Posted in:

Cálculo do Salário Líquido: Passo a Passo Guia Completo

Entender o cálculo do salário líquido é essencial para quem deseja assumir o controle da sua vida financeira.
A princípio, pode parecer complicado separar o que é bruto e o que é líquido, especialmente diante dos percentuais de desconto e dos benefícios que precisam ser somados.
Mas essa tarefa é mais simples do que parece.
Basta um pouco de atenção e dedicação para entender a equação e começar a aplicá-la na vida real.
Neste artigo, você vai entender, na prática, a diferença entre salário bruto e salário líquido.
Vai conhecer os descontos que incidem sobre os rendimentos e a forma de encará-los mês a mês.
Vai compreender o cálculo do salário líquido a partir de exemplos práticos e também de um passo a passo para não errar.
Ao fim, ainda vai descobrir por que entender esses conceitos na prática é importante para a sua vida financeira.
Vamos lá?

O que é o salário bruto

calculo salario liquido o que e bruto
O salário bruto é o valor do salário quando não são considerados os descontos obrigatórios por lei.
Para entender melhor, é preciso compreender a origem das relações entre empregados e empregadores.
No Brasil, a contratação de funcionários no meio formal precisa seguir os princípios da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT).
Uma das especificações da CLT é a concepção da Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).
Esse documento é obrigatório para qualquer pessoa que deseje prestar algum tipo de serviço, seja na indústria, na agricultura, no comércio ou mesmo em residências.
Quando empregador e empregado chegam a um acordo sobre a remuneração mensal do empregado, esse salário é especificado na carteira de trabalho.
O valor que consta na carteira de trabalho é chamado de salário bruto ou de salário base.
Esse valor vai ser a base de cálculo para o salário líquido.
Portanto, sempre que lhe perguntarem qual é o valor do seu salário bruto, lembre-se de mencionar o valor que está na carteira de trabalho.

O que é o salário líquido

calculo salario liquido o que e
O salário líquido é o valor depositado na sua conta corrente todos os meses.
Esse valor é obtido por meio do valor do salário bruto, com a subtração dos descontos obrigatórios em lei.
Por isso, o valor do salário líquido, que cai na sua conta, sempre será menor que o valor do salário bruto, que está na carteira de trabalho.
Os principais descontos são o desconto do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e do Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF).
Eles são obrigatórios para qualquer salário regido pela CLT.
Em alguns casos, também há o desconto do vale-transporte e da coparticipação do plano de saúde, além da contribuição sindical.
Esses descontos variam conforme o valor do salário.
Conforme veremos a seguir, quanto maior for a base salarial, maior será a carga tributária sobre o salário bruto.

O que é o INSS e seus valores

calculo salario liquido o que e INSS seus valores
O INSS é o valor descontado do salário bruto do trabalhador todos os meses para financiar benefícios previdenciários.
Os benefícios previdenciários são a aposentadoria, a pensão por morte, o auxílio-doença e o salário-maternidade, para ficar apenas com alguns exemplos.
A alíquota do desconto é calculada sobre o salário bruto (aquele que está anotado na carteira) e varia de 8% a 11%.
Para salários acima de R$ 5.645,80, o desconto fica limitado a R$ 621,04.
Confira a tabela:

  • Salário bruto até R$ 1.693,72: o desconto mensal será de 8%
  • Salário bruto entre R$ 1.693,73 e R$ 2.822,90: o desconto será de 9%
  • Salário bruto entre R$ 2.822,90 e R$ 5.645,80: o desconto será de 11%
  • Salário bruto acima de R$ 5.645,80: o desconto será fixo de R$ 621,04.

Digamos, por exemplo, que você tenha um salário bruto de R$ 1.024. Nesse caso, o desconto do INSS será de 8%, o que representa R$ 81,92.
Portanto, depois de descontado o INSS, o valor do salário será de R$ 942,08.
Agora imagine que o seu salário é de R$ 7.560.
O desconto do INSS para essa faixa de salário está fixo em R$ 621,04.
Portanto, o salário, descontado o INSS, será de R$ 6938,96.

