Como podemos desenvolver uma postura mais investigativa de construção diária de conhecimento ?

Como podemos desenvolver uma postura mais investigativa de construção diária de conhecimento ?

(Por Claudia Hölter)

“A maioria das ideias fundamentais da ciência são essencialmente sensíveis e, regra geral, podem ser expressas em linguagem compreensível a todos”. Albert Einstein.

Comecei semana passada uma série de posts, que visam apresentar brevemente a importância das pesquisas e estudos  sobre o comportamento humano para a área de coaching. Nesta segunda parte, abordaremos  como podemos desenvolver uma postura mais investigativa de construção diária de conhecimento sobre o desenvolvimento humano e organizacional no nosso país.

O exame da bibliografia internacional em coaching, bem como o estudo mais detalhado de alguns de seus nichos em que o interesse do público tem se revelado com mais ênfase em relação à pesquisa científica, como é o caso do positive coaching e executive coaching, sugerem que precisamos aprofundar muito a pesquisa em coaching e a divulgação de seus resultados  no Brasil, para torná-lo mais acessível ao público em geral.

 “Pesquisa é uma atividade de investigação capaz de oferecer (e, portanto, de  produzir) um conhecimento novo a respeito de  uma  área  ou  de  um  fenômeno,  sistematizando-o  em relação ao que já se sabe a respeito da área ou do fenômeno”. (RAMPAZZO, L., 2005)

Utilize em seu dia-a-dia elementos básicos da metodologia de pesquisa científica.

Utilize em seu dia-a-dia elementos básicos da metodologia de pesquisa científica.

Em se tratando de desenvolvimento de um perfil coach-pesquisador, sugerimos que o profissional coach utilize em seu dia-a-dia elementos básicos da metodologia de pesquisa científica, a fim de analisar dados relevantes sobre o desenvolvimento humano, bem como medir os resultados das intervenções adotadas no processo de coaching individual e organizacional. Quais seriam esses elementos?

1) Levantamento de dados em termos de benefícios, resultados e melhorias.

2) Medição em 4 dimensões (Reação, Aprendizado, Performance e Mudanças de comportamento, Resultados e Melhorias).

3) Formulação de relato dos fatos reais e evidências de melhoria no formato de um Case de Sucesso, com o objetivo de gerar reflexões, otimizar o aprendizado e validar as técnicas, ferramentas e metodologias de coaching empregadas durante todo o processo.

Até a próxima e boa pesquisa !