trabalhadores de ti

Diferente de outros campos de atuação, é muito comum ver trabalhadores da área de TI estarem empregados mesmo sem ter um diploma de curso superior

O acelerado progresso tecnológico dos últimos anos ocasionou benefícios para milhões de indivíduos e empresas ao redor do mundo. É impossível não perceber as vantagens de utilizá-lo a favor do conforto das pessoas e da eficiência dos negócios. Os técnicos e especialistas da área de Tecnologia da Informação são os responsáveis por garantir que numerosos serviços funcionem e se aprimorem. Como a tecnologia está presente em praticamente todos os setores, há grande demanda por colaboradores qualificados em TI e, em consequência, constante aumento do patamar salarial. Neste cenário, essa é uma das carreiras profissionais mais promissoras da atualidade.

Diferencial da carreira

Diferente de outros campos de atuação, é muito comum ver trabalhadores da área de TI estarem empregados mesmo sem ter um diploma de curso superior. Contudo, chegará um momento em que eles não conseguirão mais crescer caso não possuam, no mínimo, uma graduação. Por isso, os anos na universidade são o primeiro passo para um futuro mais próspero e sem limites para o desenvolvimento da trajetória laboral.

Hoje, o mundo corporativo vê a faculdade apenas como o ponto de partida para se entrar no mercado de trabalho. Muitas empresas já exigem candidatos com pós-graduação, MBA ou outro tipo de especialização. Assim, estudar, capacitar-se e fazer um planejamento da carreira profissional é fundamental para qualquer pessoa que deseja alcançar o sucesso.

tecnologia nas mãos

O universo corporativo tem inúmeras vagas abertas para profissionais de TI, pois a necessidade só cresce e não há tantas pessoas qualificadas para ocupar todos os postos

Tão importantes quanto a habilidade com idiomas, a exemplo do inglês, são as certificações, que se tornaram um dos alicerces da empregabilidade. No passado, as companhias tinham dúvidas sobre como mensurar o conhecimento técnico na hora das contratações. Os certificados oficiais surgiram para assegurar a proficiência do aspirante à vaga e viraram pré-requisito em boa parte das seleções.

A aptidão na língua inglesa permite que o indivíduo consiga fazer algumas das mais respeitadas provas de certificação, como a da Cisco – multinacional norte-americana inclinada ao setor de redes – ou a da Microsoft. Os exames estão disponíveis exclusivamente neste idioma, impedindo que alguém que não tenha tal conhecimento seja aprovado.

O universo corporativo tem inúmeras vagas abertas para profissionais de TI, pois a necessidade só cresce e não há tantas pessoas qualificadas para ocupar todos os postos. No momento da contratação, as organizações buscam candidatos completos, que tenham pós-graduação, certificados, domínio de algumas línguas e experiência. Unindo essas condições, aumentam as oportunidades de se destacar e ter um futuro brilhante num mercado tão competitivo como o de hoje.