Busca por Emprego - Entrevistado decepção

Possivelmente, você já deve ter ficado frustrado com algum “não” recebido durante um processo seletivo.

Sair em busca de emprego nunca foi uma tarefa simples. Para aumentar as chances de êxito, é necessário empenhar uma série de esforços, como investir em uma boa qualificação profissional, fazer cursos de reciclagem, estudar idiomas e informática.

Contudo nem sempre tudo isso é o bastante na corrida por um espaço no mercado de trabalho. Possivelmente, você já deve ter ficado frustrado com algum “não” recebido durante um processo seletivo. Mas, com certeza, não foi o único a passar por esse obstáculo. Isso porque receber respostas negativas é mais comum do que se imagina.

Amargar momentos de frustração e completo desânimo, a ponto de pensar em desistir e se entregar à depressão, costuma ser inevitável para algumas pessoas. No entanto é preciso impedir que o abalo emocional anule as lições que podem ser tiradas de experiências desse tipo. Nessas horas, o mais importante é perceber que situações de rejeição podem contribuir para o desenvolvimento pessoal e o amadurecimento da carreira profissional.

Outro ponto importante a ser lembrado é que, muitas vezes, a não contratação do candidato não significa que ele seja incapaz. Em algumas situações, o pretendente à vaga possui competências que não se encaixam ao perfil procurado pela empresa. Nesse caso, não ser admitido pode representar algo positivo em certa medida, já que ele poderia sofrer dificuldades de adaptação e futuramente ficar insatisfeito com o trabalho. Mas se não for o caso, descubra onde está o erro para não repeti-lo e exponha melhor suas aptidões da próxima vez.

Busca por Emprego - Tenha em mente que a melhor coisa a fazer é nunca desistir.

Tenha em mente que a melhor coisa a fazer é nunca desistir.

Dicas práticas

– Independentemente de quantas respostas negativas já foram recebidas, tenha em mente que a melhor coisa a fazer é nunca desistir, mesmo quando o objetivo parecer impossível de ser alcançado. Esteja sempre consciente das habilidades que domina, buscando, cada vez mais, aprimorá-las.

– Outra atitude que pode ajudar é procurar não se acomodar, ainda que esteja empregado, atentando para as oportunidades que possam surgir. Para isso, mantenha o contato com profissionais e colegas da área e deixe-os saber que você tem disponibilidade. Caso surja alguma vaga, você poderá ser recomendado por eles.

– Por fim, outra dica primordial para lidar com a fase dos “nãos” sem desespero é reduzir despesas, a fim de evitar mais dor de cabeça. Afinal, o momento não é propício para o acúmulo de dívidas sem ter em vista quando poderá saná-las.

– Praticar exercícios físicos também pode ser outra maneira de aliviar as tensões acumuladas durante esse período de buscas para a consolidação das carreiras profissionais.

Crédito Imagens:

http://m.dinheirovivo.pt

http://blog.grupofoco.com.br




Supere seus Limites com o Coaching e o seu Futuro, Saiba o que Mudará!
BAIXE 2 PDFs GRATUITOS!