lidando com a aposentadoria

Como lidar com o medo do processo de transformação que é a aposentadoria?

(Por Sandra Rosenfeld)

Aposentadoria, palavra que ainda assusta muita gente. Primeiro porque, para grande parte da população, aposentar significa perda de receita e, consequentemente, de qualidade de vida. Somada a esta preocupação, que já é de bom tamanho, vem ainda uma pergunta que tanto angustia: o que vou fazer agora, como será o meu dia?

Muitos aposentados ou prestes a aposentarem-se, pensam em abrir algum negócio, outros, em continuar trabalhando, mas nem todos conseguem ser bem-sucedidos nesses propósitos. Atualmente, muitas empresas têm programas de preparação para a aposentadoria. Mas como toda prática é bem diferente da teoria, o ideal é que essa preparação inicie com bastante antecedência, independentemente das empresas, para que a pessoa vá treinando, hoje, o futuro. Para que vá se preparando de fato a fim de que a aposentadoria seja uma nova e interessante fase da vida.
A aposentadoria bem-planejada pode realmente ser gratificante. Um período para realizar muitas coisas que não foram possíveis antes. São viagens, cursos de idiomas, de culinária, de dança e até mesmo aquela faculdade ou pós que foi o grande sonho não concretizado ainda.

Devemos lembrar que, atualmente, e esta é uma tendência crescente, vivemos mais e, dependendo do cuidado com a nossa qualidade de vida e saúde física e mental, em boas condições. Muito melhor que há anos atrás, quando não havia o conhecimento que se tem atualmente sobre saúde, qualidade de vida, alimentos, remédios, higiene, etc.

Hoje sim, o aposentado pode usufruir ainda por muitos anos do que essa nova etapa pode oferecer. Tempo livre não é ruim, desde que saibamos usar em nosso benefício e, por que não, também, do próximo. Há trabalhos voluntários que podem ser realizados pelos que, agora, ainda “jovens”, entraram na aposentadoria.

pessoas aposentadas

A aposentadoria não é o fim da carreira

Entretanto, para aproveitar os benefícios dessa nova etapa, quanto mais cedo começarmos nossa preparação, melhor. Mas o que vem a ser essa preparação? Em primeiro lugar é importante que o processo de conscientização da aposentadoria comece anos antes de ela bater à nossa porta. Assim, podemos nos preparar financeiramente, criar projetos e cuidar da saúde. Se for o caso, procure um profissional que possa colaborar.

Quanto da renda deverá ser aplicado e que tipo de aplicação pode ajudar lá na frente? Que projetos de vida tenho em mente, os quais posso iniciar agora para que mais tarde, ao me aposentar, já estejam em andamento? O que posso fazer para manter meu corpo e minha mente com a melhor performance possível, desde já? O que devo fazer para aprender a minimizar o estresse, já que ele é uma das maiores causas de doenças?

Olhar para si e perguntar: Como quero estar daqui a dez, vinte anos? Onde quero morar? Com quem? Que tipo de vida quero ter? E, assim, iniciar o passo a passo, hoje, com foco e determinação, para criar o futuro que você sonha em ter.