Corrida vencedor

Acredite sempre em si mesmo para alcançar objetivos.

Ter estabilidade financeira e realização profissional parece ser um desejo unânime na sociedade moderna. No entanto conseguir um emprego muitas vezes é uma tarefa difícil, tanto para aqueles que deixaram o mercado de trabalho há pouco tempo quanto para os que nunca fizeram parte dele. Embora seja fundamental, ter uma boa qualificação nem sempre é o bastante. É preciso que as pessoas estejam atentas a outros fatores importantes para evitar frustrações durante o processo de consolidação das carreiras profissionais.





Somado à falta de perspectiva de um número grande de desempregados, ainda há aqueles que, mesmo recebendo salário na conta todo mês, estão profundamente descontentes com a rotina de trabalho. Nesse momento, algumas dicas são primordiais para aumentar as chances de conquistar um bom emprego, como:

1 – Continue investindo em cursos de capacitação e recicle os conhecimentos adquiridos sempre que necessário;

2 – Procure dominar idiomas, noções de informática e ter especialização na área de atuação.

3 – Acredite sempre em si mesmo para alcançar objetivos – pensar grande, mas sem ser arrogante. Com autoestima elevada e bom senso, você passará confiança às pessoas. Excessos nunca são bem vistos pela maioria.

4 – Lembre-se de que cultivar bons relacionamentos é uma forma de ser recomendado a uma vaga de emprego futuramente.

5 – Para os recém-formados, uma boa sugestão é atuar durante um tempo determinado como voluntário em alguma organização onde gostaria muito de trabalhar. Além de adquirir experiência e desenvolvimento pessoal, você terá a oportunidade real de mostrar as habilidades que domina.

Entrevistadora entrevistada empresa

Antes de tudo, seja honesto. Não atribua competências para si que, na prática, não detém.

Como se sair bem em entrevistas

Outra dica importante para concorrer a uma vaga de emprego é saber como se portar na hora da entrevista. Geralmente, muitas pessoas costumam ficar desestabilizadas emocionalmente diante da pressão tipicamente associada à situação. No entanto, seguindo alguns passos, é possível controlar o nervosismo e transmitir confiança. Por exemplo:

6 – Antes de tudo, seja honesto. Não atribua competências para si que, na prática, não detém.

7 – Para evitar gafes e uma possível desqualificação no processo seletivo, dirija-se ao local munido de informações sobre a corporação, como nome, localização, ramo de atuação, reputação no mercado, serviços e produtos oferecidos.

8 – A entrevista comportamental é uma tendência. Nela, a empresa deseja que o candidato responda como se sairia em uma dada situação hipotética. Relatar algo inovador que tenha feito por uma empresa ou descrever como lidaria com um colega que estivesse prejudicando o andamento das atividades são alguns exemplos de assuntos possivelmente abordados.

Portanto, se você deseja estar preparado para o mercado, fique atento às dicas sugeridas, tendo sempre em mente aonde você quer chegar profissionalmente. Compreender o que o motiva a sair de casa para trabalhar fará da profissão algo prazeroso e não um fardo a ser encarado diariamente.

Veja uma abordagem interessante com Roberto Justus sobre entrevistas de emprego:

Veja também essa interessante matéria do Fantástico com o especialista Max Gehringer:

Crédito Imagens:

http://www.conexao.com

http://bloges.smoneybox.com