PROFISSÃO: COMO ESCOLHER A PROFISSÃO CERTA ?

Escolher uma profissão nem sempre é uma tarefa fácil.

A indecisão é a primeira sensação que surge quando chega o momento de escolher a profissão e várias perguntas vêm à cabeça: será que eu realmente gosto desta área? O salário atende às minhas expectativas? Qual o curso que preciso fazer para ser um especialista? Quais oportunidades eu terei no mercado de trabalho?

As dúvidas aparecem como processo natural nessa fase de tomada de decisão, aliás uma das mais importantes da vida. A escolha da profissão certa está ligada ao autoconhecimento, que é útil não apenas para desvendar em qual curso deve-se ingressar, mas para definir prioridades: a satisfação pessoal é mais relevante que o sucesso financeiro? Todas as atividades da profissão são interessantes? Esses questionamentos são importantes para garantir uma escolha assertiva, reduzindo as chances de mudança de carreira no futuro.

 

Definir a profissão é uma missão difícil

Uma dica de como escolher a profissão certa é: avalie se as aptidões estão de acordo com as preferências. O talento deve estar de acordo com os desejos profissionais, ou seja: se o estudante, por exemplo, adora Matemática e Criação, a Engenharia e a Arquitetura se tornam opções adequadas a esse perfil. A insatisfação gerada após a entrada no mercado de trabalho nasce no momento em que o indivíduo se perde entre ambições e não avalia suas características de forma realista, o que ocasiona a mudança de carreira.

Outra sugestão é: conheça pessoas que atuam na área que pretende ingressar. Essa é uma ótima oportunidade para conhecer a rotina, a área de atuação e as principais atividades da carreira a ser escolhida.

 

Você escolheu a profissão cera para você?

Você escolheu a profissão certa para você?

A escolha certa e a motivação para uma carreira de sucesso

Após a escolha da profissão, seja pela vontade de atuar na área ou pela parte financeira, o empenho e a dedicação devem estar em primeiro lugar para que a carreira seja de pleno sucesso.

Quando se faz o que gosta, a motivação se torna visível e o trabalho mais prazeroso. O desenvolvimento pessoal é maior e o indivíduo passa a driblar as dificuldades que aparecem ao longo da carreira de forma simples, sem que isso o impeça de continuar crescendo em sua área.

 

Quer saber mais sobre o assunto? Leia o artigo O que você busca em sua profissão, no Blog SBCoaching