O que é o IRRF e seus valores

calculo salario liquido o que e IRRF seus valores
O IRRF é uma antecipação do pagamento Imposto de Renda cobrado pela Receita Federal dos trabalhadores com carteira assinada.
Assim como o INSS, o desconto do IRRF é obrigatório e é feito mensalmente.
Se não houver retenção ou recolhimento do IRRF pela fonte pagadora, será contraída uma dívida, que consiste no valor do imposto, somado à multa de ofício e aos juros de mora.
A exemplo do INSS, o IRRF também varia de acordo com a faixa salarial.
A diferença em relação ao INSS é a base de cálculo.
O IRRF é calculado sobre o valor do salário bruto, subtraído o desconto do INSS.
Outra diferença importante é a isenção.
São isentos de imposto de renda os salários de até R$ 1.903,98.
Acima desse valor, a alíquota varia de 7,5% a 27,5% sobre a base de cálculo.
O cálculo se torna um pouco mais complexo porque a Receita Federal estabelece uma parcela a reduzir do imposto após o cálculo (portanto o valor deve ser acrescido ao salário), que varia de R$ 142,80 a R$ 869,36.
Confira a tabela:

  • Salário até 1.903,98: isento do IRRF
  • Salário entre 1.903,98 e 2.826,65: valor da alíquota de 7,5% e a valor a deduzir de de R$ 142,80
  • Salário entre 2.826,65 e 3.751,05: valor da alíquota de 15% e valor a deduzir de R$ 354,80
  • Salário bruto entre 3.751,05 e 4.664,68: valor da alíquota de 22,5% e valor a deduzir de R$ 636,13;
  • Salário bruto acima de 4.664,68: valor da alíquota de 27,5% e valor a deduzir de R$ 869,36.

Considere, por exemplo, que você tem um salário registrado na carteira de R$ 2.000.
Depois de descontar o valor do INSS, de 9%, sobrará o valor de R$ 1.820,00.
Conforme a tabela acima, esse valor fica isento do IRRF, portanto não haverá outras deduções obrigatórias por lei.
Agora suponha que o seu salário bruto seja de R$ 2.500. Depois da dedução de 9% do INSS, que representam R$ 225,00, o salário será de R$ 2.275,00.
Conforme a tabela acima, o valor da alíquota do IRRF nesse caso é de 7,5%, o que representa R$ 170,62. Porém, é preciso deduzir R$ 142,80 desse valor, o que resultará em R$ 27,82. Esse será efetivamente o IRRF.
Portanto, ao fim do cálculo do INSS, você terá em mãos R$ 2.247,17.
Para ficar ainda mais claro, o cálculo para se chegar a esse valor foi:

  • 2.500 (salário bruto) – 9% (INSS) = 2.275
  • 2.275 – 7,5% (IRRF) = 2.104,37
  • 2.104,37 + 142,80 (valor a deduzir do desconto do IRRF) = R$ 2.247,17.

Esse será o valor do salário líquido que cairá na sua conta..

Como calcular o salário líquido passo a passo

calculo salario liquido como calcular passo
Agora que você já sabe a diferença entre salário bruto e salário líquido e conhece os descontos obrigatórios em lei, vamos elaborar um passo a passo simplificado para fazer o cálculo do salário líquido.

1. Tenha o valor do salário bruto

Como você já sabe, o valor do salário bruto, que está anotado na carteira de trabalho, é o ponto de partida para o cálculo do salário líquido.
Portanto, o primeiro passo é ter esse valor em mente.

2. Reduza o desconto do INSS

Com o salário bruto em mãos, você precisa identificar a faixa de desconto do INSS, conforme mostramos na tabela, e reduzir o percentual do valor do salário bruto. O desconto do INSS varia de 8% a 11%.

3. Reduza o desconto do IRRF

Tendo em mãos o valor do salário bruto com a dedução do INSS já realizada, é hora de calcular o segundo desconto obrigatório por lei, o IRRF.
Valores até R$ 1.903,98 são isentos do IRRF. A partir daí, o desconto varia de 7,5% a 27,5%, conforme a tabela explicada acima.

4. Reduza outros descontos acertados com a empresa

Além do INSS e do IRRF, a empresa e o empregado podem ter acertado outros descontos sobre o valor do salário bruto, como a coparticipação em plano de saúde, o desconto do vale-transporte e a contribuição sindical.
Esses valores variam bastante de acordo com a profissão e as convenções trabalhistas de cada classe.

5. Some as vantagens e benefícios

Finalmente, para chegar ao valor do salário líquido, ainda é necessário acrescentar possíveis vantagens e benefícios específicos à profissão, como adicionais de insalubridade ou periculosidade em %, valores gerados em comissões e valor das horas extras.

Exemplos práticos do cálculo do salário líquido

calculo salario liquido exemplos
Vamos abordar três exemplos prático do cálculo do salário líquido para você entender como funciona.

