entrevista de emprego

Dicas de como entrevistar candidatos

O sucesso de uma empresa depende, principalmente, da performance dos colaboradores. Por isso, selecionar os profissionais mais adequados para cada função é um passo fundamental na busca por uma maior vantagem competitiva no mercado.

Para que as escolhas sejam as mais acertadas, o processo de recrutamento precisa ser rigoroso e bem planejado. O profissional de RH, responsável pela seleção, deve estar bem preparado para a tarefa. É necessário saber qual o perfil de candidato desejado e os requisitos fundamentais para o exercício do cargo que será preenchido. Assim, a chance de contratar um indivíduo qualificado aumenta.

Existem diversas maneiras de realizar esse processo seletivo. A mais comum é a entrevista presencial, realizada normalmente por um gestor da empresa. Todavia, a seleção também pode ser feita em grupo ou por psicólogos. Cabe aos responsáveis pela organização decidir qual a melhor opção.

As atitudes do profissional entrevistado devem ser muito bem observadas. Postura, cortesia, confiança, otimismo, bom vocabulário e a maneira de expressar suas ideias são fatores que fazem a diferença na hora de escolher um novo colaborador. Mas como entrevistar candidatos de forma eficiente? A primeira dica é evitar perguntas cuja resposta possa ser apenas “sim” ou “não”. Prefira questionamentos que exijam uma boa argumentação. Desse modo fica mais fácil avaliar a desenvoltura do candidato.

entrevista de candidato

As atitudes do profissional entrevistado devem ser muito bem observadas. Postura, cortesia, confiança, otimismo, bom vocabulário e a maneira de expressar suas ideias

O ideal é que exista um roteiro para este momento. Convém começar pela trajetória pessoal, escolar e profissional. Com essas informações, é possível perceber eventuais lacunas e incoerências entre discurso e currículo. Vale ressaltar que o entrevistador precisa estar atento para perceber tais detalhes. Perguntar sobre as experiências do candidato nas empresas em que ele já atuou contribui para levantar dados úteis a respeito da postura do indivíduo em relação ao trabalho em equipe.

Propor a resolução de situações fictícias, que podem acontecer durante o desempenho da função, é uma excelente forma de analisar o potencial, o nível de conhecimento e a habilidade do candidato no momento de tomar decisões e solucionar problemas.

O processo de coaching ajuda a identificar o perfil de cada profissional e aproveitá-lo da melhor maneira. Por isso, é uma excelente ferramenta para preparar gestores e profissionais de recursos humanos, responsáveis pelo recrutamento de talentos. Utilizando as técnicas assimiladas com o método, é possível fazer um mapeamento comportamental do candidato. Dessa forma, o entrevistador consegue traçar o perfil do candidato, identificando suas principais características, motivações e dificuldades. Com estes dados em mãos, fica mais simples escolher o profissional ideal.