Posted in:

Apatia: Significado, Sinônimos, Causas, Tratamentos e o Coaching

Você sabe exatamente o que é apatia?
É um sentimento que pode ser difícil de explicar.
Assim como outros, só quem sente de verdade pode descrever em palavras o que ele significa – e, ainda assim, muita gente não se vê capaz de traduzir a real dimensão.
O que se pode afirmar, sem nenhuma dúvida, é que não se trata de uma emoção positiva – bem pelo contrário.
Mais do que isso, sua presença pode acarretar problemas na vida de uma pessoa.
Não é brincadeira, pois se trata de um estado que exige atenção e cuidado. Especialmente, porque não se origina do nada.
Tenha em mente que sempre existe alguma situação que desencadeou o quadro e que, talvez, tenha sido apenas ignorada.
Quer saber mais sobre o assunto e suas complexidades?
Então, aproveite para conferir as informações que reunimos ao longo do artigo.
Boa leitura!

O que é apatia? Significado e conceito

o que significa apatia - definicao
Para compreender o significado de apatia, é importante recorrer à sua origem.
A palavra, que vem do grego, é composta de dois elementos: o prefixo de negação “a” e o termo páthos, que quer dizer emoção.
Logo, em uma tradução livre, poderíamos dizer que apatia é a ausência de emoção, de sentimentos.
Mas não podemos ser simplistas ao ponto de aceitar tão somente essa definição.
O que seria essa “ausência de sentimentos”?
Recorrendo à linguagem popular, é possível dizer, então, uma pessoa apática é alguém com um coração de pedra, fria, que não esboça emoção por nada nem por ninguém?
Seria como um robô, então?
Não, não é nada disso.
Talvez você já tenha até passado por isso, mas apatia tem muito mais a ver com a sensação de que algo está faltando.
Sabe aquele sentimento de um vazio permanente no peito, que parece que não pode ser preenchido de nenhuma maneira?
Não é como se a pessoa não quisesse expressar um sorriso, um gesto de carinho.
Ela simplesmente não consegue, pois não surge como algo natural.
Falta um estímulo para demonstrar qualquer emoção.
Ainda que o termo seja utilizado de maneira corriqueira para definir situações em que uma pessoa não se importa com algo, esse é um sentimento complexo, que pode gerar aflição.

Sinônimos de apatia

sinonimos de apatia
Se você desconhecia o conceito de apatia, talvez esteja mais familiarizado com o significado de outras palavras sinônimas.
Ainda que não retratem com precisão o conceito, elas possuem semelhanças importantes.
É o caso de termos como abatimento, desinteresse, desânimo, inércia, indiferença e indolência.
De todos esses sinônimos, o que talvez mais tenha maior similaridades com apatia seja o termo inércia.
O conceito que está ligado diretamente com a Física – e a chamada Primeira Lei de Newton ajuda a traduzir o sentimento que estamos tentando trazer aqui.
Se você for voltar no tempo, vai lembrar que inércia é a resistência que um corpo oferece à aceleração.
Em outras palavras, é a dificuldade que uma matéria impõe para se mexer.
Ao transpor esse sentido para a linguagem figurada, podemos dizer que a inércia é o estado caracterizado pela ausência de reação, pela falta de energia física ou moral de uma pessoa frente às situações apresentadas.
Diante disso, o que resta a um indivíduo é empurrar os problemas com a barriga e deixar que a vida o leve em velocidade constante, sem apresentar nenhum tipo de mudança.