Salário bruto de R$ 1300

Considere, por exemplo, um auxiliar de serviços gerais que possui um salário bruto de R$ 1300.
Conforme explicamos acima, o primeiro passo é descontar o INSS. Nesse caso, o percentual do INSS é de 8%, o que significa R$ 104,00, sobrando R$ 1.196,00.
Para essa faixa, há isenção do IRRF, então, não há dedução.
Considere, agora, que esse funcionário é descontado em 6% do salário bruto por conta do vale-transporte, que custa R$ 100.
Esses 6% do salário bruto é o valor máximo que as empresas podem descontar de acordo com a legislação. 6% de R$ 1300 são R$ 78, portanto sobrará R$ 1.118,00 (1.196,00-78,00).

Salário bruto de R$ 3.500

Agora vamos supor que um técnico em edificações possui um salário bruto de R$ 3.500.
O desconto do INSS será de 11%, o que representa R$ 385,00.
Teremos, portanto, R$ 3.115,00.
Para esse valor, o IRRF devido é de 15%, o que significaria R$ 467,25. Nessa faixa, porém, é necessário deduzir R$ 354,80 do imposto devido, o que vai resultar em R$ 112,45.
Reduzindo, portanto, R$ 112,45 de R$ 3.115,00, chega-se a R$ 3.002,55.
Considerando, ainda, um vale-transporte de R$ 100, não haveria redução de 6% do salário bruto para o vale transporte, porque 6% de 3.500 são R$ 210.
Nesse caso, a empresa pode reduzir apenas R$ 100, o que resultaria em R$ 2.902,55.

Benefícios do coaching Financeiro

calculo salario liquido beneficios coaching financeiro
Entender em detalhes como funciona o cálculo do salário líquido é o primeiro passo para quem deseja assumir o controle sobre a própria vida financeira.
Isso porque, se você não souber como calcular o salário que vai cair na sua conta no início do mês, fica difícil se planejar para economizar, investir e gastar o dinheiro.
Se você está interessado nesse assunto, é bem provável que esteja procurando por maneiras de crescer financeiramente.
É justamente isso que faz o coaching financeiro.
Voltado ao aperfeiçoamento de uma pessoa ou um grupo de pessoas, o coaching usa técnicas comprovadas cientificamente para aproveitar ao máximo o potencial e impulsionar os resultados.
O coaching financeiro trabalha diretamente com as finanças, resolvendo questões como excesso de contas a pagar, salário insuficiente ou dificuldade em economizar.
Os benefícios de adotar o coaching financeiro são vários.
Para exemplificar, vamos elencar alguns benefícios a seguir, com base em um levantamento realizado pelo Financial Mentor, uma empresa fundada pelo especialista financeiro Todd R. Tresidder, autor de diversos livros focados em educação financeira.

Plano personalizado

O primeiro benefício está relacionado à natureza de um processo de coaching financeiro.
Ao aderir, você será submetido a uma análise completa por parte de um especialista, que será capaz de montar um plano de ação personalizado para você.
Em vez de uma receita pronta na internet, você terá acesso a um plano personalizado para as suas necessidades, de acordo com a sua vida financeira e as suas dificuldades.

Resultados consistentes

O acompanhamento regular por parte do coach financeiro permite que você obtenha resultados consistentes, deixando de lado a procrastinação, a preguiça e a desatenção.
Com um coach financeiro, você se sentirá motivado a executar as mudanças propostas, e começará a ficar cada vez mais satisfeito à medida que os resultados aparecerem.
Com foco e direcionamento, você obtém resultados que não obteria de outra maneira.

Redução de erros financeiros

calculo salario liquido reducao erros financeiros
Como a educação financeira não faz parte da grade curricular das escolas brasileiras, é bem provável que você só tenha começado a se inteirar desse assunto quando já estava trabalhando.
Por ignorância ou desconhecimento, cometemos muitos erros financeiros que poderiam ser evitados com o auxílio de um profissional.
Pagar apenas uma parte da fatura do cartão de crédito, mesmo tendo dinheiro disponível, por exemplo, é uma opção de muitos brasileiros, mas gera uma ilusão de benefício com o adiamento do pagamento, porque, ao final, os juros cobrados pela instituição financeira tornarão o custo do crédito muito mais alto.
Esses erros financeiros ocorrem a todo o momento e em diferentes níveis, principalmente quando o assunto é investimento e surgem as diversas variáveis de cada aplicação.
Com o coaching financeiro, os erros tendem a zero.

Descoberta de alternativas criativas

Além de eliminar erros, o coaching financeiro, por sua experiência no assunto, é capaz de encontrar soluções criativas para os seus problemas, quando você achava que não havia mais opção.
Uma solução criativa para quem deseja comprar um apartamento, por exemplo, é morar de aluguel por alguns anos e investir o valor que pagaria em um prestação de financiamento.
Dependendo de cada caso, é possível comprar o apartamento à vista com os resultados do investimento antes do prazo que seria necessário para quitar o financiamento.
O coach financeiro é o profissional ideal para orientá-lo nessa e em outras situações.

