Hoje entramos em dezembro. É comum, ao chegar nesta época, olhar para trás e fazer um balanço das realizações do ano. Mudanças na vida pessoal e profissional significativas aconteceram você realizou suas conquistas? A questão é saber o que fazer quando a resposta for negativa. Deixar para 2011 as realizações que ainda não foram possíveis cumprir em 2010 ou dar o primeiro passo agora, logo ao identificar o problema?

Qual a sua postura diante das mudanças eminentes


A maioria das pessoas deixaria tudo para janeiro. Elas parecem tomadas por uma fascinação em esperar uma troca de calendário para pôr em marcha mudanças que há muito tempo consideram necessárias para suas vidas, como entrar para uma academia, parar de fumar ou mudar de atividade profissional. Não por acaso, a expressão “promessa de fim de ano” torna-se tão corriqueira. Fica a pergunta: por que, então, não começar a dar um passo a frente logo que se sente a necessidade para realizar suas conquistas?

Como o coaching pode ajudar a realizar metas pessoais e profissionais

Nesse ponto, o trabalho de um coach ou o próprio treinamento de coaching faria toda a diferença. O motivo principal é o de que o coach trabalha com metas. Assim, uma vez identificada a necessidade de mudança, seriam estipuladas metas para atingir suas conquistas fossem iniciadas e cumpridas, até o alcance do objetivo inicial do cliente ou aluno.

O processo de coaching também dará à pessoa o autoconhecimento e a autoconfiança necessários para dar o pontapé inicial nas mudanças que deseja rumo à melhoria de sua qualidade de vida. No caso de alguém optar por contratar um coach, encontrará ainda um incentivador que lhe dará apoio e assessoria, estimulando o cliente a alcançar seus objetivos.

Inspire-se nos processos de coaching e modifique a sua vida hoje

Toda essa reflexão segue uma célebre frase da autora britânica Mary Ann Evans. Conhecida por publicar suas obras sob o pseudônimo masculino George Eliot, ela disse que “nunca é tarde demais para ser o que você poderia ter sido”. Portanto, não há porque deixar para depois as transformações necessárias na sua vida.