O valor do reforço positivo

Responda:

O que você faz logo após ter feito uma apresentação ao público? Você faz uma autoanálise e observa o que precisa melhorar? Ou primeiro você ‘celebra’ tudo aquilo que fez bem feito?

No post anterior você leu (clique aqui) a respeito da “Punição”… e no post de hoje, gostaria de compartilhar outra simples e preciosa dica, com a qual podemos ampliar nosso desenvolvimento através das pesquisas realizadas pela Psicologia; em especial utilizando do conceito do “Condicionamento Operante” (aplicado quando queremos diminuir, manter ou aumentar a frequência de um determinado comportamento).

Como vimos anteriormente, o “Condicionamento Operante” é composto por diversos aspectos, hoje destacarei o “Reforço Positivo”. Reforço Positivo: são os ganhos obtidos com o comportamento. A sua emissão aumenta a probabilidade de que um comportamento específico volte a acontecer.

 

O “Reforço Positivo”, nada mais é do que a inserção de um estímulo reforçador no ambiente, vejamos alguns exemplos:

* o aluno que estuda em casa é reforçado pelo estímulo de ter notas boas;

– a criança que arruma seu quarto é reforçada pelo elogio da mãe;

– a ação de ler um post no blog da SBCoaching e entrar em ação é bastante reforçada pelo estímulo de ter uma melhor performance quando estiver falando em público.

O detalhe é que podemos mais… podemos deixar todo este processo muito mais prazeroso para você! Quer saber como?

Acrescente você mesmo, novos e poderosos reforços positivos após a emissão dos comportamentos que você está aprendendo com estes posts sobre “Comunicação & Oratória”. Por exemplo: elogie-se, dê-se pequenos ‘presentes’, logo após sua apresentação… ao invés de ficar se perguntando: “o que eu fiz de errado? Onde eu preciso melhorar?” (não que você não possa fazer a análise do que pode melhorar, mas não agora… deixe isso para depois), coloque uma super música para você curtir este estado de desenvolvimento e aprimoramento e celebre sua melhoria!!!.

 

Reflita…

Quais são os reforços positivos que você mesmo pode se dar após as suas apresentações?

 Lembre-se: esta é uma forma validada pela ciência de ‘garantir’ que esses comportamentos que foram eficazes volte a acontecer em uma nova situação.

 Entre em ação agora!

“Do it now”!

 

Se você conhece alguém que também pode desenvolver-se com estas dicas… convido você a curtir e compartilhar este post!

Vamos multiplicar esta oportunidade!

 

Abraços e até o próximo post,

Gi Isquierdo