leu este post leu também :)

Entenda o que é sincericídio e como ele pode afetar sua vida

Descubra a importância de desenvolver a autoaceitação

Aprenda cinco dicas práticas de como desenvolver o autocontrole

Entenda as diferenças entre eficiência e eficácia

Aprenda a desenvolver o equilíbrio emocional

Aprenda a fazer um planejamento semanal e otimize seus resultados

Materiais Educativos

Como se tornar um Coach de sucesso

Escrito por Villela da Matta, presidente da SBCOACHING, este e-book traz 29 perguntas para alavancar o marketing, as vendas e as estratégias do seu negócio para seu sucesso…

Segredos da Paternidade Positiva

O envolvimento do pai contribui de forma significativa para o crescimento intelectual e mental da criança e a estimula na educação, desenvolvimento de habilidades, interesse etc…

Brian Tracy

Brian Tracy é uma das maiores autoridades em coaching e negócios do mundo: em mais de 30 anos de atuação, passaram por suas palestras e seminários mais de 5 milhões de pessoas. Já atuou como coach e consultor em mais de mil empresas. Autor de dezenas de best-sellers, foi homenageado em 2011 com o Lifetime Achievement Award, concedido pela National Academy of Best Selling Authors. É fundador e CEO da Brian Tracy International, tem uma carreira de sucesso, principalmente nos setores de vendas e marketing, investimentos, desenvolvimento imobiliário, importação, distribuição e consultoria de gestão.

Flora Victória

Flora Victoria é fundadora da Sociedade Brasileira de Coaching, presidente da SBCOACHING Training e Mestre em Psicologia Positiva Aplicada pela University of Pennsylvania. Diretora educacional das empresas do SBCOACHING Group e founding fellow do Institute of Coaching (IOC) – órgão afiliado à Harvard Medical School dedicado ao avanço do coaching, Flora é considerada a maior especialista em psicologia positiva aplicada ao coaching do país. Seu trabalho precursor resultou na criação do primeiro treinamento de positive coaching do Brasil. Pioneira na condução de projetos de pesquisa e comprovação científica do coaching no país, tem contribuído significativamente para consolidar a credibilidade desse processo e estimular seu desenvolvimento no Brasil e no mundo.

Como trainer e master coach, Flora já participou da formação de mais de 45 mil coaches no Brasil. Responsável pelas parcerias internacionais firmadas pela SBCOACHING com instituições globais, Flora tem trazido para o Brasil o que há de melhor e de mais atual no coaching internacional. Flora representa a Sociedade Brasileira de Coaching como membro da Graduate School Alliance for Executive Coaching (GSAEC), instituição especializada no ensino acadêmico do coaching, e da Association for Coaching (AC), credenciadora internacional presente em mais de 50 países.

Escritora de obras que são referência no coaching mundial, Flora é coautora dos livros Personal & Professional Coaching®, Executive & Business Coaching®, Positive Psychology Coaching® e Career Coaching®, entre outros. Em parceria com Brian Tracy e Villela da Matta, escreveu Estratégias Avançadas de Vendas e Engajamento Total. Como parte de sua contribuição para o coaching global, Flora foi convidada a integrar uma equipe internacional cujo objetivo foi discutir e compreender a diversidade do coaching no mundo. Esse trabalho resultou no livro Diversity in Coaching: Working with Gender, Culture, Race and Age, lançado pela Association for Coaching (AC). Como especialista em coaching, negócios, liderança e psicologia positiva, escreve artigos para a Revista SBCOACHING, para a Revista Científica Brasileira de Coaching e para diversos portais.

Com graduações acadêmicas e especializações nas áreas de Governança Corporativa pela Harvard Business School, MBA pela FGV, Marketing pela ESPM e Tecnologia pela USCS, a expert em ciências comportamentais, Flora, aplica seu sólido conhecimento teórico e prático para contribuir com diferentes públicos na conquista de resultados e aumento de realizações.

Com uma experiência organizacional consolidada ao longo de 30 anos, antes de fundar a SBCOACHING Flora foi executiva da Claro e atuou em grandes empresas como Volkswagen, Ford e Bell South, nas áreas de planejamento estratégico, gestão de mudanças, governança corporativa, tecnologia e finanças. À frente da SBCOACHING Training™, dedica-se continuamente a expandir o portfólio de serviços e a elevar cada vez mais a qualidade e a eficácia do coaching.