Caímos na armadilhar de criticar, 'delargar' e pressionar para se bater metas.

Caímos na armadilhar de criticar, ‘delargar’ e pressionar para se bater metas.

(por Bruno Calderaro)

Muito se fala sobre liderança nos dias de hoje. Como se essa fosse a solução para todos os problemas atualmente.

Temas e mais temas como, escassez de líderes, tempo de formação de líderes, bons líderes, líder da própria vida… são escritos e despejados nos meios de comunicação.

É tanto conteúdo, abordagens, visões e definições que já nem se sabe mais o que funciona e o que não funciona, e por que de tanta confusão? Porque se esquecem do básico, do fundamental.

    • Líderes possuem times e não grupos;
    • Líderes possuem seguidores;
    • E o mais importante, líderes vão para linha de frente. PONTO!


Essa é a realidade, fatos sobre fatos.

Líderes não esperam seus times para gerar resultados, não torcem pelo sucesso dos seus colaboradores, liderar não é um papel passivo, torcer e esperar é coisa de “cheerleader”, e disso o mercado está transbordando.

Fundamentalmente sabemos disso, e que normalmente liderar dá trabalho, muito trabalho.

Desenvolver, avaliar, delegar, acompanhar, aperfeiçoar são apenas algumas das ações de um líder. Então caímos na armadilhar de criticar, “delargar” e pressionar para se bater metas, contudo, isso é resultado de curto prazo. Longe de mim qualquer crítica sobre bater metas, só que esse comportamento, a médio e longo prazo, acaba por custar muito caro.

Não sei você, leitor, mas eu nunca vi um filme ou conheci nenhuma história onde, o líder de um time, enviasse um comando do tipo, “Vão indo na frente que eu já chego na batalha”.  Você consegue imaginar o Willian Wallace, no filme Coração Valente, dizendo algo como:

“Então, não dormi bem ontem e por causa disso vou chegar um pouco tarde no campo de batalha, afinal preciso me recuperar, mas vai vencendo a batalha ai que daqui a pouco eu chego para dar uma força.”

Parece ilógico?  Surreal?

Só que infelizmente é essa a mensagem que vejo muitos líderes, cada vez com mais frequência, enviando a seus times.

Liderar está diretamente ligado a servir. Servir de exemplo, de referência, a desenvolver seu time, COM seu time, a se desenvolver POR seu time, PELO seu time.

Esse é o conceito de liderar e é ele dá resultado.

Liderar é simples, contudo, não significa fácil.

Para liderar, antes de mais nada, é necessário acreditar em algo, em algo maior, construir um propósito e uma missão no qual valha a pena.

Para liderar, antes de mais nada, é necessário acreditar em algo, em algo maior, construir um propósito e uma missão no qual valha a pena.

Para liderar, antes de mais nada, é necessário acreditar em algo, em algo maior, construir um propósito e uma missão no qual valha a pena, um conceito onde inspire não apenas você, como também as pessoas te que cercam.

É assim que grandes líderes surgiram, e é assim que cada vez mais líderes surgem, e com eles resultados que impressionam.