Posted in:

Autorresponsabilidade: o que é, significado e como ter

autoresponsabilidade
Você sabia que a autorresponsabilidade pode te ajudar a lidar melhor com as frustrações da sua vida?

A autorresponsabilidade é uma habilidade extremamente importante. E o melhor: ela pode ser aprendida!

Se você é uma pessoa observadora, já deve ter percebido a tendência que a maioria das pessoas possuem de transferir a culpa.

Essa é uma ação tão comum em nossa sociedade, que a maioria de nós faz isso sem perceber. A verdade é que é muito difícil assumir a responsabilidade por tudo aquilo que acontece conosco, sejam esses acontecimentos positivos ou negativos.

Quer aprender mais sobre como usar o coaching para se desenvolver? Aprenda a estimular sua autoconfiança com esse outro artigo!

Culpar eventos que não estão sob seu controle ou outras pessoas, no entanto, não ajuda. Na maioria das vezes, esse ato não ajuda a amenizar a frustração com o fracasso, nem a melhorar a situação.

Veja alguns exemplos de situações comuns de transferência de culpa:

  • “Eu não teria esquecido sobre esse compromisso se as pessoas não me sobrecarregassem tanto com tarefas!”
  • “Eu chego atrasado com frequência por que moro muito longe, e pego muito trânsito até aqui!.”
  • “Mas se você tivesse enviado uma mensagem me lembrando, eu teria trazido o material.”
  • “Eu não sou explosivo demais, as outras pessoas me provocam!”
  • “Eu teria feito o relatório, mas ninguém me enviou o modelo e instruções.”

Note que, em nenhuma das situações, transferir a culpa solucionou o problema. Enquanto isso, assumir a responsabilidade pelos aspectos da sua vida talvez pudesse surtir um efeito melhor.

A seguir, você encontra tudo o que precisa saber sobre a autorresponsabilidade.

Começaremos explicando do que se trata esse conceito, e então falaremos sobre como você pode aplicá-lo para avançar na carreira e se desenvolver melhor também nos outros setores da vida! continue lendo e confira.

O que é autorresponsabilidade

Autorresponsabilidade é a capacidade de atribuir unicamente para si a responsabilidade sobre aquilo que acontece em sua vida, seja positivo ou negativo.

Essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida, mas que exige treino e dedicação. Estamos muito acostumados a transferir a culpa, em especial quando falhamos de alguma maneira. A verdade é que essa é uma posição cômoda, fácil de ser mantida.

autoresponsabilidade vida

Como tudo que é confortável, no entanto, essa não é uma postura construtiva. Ao transferir a culpa, você sempre estará abrindo mão de algo a mais: de controle.

Quando você pratica a autorresponsabilidade, traz para si o controle sobre os eventos da sua vida. Afinal, se você é o responsável pelas situações, você pode mudar os resultados que está conseguindo através das suas ações.

Sem autorresponsabilidade, será impossível mudar a sua vida.

Afinal, como você pode alterar uma característica se a atribui frequentemente a agentes externos? O primeiro passo para mudar, é entender que as suas ações definem o que acontece na sua vida. Esse controle pertence a você. E isso traz consigo responsabilidades.

Veja as frases do tópico anterior, repensadas:

“Eu não teria esquecido sobre esse compromisso se EU organizasse melhor a distribuição do meu tempo

  • “Eu chego atrasado com frequência por que EU não tenho levado em consideração o tempo que passarei no trânsito.”
  • “Eu teria trazido o material que foi requisitado se EU me organizasse para isso ou fizesse uma anotação para não esquecer.
  • “Eu não seria explosivo demais se EU aprendesse como modular minhas emoções e reações às frustrações do dia a dia.
  • “Eu teria feito o relatório se EU insistisse para que me enviassem os materiais necessários.

Se a responsabilidade é sua, o controle é seu

O primeiro passo para desenvolver a autorresponsabilidade é perceber que, embora você não possa controlar as outras pessoas e nem o seu ambiente, você pode controlar suas ações.

Da mesma forma, você pode não conseguir controlar sentimentos e emoções negativos, como raiva, frustração e desânimo. Mas você pode controlar como reage a eles.

Entender essa possibilidade de controle vai abrir os seus olhos para uma nova perspectiva: Agindo de maneira assertiva, positiva e responsável, você poderá ir muito mais longe.

