Como Abrir Seu Próprio Negócio

“Hoje, as forças primárias que guiam o poder de inovação em toda a América estão nos pequenos e médios negócios.” (Tom Peters – Autor financeiro) / Fonte: http://learnforeverblog.blogspot.com

Em toda a história da economia americana nunca houve tantas pessoas investindo em diferentes tipos de negócio. Somente no ano passado, foram constituídos mais de 820.000 novos negócios e mais de 1.500.000 empresas individuais foram formadas. Mais de um milhão de parcerias foram fechadas.

Qualquer pessoa pode abrir seu próprio negócio

Em tempos de expansão econômica, em todas as áreas, aumentam as facilidades e as possibilidades para se construir o próprio negócio e se tornar mais bem-sucedido do que nunca. A boa notícia é que qualquer pessoa, independentemente de seu antecedente ou limitação pessoal, pode começar e edificar uma empresa de sucesso. E você também pode.

Coragem é uma qualidade importante ao empreendedor 

A qualidade mais importante que uma pessoa deve ter ao começar qualquer negócio bem-sucedido é coragem. Como a nave espacial Enterprise, é preciso ter coragem de ir para onde ninguém jamais foi. Não importa quantas organizações existem, quando você embarca no seu primeiro negócio, se sente como se fosse o primeiro a pensar e executar aquela atividade. E, fazendo à sua maneira, você realmente é.

Foco é essencial para obter sucesso com seu empreendimento

Um casal vietnamita aterrissou nos Estados Unidos há alguns anos, sem dinheiro algum. A única pessoa que eles conheciam no país era um primo, que possuía uma pequena padaria em Houston. Esse primo os buscou no aeroporto e os levou para trabalhar em cargos que recebiam o equivalente a um salário mínimo em sua padaria. Como este primo já estava com uma idade avançada, ele disse ao casal que, se eles conseguissem U$30.000, venderia a padaria para eles. Esse negócio tornou-se o objetivo dos dois.

Como Abrir Seu Próprio Negócio

Para um novo negócio, carreira ou profissão é preciso determinação e atitude.

Eles viveram no fundo da padaria, dormindo em sacos de farinha e com seus dois filhos estudando em colégios públicos. Eles acordavam às 3 horas da manhã e trabalhavam de 14 a 15 horas por dia. Durante cinco anos, eles ganharam U$8.000 por ano. Descontadas as taxas locais, conseguiram economizar U$6.000 por ano, até que juntaram os U$30.000 para comprar a padaria.

Hoje, eles são donos de uma rede de padarias, vivem em uma bonita casa, seus filhos estão em excelentes universidades e possuem sua independência financeira.

Como abrir seu próprio negócio:
Parte 1 | Parte 2