Não é fácil, realmente, iniciarmos qualquer mudança.

Não é fácil, realmente, iniciarmos qualquer mudança.

(Por Sandra Rosenfeld)

Realizar uma mudança em nossa vida não é fácil, mesmo quando isso pode significar alcançar aquilo que tanto almejamos e, ou, que sabemos ser fundamental para que a nossa vida prospere.

Quando essa mudança está relacionada a largar um vício, qualquer que seja, é mais difícil ainda e, para alguns, quase impossível. Todo vício traz junto um prazer e todo início ao largar um vício é muito doloroso, emocionalmente e, não raro, fisicamente, com os sintomas causados pela abstinência.

Ao falar em vício, imediatamente nos vêm a mente os vícios em drogas, álcool, cigarro, comida e jogos. Mas podemos nos viciar também numa pessoa ou em algo tecnológico, muito comum hoje em dia, quando se fica horas, vira-se noite nas redes sociais e fala-se no celular sem parar, não importa onde ou com quem esteja.

Todos esses vícios, inclusive a paixão, nos mantém reféns. Os estados emocionais pelos quais passamos vão de prazer intenso a sentimento de aniquilação, também intenso.

Não é fácil, realmente, iniciarmos qualquer mudança, mas algumas estratégias podem ser de grande ajuda para quem quer verdadeiramente encontrar um novo significado para a sua vida.

A mudança - artigo

Encontrar um novo significado para a sua vida.

O coaching trabalha muito bem com essas estratégias por meio de ferramentas como “Perdas e Ganhos”, “Swot Pessoal” e muitas mais. Dependendo do vício, é de vital importância, paralelamente, a busca por suporte médico, além de terapia, práticas de silêncio e respiração. Grupos de apoio também são muito eficazes e uma boa parte deles é encontrada gratuitamente.

Quem pretende iniciar essa mudança tão importante deve se cercar de boa leitura. Livros com histórias reais de superação, mostrando as dificuldades, os medos e, por fim, a vitória, podem ajudar muitíssimo. É sempre bom termos em quem nos espelhar.

A partir do momento que se tem consciência que não é mais possível continuar vivendo daquela forma, o ideal é não deixar mais para amanhã, nada de “segunda-feira inicio a dieta”. É para iniciar já, seja o dia e a hora que for. E lembrar sempre que a cada “não” dito para o vício é um novo “sim” para você mesmo.

Para finalizar este artigo, cito com um pensamento que acho perfeito, já creditado a tantas pessoas que aqui vou me abster de crédito: “Se continuarmos a fazer como sempre fizemos, vamos continuar obtendo os mesmos resultados”.