O que é ser uma pessoa apática?

o que e ser uma pessoas apatica - apatia
Diante de todo o conteúdo desenvolvido até aqui, como você acha que poderíamos definir uma pessoa apática?
Como alguém fria e sem sentimentos? Ou alguém abatido, sem forças para encarar os diferentes acontecimentos que surgirem à sua frente?
Preferimos ficar com a segunda definição.
Como já mencionamos mais acima, uma pessoa que sofre de apatia não é, necessariamente, fria, calculista e sem coração.
Ela até pode estar com dificuldades de expressar suas emoções da maneira correta, mas não significa dizer que se trata de um indivíduo insensível.
Uma pessoa apática é aquela que tem suas avaliações prejudicadas pela ausência de estímulo para a tomada de decisões.
Alguém sem sentimentos é assim por escolha própria, talvez porque se frustrou muito com as pessoas e decidiu não deixar se envolver mais pelas emoções.
Ou porque acredita que essa é uma forma de proteger suas atitudes mais racionais.
Agora, a apatia não é uma opção.
Ninguém é apático porque quer.
Ela é uma circunstância da vida que, como veremos mais para frente, pode ser fruto de problemas emocionais e até mesmo de questões físicas.

Apatia social e a depressão

apatia social e depressao
Mais do que um sentimento angustiante, a apatia pode ser um sintoma de distúrbios mentais como a depressão e a nem tão conhecida distimia.
Para quem nunca ouviu falar, esse é um tipo crônico de depressão.
Mas, ao contrário da sua forma mais comum – que apresenta sintomas mais graves e que pode levar inclusive à morte -, a distimia costuma se manifestar de maneira mais ponderada.
Um distímico, normalmente, continua levando a vida, mas nunca consegue aproveitá-la de forma plena.
Há sempre algo que o impede de se mostrar empolgado e o otimismo definitivamente não é o seu forte.
Essa característica começa a se tornar inerente à vida da pessoa que, com o passar dos anos, já se transformou em um pessimista profissional.
Além disso, é difícil convencer aquele que sofre do problema sobre buscar tratamento.
Afinal, ela acredita que a vida é assim mesmo: uma verdadeira obrigação, por vezes um sacrifício.
No entanto, apesar da resistência inicial, é fundamental persuadir um distímico a procurar ajuda, até mesmo para que o quadro não evolua para uma situação de depressão crônica.
A apatia social é, da mesma forma, um problema muito grave.
Ela se caracteriza pela expansão do grau de abatimento.
O que antes afetava somente as decisões individuais, agora passa a influenciar também a coletividade.
Em outras palavras, é quando uma pessoa acredita que a sua opinião ou atitude não vai fazer a diferença no mundo.
É como você deixar de votar por acreditar que os números que digitar na urna eletrônica não têm importância alguma.
Já imaginou se todo mundo pensasse assim?
Quem sofre de qualquer um desses males que tem a apatia como elemento central costuma reclamar de esgotamento físico e emocional, o que acaba levando a essa espécie de descaso pela vida.

Apatia segundo a Psicologia

apatia segundo a psicologia
Como não poderia deixar de ser, a apatia é motivo de muitos estudos dentro da Psicologia.
A ciência costuma definir esse sentimento como uma condição em que o estado emocional é de indiferença.
Ou seja, é a falta de motivação de uma pessoa perante diferente situações.
Ainda segundo essa área do conhecimento, a apatia também pode ser caracterizada como o nível abaixo da média no que diz respeito às reações afetivas de uma pessoa.
No entanto, especialistas salientam que esse estado emocional nada tem a ver com antipatia – que é caracterizada como a aversão a alguém ou a algo de forma gratuita, espontânea ou irracional.

Sintomas de apatia

sintomas de apatia
É muito comum que os sintomas da apatia sejam confundidos com os da depressão.
O motivo está relacionado a semelhanças entre essas condições anímicas.
Ambas têm no desgaste físico e mental, na falta de energia, no sentimento de inércia e na fraqueza muscular as suas principais características.
Além dessas ocorrências, existem outras que separamos para você.
Elas ajudam a identificar a presença da apatia.
Confira a lista:

É preciso ficar atento a todos esses sinais, especialmente quando vários deles passam a se manifestar ao mesmo tempo.
Lembre-se: buscar ajuda profissional é sempre a melhor escolha diante da dúvida.