Patrimônio crescendo em primeiro lugar

Um dos principais problemas de quem adere ao coaching financeiro é a dificuldade em economizar para fazer o patrimônio crescer.
Com a ajuda do coach, você passará a “se pagar primeiro”.
Assim, antes de pagar as contas, separar dinheiro para o mês ou projetar os gastos, você “se pagará”, por meio do investimento em uma aplicação, ou mesmo na poupança.
Esse hábito de fazer o patrimônio crescer em primeiro lugar é um dos mais recomendados por especialistas financeiros, e tende a provocar uma mudança substancial na maneira como você lida com o dinheiro.

Como se tornar um coach

calculo salario liquido como se tornar coach
Você está à procura de uma nova atividade profissional e acredita ser capaz de impulsionar o desempenho de outras pessoas e empresas, seja na vida financeira, profissional ou pessoal?
Se a resposta for sim, vale a pena considerar a possibilidade de se tornar um coach, uma das profissões que mais cresce nos últimos anos.
Mesmo com a crise econômica provocada pela maior recessão da história recente do país, que culminou em aumento do desemprego, a área do coaching não parou de crescer.
Dados da International Coach Federation (ICF) mostram que, nos últimos quatro anos, o coaching cresceu mais de 300% no Brasil.
Na SBCoaching, o interesse treinamentos para formar novos coaches cresceu 65% nesse período.
Promissor, não é mesmo?
Mas antes de tomar a decisão de se tornar um coach, é necessário buscar o máximo de informações a respeito.
Pesquise em publicações de referência, leia depoimentos de quem trabalha na área e ouça profissionais que estão há tempo no mercado.
Dessa maneira, você vai entender como funciona a rotina de um coach na prática.
Tomada a decisão, é hora de buscar conhecimento para exercer essa função.
Como você sabe, o processo de coaching é uma ciência.
Trata-se de um treinamento baseado em procedimentos comprovados pela ciência.
Assim, a única maneira de se tornar um coach profissional é investir tempo e dinheiro em cursos especializados.
Ao passar por esses cursos, você finalmente estará apto a exercer a profissão – e atender os primeiros clientes.

Formação em coaching SBCoaching

Uma das maiores referências em coaching no Brasil, a Sociedade Brasileira de Coaching (SBCoaching) também é uma das maiores empresas de coaching do mundo.
Com expertise comprovada na área, a organização oferece várias opções de cursos para quem tem interesse em se tornar um coach
O primeiro passo para é cursar o Personal & Professional Coaching.
Nesse curso especializado de coaching, você conhecerá toda base teórica do comportamento humano.
Durante o estudo, você vai aprender por que fazemos o que fazemos e como é possível implementar técnicas de evolução de performance.
Esse treinamento é recomendado porque o conteúdo é bastante abrangente.
O curso possui uma formação básica tanto para o coach que pretende simplesmente ajudar na evolução pessoal dos clientes como para o profissional que deseja se especializar na área profissional ou de negócios.
Ao concluir esse curso, você estará apto a se especializar em alguma das áreas do coaching.
A SBCoaching, por exemplo, tem opções de cursos de Executive Coaching, Career Coaching, Positive Coaching, Mentoring Coaching, Master in Coaching e MBA em Coaching.
Ninguém fica sem opção para se especializar.
Cabe a você tomar a decisão de evoluir e dar o primeiro passo rumo à transformação em um coach profissional.

Conclusão

calculo salario liquido conclusao
Se você chegou até aqui, é porque tem bastante interesse não apenas no cálculo do salário líquido, mas também na sua vida financeira e nas possibilidades que o coaching oferece.
Agora, você já sabe como calcular o salário líquido na prática e entende o que são os descontos do INSS e do IRRF.
Também sabe diferenciar o salário líquido do salário bruto, e sabe explicar a base de cálculo para quem ainda não conhece o sistema.
Neste artigo, você também entendeu os benefícios do coaching financeiro e descobriu como se tornar um coach.
Agora, a decisão só depende de você.
Não importa se você quer aderir ao coach financeiro ou se transformar em um coach: tomar a decisão é a primeira etapa para alcançar os seus objetivos.
Recomendamos que você busque o máximo de informações para consolidar essa decisão e nos colocamos à disposição para ajudar no que for necessário.
Gostou das dicas deste artigo?
Deixe um comentário.