Isso não é dizer que todos os fatores externos devem ser ignorados. Eles influenciam muito na formação da sua personalidade. No entanto, condições ambientais e as ações de outras pessoas não devem te definir de maneira absoluta: fazer isso cabe apenas a você.

Quer aprender um exercício simples e extremamente eficaz que juntamente com três fundamentos essenciais fará você alcançar maiores resultados em sua vida? Então confira o vídeo abaixo:

Empoderador, porém assustador

Perceber que o controle da sua vida está nas suas mãos pode ser muito motivador. Afinal, você pode mudar os hábitos que não te agradam ou que não são construtivos, superar obstáculos enormes e alcançar os seus sonhos.

No entanto, essa perspectiva também pode ser incrivelmente assustadora.

autoresponsabilidade autocontrole
Assumir responsabilidades significa que você passa a ter controle sobre sua vida.

Quando você adquire essa perspectiva, precisará aprender como lidar com as consequências dos seus atos, com as suas falhas e com seus fracassos. E tudo isso sem perder a autoestima e a confiança em si. Não é uma tarefa pequena.

Apesar de ser difícil, não é impossível. O coaching pode te ajudar nessa jornada, desenvolvendo novas habilidades e recursos, melhorando seu conhecimento de si e te apresentando métodos e ferramentas para lidar melhor com a autorresponsabilidade.

Conheça nossos cursos e comece hoje mesmo essa transformação!

Crescer exige sair da sua zona de conforto. A ação para a mudança nunca é fácil – é muito mais simples transferir a culpa, e o controle, para aquilo que não podemos mudar. No entanto, você deve se perguntar:

“Quero mesmo deixar que a minha vida inteira seja controlada pelas ações dos outros?”

Se você quer tomar as rédeas do seu destino, o primeiro passo é a autorresponsabilidade. Ela pode ser desconfortável, mas é através dela que você se proporciona a oportunidade de mudar sua vida.

auto responsabilidade no trabalho

Cada vez mais empresas procuram pela habilidade de auto responsabilidade nos profissionais que contratam. O motivo é justamente o que estávamos discutindo até agora: pessoas que transferem a culpa não promovem soluções.

As organizações precisam de colaboradores proativos e capazes de solucionar problemas, inovar e entregar resultados. Pessoas que não trabalham para desenvolver a autorresponsabilidade são o exato oposto desse perfil.

auto responsabilidade crescimento
A autorresponsabilidade permitirá que você cresça.

No lugar de contribuições significativas e evolução constante, uma pessoa que não se responsabiliza pelos seus atos causará:

Não é de se espantar que empresários e gestores queiram esse tipo de profissional bem longe de suas empresas.

Enquanto um colaborador com autorresponsabilidade contribui e cresce junto com a organização, aquele que transfere a culpa puxa a equipe toda para baixo.

Autorresponsabilidade para a psicologia

autoresponsabilidade psicologia
A autorresponsabilidade possibilita que todas as áreas da vida funcionem melhor.

Diversas vertentes da psicologia aplicam o desenvolvimento da autorresponsabilidade como ferramenta terapêutica.

Isso porque parte-se do princípio de que ninguém pode realizar as mudanças que você espera na sua vida além de você mesmo. A Psicologia Positiva especialmente, uma das vertentes científicas nas quais o coaching se inspira.

É importantíssimo, em processo terapêutico, apropriar-se do controle e responsabilidade pelos acontecimentos da sua vida.

Sem isso, é impossível abandonar hábitos improdutivos ou adotar uma nova perspectiva. Se você acredita que tudo de ruim que acontece com você é culpa dos outros, como então é possível mudar, sendo que você tem controle, apenas, sobre suas ações?

Autorresponsabilidade x Culpa

A autorresponsabilidade, no entanto, não deve ser confundida com culpa. A proposta não é que você gere ataques e pensamentos negativos sobre as suas ações e hábitos.