O que pode causar apatia? Principais causadores

o que pode causar apatia
Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, pois a causa pode se dar a partir de diferentes fatores.
Talvez tenha relação com o seu estilo de vida, por exemplo.
Horas insuficientes de descanso e sono, repetição da rotina, má alimentação e falta de exercícios físicos podem levar a apatia.
Mas também pode haver questões psicológicas, como transtornos obsessivos, depressão, esquizofrenia e outras fobias.
E até mesmo doenças físicas, vamos chamar dessa forma, podem desencadear um quadro assim.
É o caso da tuberculose, do Parkinson, de problemas de tireóide e da meningite.
Logo, podemos afirmar que a apatia pode ter origem em três grandes grupos: hábitos e rotina, problemas psicológicas e outras doenças.
Como é muito difícil dar conta de todos esses possíveis causadores, para não dizer impossível, a dica é tentar manter uma boa qualidade de vida e ficar atento aos primeiros sintomas que a apatia pode apresentar.

Como vencer a apatia? Melhores tratamentos para apatia

como vencer a apatia
E quando esses sintomas aparecerem, o que fazer?
Bom, aí é hora de arregaçar as mangas e enfrentar o problema de frente o quanto antes.
Confira as dicas que separamos para você encarar esse desafio.

Identifique o motivo da sua apatia

A primeira dica também é a mais difícil de se realizar.
Descobrir a razão pela qual você desenvolveu essa apatia constante, mais do que complicada de se encontrar, pode mexer com feridas antigas e abrir novas.
Mas se você quer mesmo cortar esse mal pela raíz, é preciso investigar a fundo os seus sentimentos e ir em busca de autoconhecimento.
Só assim é possível identificar o real motivo para o seu abatimento.

Resolva os seu problemas

Depois de encontrado esse motivo, é hora de traçar um plano para atacar o problema.
O primeiro passo é se perguntar: como eu posso fazer para vencer essa apatia?
Feito isso, produza uma lista de tudo aquilo que não está agradando você e veja de que forma pode atuar para mudar essa realidade.
Acredite, mesmo mudanças muito pequenas podem fazer toda a diferença.

Mude a sua rotina

Quem sabe o problema maior não possa estar no seu dia a dia maçante?
Da casa do trabalho, do trabalho para casa.
Ninguém aguenta um ritmo desses por muito tempo.
É preciso ter momentos de lazer, de relaxamento, de solitude para refletir sobre a vida.
A quanto tempo você não tira férias?
De repente, agora é a hora de reunir sua família e visitar aquele destino que há anos planejam.
Montanha, praia, fazenda. Não importa.
Sua vida está pedindo um respiro, então, dê isso a ela.

Invista em exercícios físicos e mentais

A transformação da rotina pode se dar também pela inclusão de hábitos mais saudáveis em seu cotidiano.
Manter o corpo e a mente sãos através de exercícios periódicos representa uma boa saída para vencer a apatia.
Musculação, pilates aliado à ioga ou meditação podem ser alternativas factíveis para você.
Mas quem manda é o seu gosto pessoal.
Escolha atividades que sejam do seu agrado.
Caso contrário, serão mais uma obrigação para encarar.

Melhore a sua alimentação

Quando falamos no desenvolvimento de hábitos saudáveis, também está inclusa uma alimentação mais balanceada, rica em nutrientes e com poucas calorias.
Uma profissional da área de saúde pode ajudar você a montar um cardápio ideal, de acordo com as suas reais necessidades.

Relembre momentos felizes

relembre momentos felizes
Puxar pela memória experiências gostosas que você teve no passado também pode ajudar a superar a apatia.
Trazer à tona momentos bons faz lembrar como é ser feliz e quão prazerosa é essa sensação.
Então, olhe fotos do passado ou ligue para um amigo com quem há muito tempo não conversa.
Certamente, essas lembranças vão trazer um sentimento nostálgico positivo.

Desafie a sua apatia

Só que não basta só relembrar: é preciso vivenciar novamente esses prazeres de outrora.
Mostre para a sua apatia que já existiu um mundo seu sem ela – e que esse lugar é muito mais feliz do que o atual.
Retome atividades que eram sinônimo de alegria para você.
Vale hobbies antigos e voltar a lugares que costumava visitar.
Procure encontrar onde a conexão com a felicidade foi perdida e trate de restabelecer esse elo.

Estabeleça novos objetivos de vida

Depois de tudo isso, com as ideias mais assentadas, procure reorganizar a sua mente.
Com os seus valores, crenças e aptidões intactos, planeje sua vida conforme sua nova ordem de prioridades, privilegiando sempre a saúde.
Caso não tenha muitos caminhos a escolher, não desanime, mas decida algo logo.
Afinal, nada precisa ser definitivo e você pode mudar de ideia logo ali na frente.
O fundamental é sair dessa areia movediça em que se meteu.

Procure ajuda

Independentemente de qualquer outra coisa, sempre esteja amparado por profissionais capacitados.
Terapeutas, psicólogos e demais especialistas da saúde são os seus melhores companheiros para o momento.
Não hesite em contar com eles.
O importante é não desanimar.
Fases ruins sempre ocorrem e, geralmente, após esses momentos, a vida costuma dar um descanso.
De qualquer forma, ficamos mais preparados para lidar com os problemas que surgirem pelo caminho.

Como o coaching pode lhe ajudar com relação a apatia?

como o coaching pode lhe ajudar com a apatia
A ajuda de um profissional da saúde é fundamental para se tratar a apatia.
Afinal, é ele que vai oferecer o tratamento correto para auxiliar você a vencer essa dificuldade.
Mas o que você acha de contar com mais um aliado nessa luta?
Quanto mais forças trabalhando juntas, mais fácil de se vencer uma batalha.
Ainda mais quando esse apoio é a metodologia de desenvolvimento humano que mais cresce no mundo.
Estamos falando do coaching, é claro.
Com o suporte de um coach, você vai conseguir encontrar as habilidades necessárias dentro de você para driblar o momento ruim e sair dessa ainda mais forte e vencedor.
É uma excelente forma de desenvolver o autoconhecimento.
Encontrar a respostas dentro de si não só é mais gratificante e recompensador, como também dá a injeção de ânimo ideal para turbinar a sua autoestima e chutar para longe o abatimento e a inércia.
O que você acha de começar agora mesmo e mudar o seu futuro?
Nada de desculpas ou deixar para depois.
Abandone a procrastinação e volte seu foco para uma nova e prazerosa vida.

Como se tornar um coach?

Após entender que o coaching pode ajudá-lo a combater não só a apatia, mas também potencializar o que há de melhor em você, é natural que se encante com esse processo.
Então, que tal oferecer esse e outros inúmeros benefícios da metodologia para mais pessoas?
Sim, você pode se tornar um coach profissional.
Não há nenhum pré-requisito exigido ou obstáculo que se coloque no seu caminho e atrapalhe os seus planos
O primeiro passo é buscar uma instituição confiável de ensino.
A SBCoaching, por exemplo, é certificada internacionalmente e conta com variadas opções de formação.
Só para ter uma ideia, já são mais de 35 mil coaches formados.
Se você ainda está com alguma dúvida, é só entrar em contato. O importante é que esteja seguro da sua escolha e pronto para começar com todo o gás.
Outra dica importante é conversar com profissionais da área que já atuam no mercado para entender um pouco mais da rotina e das perspectivas a longo prazo.
É bem possível que você acabe se surpreendendo, vale adiantar.
E aí, pronto para obter resultados concretos e duradouros para a sua vida pessoal e principalmente profissional?
Não duvide do seu potencial. Dê uma chance a ele.

Conclusão

apatia - conclusao
Neste artigo, conversamos sobre a apatia, seu significado, formas como se manifesta e abordagens possíveis no seu enfrentamento.
Trata-se de um problemas mais comum do que se imagina, mas nem sempre tratado com a devida seriedade.
Por isso, é importante ficar alerta aos sintomas – tanto em você quanto nas pessoas que estão ao seu redor.
Felizmente, essa inércia é uma condição emocional que pode ser trabalhada.
Esse é um processo que, aliás, pode envolver muitas mãos.
Um verdadeiro trabalho de equipe, que tem no coaching um importante aliado.
Agora que você finalizou a leitura, que tal indicar o artigo para os seus amigos? Compartilhe!