FEEDBACK OU “FERROBACK”

FEEDBACK OU

Veja algumas dicas de como você pode tornar a hora do feedback mais produtiva e menos agressiva. Leia na íntegra e torne-se um “mestre em feedback”!

Muitas pessoas temem receber um feedback. Mas por que isso acontece? Porque muitas vezes ao invés dele receber um feedback, ele recebeu um ‘ferroback’.

Feedback nada mais é do que uma conversa onde uma das pessoas irá apontar para a outra quais comportamentos (isso mesmo comportamentos) estão sendo eficazes ou não. Se o feedback for para pontuar algo que pode ou precisa ser melhorado:

– feedback de melhoria. 

Se for algo que precisa de mudado ou corrigido – parecer corretivo. 

Se for algo que está bom e que vale a pena ser mantido – feedback positivo. 

Assim como o ar é essencial para nos mantermos vivos.

Receber feedback, também o é. Nós, seres humanos temos a necessidade de nos relacionarmos… e de sabermos se estamos indo bem ou não.

Quando um líder deixa de dar feedback para sua equipe, ele está privando sua equipe de um ‘nutriente’ essencial. Mas infelizmente, alguns líderes não entendem isso…

E quando resolvem dar um feedback é porque algo deu errado (e provavelmente, muito provavelmente, ele está se sentindo bravo, irritado ou algo assim).

Mas de repente você pode estar se perguntando: “O que é preciso para que um feedback não vire um ‘ferroback’?”.

Seguem 3 dicas simples:

  1. Use de Inteligência Emocional – não permita que o seu estado emocional (negativo) atrapalhe ao falar com a pessoa.
  2. Seja específico – usar de palavras generalistas, como por exemplo: você sempre faz isso, ou você nunca…; não agregam para gerar uma mudança ou melhoria efetiva.
  3. Troque o ‘mas’ pelo ‘e’ – a palavra mas tem o poder de apagar tudo o que você disse de positivo, perceba o exemplo: “Você é um bom funcionário mas nunca chega no horário” X “Você é um bom funcionário e eu gostaria de lhe atentar para o horário que você chegou hoje.”.

Líder ou não líder? Todos nós nos relacionamos e para sermos mais felizes e produtivos e em nossos relacionamentos, vale a pena seguir as 3 dicas acima!

Por isso eu te convido a entrar em ação agora… e fazer acontecer!

Escolha uma das 3 dicas acima e comece a praticar agora!!

Depois gradativamente, vai acrescentando as outras… até você se tornar um ‘mestre em feedback’!