Fazer mais em menos tempo e utilizando o mínimo de recursos possível é o desafio de todas as empresas no século XXI. Quando se fala em cortes nas organizações, a tendência é, primeiramente, retirar verba da área de treinamentos, mesmo sabendo que uma boa formação pode melhorar significativamente o desempenho individual e a competitividade organizacional.

Isso ocorre, principalmente, porque poucos profissionais aplicam no seu dia a dia o que aprenderam durante um curso ou treinamento, o que transforma o investimento feito em um gasto sem retorno nenhum para a corporação.

Por que utilizar o coaching pós-treinamento?

É dessa forma que o coaching pós-treinamento, processo que deve começar imediatamente após o curso, visto que, segundo pesquisas, se um participante não deliberar sobre o conteúdo apreendido em até uma semana, há menos de 25% de chances de ele aplicá-lo após esse período.

Como o coach colabora no coaching pós-treinamento

Novos hábitos devem ser criados durante as seis ou oito semanas seguintes ao treinamento, com risco de haver reincidência de até 100%, tanto do colaborador quanto da própria cultura organizacional. O coach auxilia os funcionários a aplicarem em seu cotidiano as práticas aprendidas no treinamento.

A Outras funções do coach no processo de coaching pós-treinamento

É importante salientar que os cursos de formação são de extrema relevância para as empresas, uma vez que são importantes fontes de energia e de melhorias para a organização, se os conhecimentos adquiridos continuarem a ser aplicados na execução das atividades, após seu término. Checar essa ocorrência é um dos papéis do coach.

Também é fundamental incentivar a responsabilidade partilhada e a aprendizagem com colaboração, para que haja real comprometimento com a ação por parte dos funcionários.