A turbulência dos mercados internacionais nos últimos dois anos, em decorrência da crise econômica mundial, abalou todo o setor corporativo. O medo da perda de emprego, devido aos recorrentes cortes de gastos nas companhias, deixou os colaboradores receosos. Numa tentativa de contornar o problema, as empresas têm investido em maneiras de estimular a produtividade de suas equipes. Entre as apostas das organizações está o trabalho de Executive Coaching e treinamentos empresariais.

Pesquisa aponta que coaching aumenta a produtividade






Pesquisas indicam que apenas os treinamentos empresariais não são o suficiente para atingir a melhoria na produtividade e motivação dos colaboradores. Segundo estudo do Public Personnel Management Journal, com executivos que participaram de treinamentos empresariais, apenas 22,4% tiveram aumento em sua produtividade. O mesmo levantamento aponta que, entre os executivos que passaram também por um processo de coaching, o rendimento aumentou em 88%.

Por que só o treinamento não é suficiente?

Isso pode ser explicado por vários fatores, entre eles o de que muitos destes treinamentos não têm o mesmo índice de aproveitamento e prática diária do que foi apreendido, como o Executive Coaching. Claro que uma dinâmica de grupo e programas de autoajuda, por exemplo, podem trazer efeitos positivos para a equipe, mas a estatística citada acima mostra que, combinadas com o Executive Coaching, tais ações se tornam muito mais eficientes.

Como o Executive Coach pode potencializar os resultados das equipes

Além disso, o profissional, executive coach, trabalhará de maneira mais direta e pragmática, focando em metas e resultados, que serão mensurados de forma concreta e tangível ao longo de todo o processo. O executive coach terá ainda uma visão ampla o suficiente para perceber que os colaboradores precisam se sentir parte daquilo que estão construindo. Assim, orientará os líderes para que dêem mais importância ao feedback, fazendo-os aprender a ouvir o que seus colaboradores têm a dizer. Atitudes deste tipo mexem com toda a motivação de equipe, à medida que os colaboradores passam a se sentir parte do negócio, descobrindo que têm um valor a mais para agregar na corporação.