É preciso aprender a reconhecer suas falhas e defeitos sem deixar que isso afete sua autoestima e confiança. Para isso, veja algumas dicas que te impedirão de cair nessa armadilha ao desenvolver a autorresponsabilidade:

  • Entenda que é possível mudar. Nada em nossas personalidades e comportamentos está escrito em pedra. Não nascemos de um jeito ou de outro. Habilidades, comportamentos e hábitos podem ser mudados e aprendidos. Basta ter dedicação e encontrar os recursos e métodos corretos para fazê-lo.
  • Entenda que remoer seus erros não te leva a lugar nenhum. Autorresponsabilidade também é saber assumir os erros e seguir em frente. Eles devem ser vistos como aprendizados, e não defeitos fatais. Errar, hora ou outra, é inevitável: A pessoa de sucesso muda e não persiste no erro.
  • Não transforme seus erros em ataques pessoais. Você não é “uma má pessoa”, “inútil” e muito menos “burro” por ter errado. Tire essas palavras do seu vocabulário. É inevitável falhar às vezes. O que define não é a falha, mas como você lida com ela.
  • Não se culpe por acontecimentos ruins. Lembre-se: Você não possui controle sobre as ações de outras pessoas e nem sobre certos acontecimentos. Ter autorresponsabilidade não significa assumir para si a culpa de tudo. Por exemplo, imagine que um colega de trabalho seja abrasivo e ofensivo com você, e isso te cause desconforto no ambiente de trabalho. A culpa disso não é sua. Mas ao invés de se queixar, você pode escolher mudar a forma como você lida com a situação: afastar-se dele, conversar abertamente sobre o desconforto ou até mesmo recorrer aos Recursos Humanos. Isso é auto responsabilidade.

Vantagens da autorresponsabilidade

autoresponsabilidade vantagens
Apesar de difícil, a autorresponsabilidade apresenta muitas vantagens.

Você já deve ter percebido que ser responsável pelos próprios atos não é uma tarefa fácil.

Quando você assume essa posição, não poderá mais arrumar desculpas ou transferir a culpa sem nenhum peso na consciência, como provavelmente faria antes.

Agora que você sabe que é o único responsável pelo que acontece na sua vida, você precisa partir para a ação.

Apesar de ser difícil desenvolver essa habilidade, ela trará muitos benefícios para sua vida pessoal e profissional. Reflita sobre essa frase de Sigmund Freud:

“A maioria das pessoas não quer realmente a liberdade, pois liberdade envolve responsabilidade, e a maioria das pessoas tem medo de responsabilidade.”

Ou seja, a partir do momento que você assume o peso da responsabilidade pelos seus atos, perspectivas e reações, você se torna uma pessoa mais livre.

Isso porque está trazendo para si o controle de tudo que acontece com você. Em outras palavras, você não pode controlar as cartas que recebe, mas pode controlar como as joga.

Entender que você pode construir seu próprio destino, sem se culpar e remoer os erros, vai te trazer vantagens valiosíssimas! Confira algumas:

  • Capacidade de mudar hábitos improdutivos;
  • Autoconhecimento;
  • Desenvolvimento de melhores habilidades sociais;
  • Aumento da inteligência emocional;
  • Diminuição do sofrimento perante a frustrações e falhas;
  • Nova perspectiva mais otimista e construtiva da vida;
  • Redução de conflitos e situações desconfortáveis;
  • Transformação de obstáculos em oportunidades;
  • Fortalecimento da capacidade de resiliência;
  • Melhor imagem profissional;
  • Desenvolvimento de um perfil profissional mais visado pelas empresas;
  • Melhoria da capacidade de liderança e motivação;
  • Maior potencial de crescimento;
  • Maior satisfação perante à conquistas;
  • Preservação da autoestima e confiança em si;
  • Relacionamentos pessoais e profissionais mais harmoniosos e saudáveis.

Autorresponsabilidade e empreendedorismo

A autorresponsabilidade é essencial no empreendedorismo.

auto responsabilidade empreendedorismo

Existem algumas características que são mais do que essenciais para empreendedores. As mais conhecidas são a proatividade, criatividade e não ter medo de correr riscos. Mas você sabia que sem autorresponsabilidade, nenhum empreendimento pode dar certo?

Você pode ter a melhor ideia do mundo: se não tomar as rédeas do seu negócio e assumir responsabilidade pelos erros cometidos durante o caminho, você nunca conseguirá prosperar.

O bom empreendedor sabe que cabe a ele fazer com que o seu negócio decole.

