Causas da desmotivação no trabalho - desmotivação no trabalho

Não acumule tarefas

A desmotivação profissional é causada por diversos fatores decorrentes da rotina diária de um profissional. O acúmulo de tarefas, obrigações e as cobranças geradas por um mercado cada vez mais competitivo e exigente acabam gerando a tão indesejada desmotivação.

É importante que o indivíduo que visa construir uma carreira de sucesso consiga identificar as causas de sua desmotivação, antes que isto lhe gere problemas. Ao identificá-las, deve procurar meios para resolvê-las e superá-las a fim de recuperar sua motivação e obter melhores resultados, tanto para si quanto para a organização.

Fatores que causam a desmotivação

A desmotivação surge quando algo começa a incomodar o profissional e, muitas vezes, torna-se constante e acaba exercendo influência sobre o seu rendimento, desanimando-o e o tornando improdutivo. As insatisfações variam de acordo com cada indivíduo, têm intensidades diferentes, mas normalmente são oriundas de divergências pessoais ou profissionais.

Entre as principais causas da desmotivação estão salário insatisfatório, local inadequado de trabalho, falta de reconhecimento profissional, demanda de trabalho maior que a estipulada, horário para entrar e não para sair da empresa , gestores autoritários, falta de organização e comunicação ineficiente com os funcionários, entre outras. Estes fatores geram cansaço físico e mental do profissional, ocasionando desgaste emocional e desmotivação na realização dos afazeres e na busca dos objetivos.

seja o melhor

Não deixe a desmotivação atrapalhar sua carreira

Para impedir que a desmotivação faça parte do cotidiano no trabalho, é importante rever alguns conceitos que podem ser aplicados, como a automotivação, a busca do próprio indivíduo de incentivos para prosseguir e não desistir, dessa maneira, transpor os obstáculos que interferem em sua produtividade.

Ter autoconfiança é um excelente ponto de partida para a motivação, dar seu melhor e demonstrar sua competência na execução de tarefas são fatores contribuintes para elevar a autoestima e a satisfação consigo. Planejar a carreira e administrá-la de maneira que a performance seja digna de ser utilizada como referencial, ser otimista e celebrar cada conquista também colaboram para motivar o profissional.

 

Leia mais sobre o assunto no artigo “Quais são os maiores desmotivadores do profissional?“, no Blog SBcoaching