O Feedback é uma ferramenta valiosa e eficaz para auxiliar o crescimento pessoal e profissional.

Confira os tipos de Feedback:





Positivo

Tem como objetivo reforçar um bom comportamento e estimular a sua repetição.

Corretivo

Sua meta é modificar uma conduta por meio de um discurso claro e justo, que ressalte as falhas sem ofender a pessoa.

Ofensivo

É caracterizado por uma fala desencorajadora, realça os pontos negativos e não propicia mudanças.

Sanduíche

Envolve 3 fases: destaque dos pontos positivos, apresentação dos aspectos a serem melhorados e conclusão com palavras de encorajamento.

Veja o infográfico exclusivo da SBCoaching

 

Infográfico Feedback

Copie e cole o código abaixo no seu site ou blog para inserir o infográfico acima:

<a href="http://www.sbcoaching.com.br/blog/carreira/feedback-ferramenta-eficaz-evolucao-pessoal-profissional/"><img src="http://www.sbcoaching.com.br/blog/wp-content/uploads/2013/09/Infografico-Feedback.jpg" alt="Infográfico Feedback" title="FeedBack - Ferramenta Eficaz Para a Evolução Pessoal e Profissional" /></a>

<p>Infográfico: <a href="http://www.sbcoaching.com.br/blog/carreira/feedback-ferramenta-eficaz-evolucao-pessoal-profissional/">Confira o infográfico sobre Feedback</a> | <a href="http://www.sbcoaching.com.br">Sociedade Brasileira de Coaching</a>.</p>

 

O que funciona e o que não funciona

Funciona

  • Visar à solução dos problemas e ao aprimoramento das habilidades.
  • Fazer a pessoa sentir-se compreendida e motivada a agir.
  • Esclarecer os pontos que merecem atenção e estimular a busca de melhorias.
  • Encorajar, focar no aprendizado, criar confiança e incentivar a cooperação.
  • Aumentar a autoconfiança de quem está recebendo o feedback.

Não Funciona

  • Fazer o outro duvidar da própria capacidade e sentir-se sem saída.
  • Reclamar mais que esclarecer o problema.
  • Minar a autoconfiança e a motivação do colaborador.
  • Ressaltar apenas as fraquezas e ignorar os pontos fortes.
  • Enfatizar a culpa e criar satisfações de confronto e de insegurança.

 

Como dar e receber feedback

Dar

  1. No início da conversa, destaque as qualidades do ouvinte isso ajuda a quebrar a resistência.
  2. Ressalte o que precisa ser melhorado. O foco deve ser o comportamento a ser mudado, e não a identidade da pessoa.
  3. Faça um discurso equilibrado, abordando pontos positivos e negativos. Assim, o interlocutor mantém uma boa autoestima ao receber críticas.
  4. Escute o que o outro tem a dizer para que ele se sinta confortável em expor dúvidas e dificuldades.
  5. Discuta as mudanças que podem ser adotadas, oriente nas tarefas e, junto com o funcionário, crie um plano para atingir os objetivos.

Receber

  1. Antes de receber o feedback, faça uma autoavaliação refletindo sobre o seu comportamento atual.
  2. Demonstre interesse pelo que o avaliador tem a dizer, mesmo que discorde. Lembre-se de que essa é uma oportunidade de crescimento.
  3. Se tiver dúvidas, questione. Tenha uma conduta proativa, buscando detalhes, fatos e exemplos para entender melhor os pontos destacados.
  4. Evite os mecanismos de defesa e aceite as críticas para que haja uma melhoria em seu desempenho.
  5. Aproveite dicas para traçar novas metas e mantenha o foco em resultados práticos e concretos.
  6. Peça novos feedbacks à medida que quiser verificar a eficácia de sua performance.

 

Follow-up e Acompanhamento

Também chamado de acompanhamento, é uma ferramenta utilizada para monitorar a realização de tarefas e os resultados obtidos com o Feedback.

Deve ser realizado num período de tempo curto o suficiente para intervir em possíveis riscos e longo o bastante para garantir a confiança do funcionário.

Durante a conversa, prefira pergunta abertas, como “Por quê?” e “Como?”, que exigem mais reflexão e estimulam o colaborador a dar respostas conclusivas.

Questione o interlocutor de modo claro, a fim de verificar tarefas, gerar aprendizados e conferir sua evolução.

Caso o processo não ocorra como previsto, volte a aplicar as técnicas de feedback até alcançar os resultados desejados.