Essa responsabilidade não é de seus colaboradores, de seus clientes ou dos seus fornecedores. A única pessoa para quem isso realmente faz a diferença, o único real interessado é você mesmo. E por isso, é necessário se dedicar.

Assumir responsabilidades é uma característica de todo bom líder. As pessoas que reconhecem seus erros e pontos fracos, além de inspirarem o mesmo em seus liderados, conseguem resultados muito melhores quando tentam corrigi-los.

Para ser empreendedor, você não pode mentir para si mesmo e nem arranjar desculpas para tudo. Tome as rédeas e ao invés de procurar culpados, procure soluções.

Veja alguns exemplos de autorresponsabilidade para empreendedores:

Errado: “Não consigo vendas porque meus funcionários estão desmotivados.”
Certo: “Como eu posso motivar meus funcionários para que as vendas melhorem?”

Errado: “Existe concorrência demais nessa área, não pode dar certo.”
Certo: “Como eu posso diferenciar meu produto ou encontrar um nicho menos explorado?”

Errado: “Meu fornecedor nunca entrega no prazo, é por isso que não consigo crescer!”
Certo: “Por que eu continuo a fazer negócios com alguém que não respeita prazos? Eu preciso encontrar um novo fornecedor!”

Como o coaching ajuda em fortalecer a autorresponsabilidade?

O coaching pode te ajudar nessa e em muitas outras jornadas! Através de métodos cientificamente comprovados, o coaching te auxilia no desenvolvimento e fortalecimento da autorresponsabilidade. Vamos entender como?

A autorresponsabilidade é essencial para que o coaching seja eficiente.

Por isso, um dos focos do processo é o desenvolvimento dessa habilidade. O coaching parte do princípio que apenas você poderá mudar a sua vida.

No entanto, existem muitas formas pelas quais você pode receber ajuda durante essa transformação. O coach não dá conselhos, nem te diz o que deve ser feito. Ele te prepara para se responsabilizar pelo seu destino, tomar as rédeas da vida e encontrar o seu próprio caminho!

auto responsabilidade mudancas
A autorresponsabilidade é o primeiro passo para promover mudanças na sua vida.

Através do autoconhecimento e de exercícios que te ajudam a mudar a perspectiva, é possível dar os primeiros passos nesta importante empreitada.

Além disso, o coaching te ensina a valorizar sua autoestima, a confiar em si mesmo e a aprender com seus erros. Dessa forma, a prática da autorresponsabilidade não precisa ser uma experiência negativa para você.

Ao escolher dar início em um curso de coaching, você não está apenas adquirindo ferramentas para mudar a sua vida. Está se capacitando profissionalmente para inspirar e auxiliar outras pessoas nesse processo!

Conheça agora mesmo nosso curso de Positive Coaching para entender melhor como a perspectiva é o fator mais importante no momento de mudar sua vida!

Conclusão

A autorresponsabilidade não é uma habilidade fácil de desenvolver.

Poucas pessoas estão dispostas a realmente assumir as rédeas de suas vidas e conquistar a verdadeira liberdade.

Mas a partir do momento que você traz a responsabilidade por aquilo que acontece na sua vida para si, adquire o controle necessário para realizar mudanças, avançar e crescer.

Quer aprender mais sobre como você pode melhorar? Confira esses outros posts:

A autorresponsabilidade não significa se culpar excessivamente, assumir erros que não são seus ou remoer suas falhas e fracassos passados. Essas são atitudes negativas que não ajudam no seu desenvolvimento.

A ideia é encontrar onde, ao enfrentar um obstáculo, é possível que a sua ação provoque mudanças. É assumir o seu papel na construção do seu destino e não inventar desculpas para evitar sair da sua zona de conforto.

É possível aprender a ter autorresponsabilidade, sem olhar para tudo de forma negativa.

Aliás, quanto mais otimista for a sua perspectiva sobre seus erros, melhor: eles podem ser utilizados como aprendizados valiosos para garantir que, no futuro, você fará tudo de maneira ainda melhor!

Não se deixe cair no mau hábito de transferir culpa! Responsabilize-se pelos seus atos, aprenda com seus erros e aja em prol da mudança. Isso vai garantir que você esteja sempre em evolução!

E você, o que faz para desenvolver a autorresponsabilidade? Compartilhe conosco nos comentários e aproveite para perguntar se ficou com alguma dúvida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *