auto avaliação essencial

A auto-avaliação é um exercício primordial para nós, não só no âmbito profissional, mas principalmente pessoal.

Desde a infância, vamos adquirindo a habilidade de avaliação, seja ela sobre coisas próximas, pessoas ou situações. Passamos por experiências, avaliamos circunstâncias e até mesmo pessoas. Porém, e quando chega o momento em que temos de nos avaliar?

A autoavaliação é um exercício primordial para nós, não só no âmbito profissional, mas principalmente no pessoal. Saber avaliar-se é uma tarefa essencial; porém, pode ser bem difícil, já que o ser humano tem a tendência de não ser tão crítico consigo mesmo.


No treinamento de coaching, a autoavaliação torna-se essencial; pois, ao trabalhar com outras pessoas e saber como potencializar suas capacidades, é necessário, antes, conhecer bem os próprios pontos fracos e fortes.

Autoavaliar-se traz benefícios pessoais, pois você passa a conhecer melhor suas preferências e capacidades e, assim, saberá quais são suas qualidades e defeitos para conseguir trabalhá-los de forma a beneficiá-lo. Essa avaliação também se torna benéfica na área profissional; pois, conhecendo suas habilidades e dificuldades, fica mais fácil saber como agir com base nelas, pontencializar o lado positivo e trabalhar o negativo.

avaliação profissional

Passamos por experiências, avaliamos circunstâncias e até mesmo pessoas, mas, e quando chega aquela parte em que temos que nos avaliar?

Siga as dicas listadas a seguir para fazer a autoavaliação.

Faça uma lista

Procure enumerar quais são seus pontos fracos e fortes, as atividades para as quais você tem mais facilidade e em quais pontos você tem dificuldades.  Pense tanto em tarefas relacionadas à sua casa quanto nas do trabalho e separe-as em dois grupos: profissional e comportamental.

Comece pelos pontos positivos

Ao descobrir suas qualidades, procure maneiras de mantê-las ou aprimorá-las. Por exemplo, se você é bom em uma tarefa, procure uma maneira de executá-la mais rápido ou aplique alguma maneira que possa transformar seu trabalho bom em excelente. A regra também vale para qualidades pessoais; por exemplo, se você é um bom ouvinte, procure usar essa habilidade a seu favor e trabalhe com base nisso, use como um diferencial.

Trabalhe os pontos negativos

Saber suas qualidades é a parte fácil. Agora, concentre-se nos defeitos enumerados em sua lista, descubra o motivo deles e o que você pode fazer para superá-los. Se você tem dificuldades para realizar certas tarefas, procure maneiras alternativas de realizá-las. Contudo, se o defeito for comportamental, a resolução pode ser um pouco mais difícil. Fazer um treinamento de coaching é uma boa maneira de você conhecer suas dificuldades e saber como trabalhá-las para se tornar um profissional mais capacitado.

Ao se conhecer, você será mais capacitado para liderar outras pessoas e se aperfeiçoar diariamente, melhorando seu relacionamento no trabalho, com a família e, principalmente, com você mesmo. Com isso, você notará uma grande evolução em seu desenvolvimento pessoal.