Casamento: qual a missão do seu relacionamento?

Ouvimos falar, com frequência, na missão das empresas. Geralmente, há um quadro, em local bem visível, onde se lê os Valores e Missão. Mas por que só no mundo corporativo há de se ter Valores e Missão de forma tão explicitada?

É fundamental, também, em nossa vida pessoal, saber quais os valores em que baseamos nossas atitudes e qual a missão que nos guia. Não tem missão? Então é preciso criar. A missão deixa mais fácil manter o propósito, a direção, o foco.

Podemos criar uma missão pessoal de forma global e também uma missão para cada área de nossa vida: profissional, financeira e por que não para a nossa vida afetiva, para o nosso relacionamento, casamento, união, enfim, para a vida conjugal.

Conforme pesquisa publicada pela Revista Veja – 17/12/2012: Os casamentos estão durando cada vez menos no Brasil. A maioria dos casais (56,5%) está se divorciando antes de completar 15 anos de união. Não completam uma década 41,6% deles. As dissoluções registradas no ano do levantamento tiveram proporção mais elevada entre os casamentos que tinham entre 5 e 9 anos de duração: 20,8% do total. Contudo, o grupo que mais chama a atenção é o que esteve junto pelo período de 1 a 4 anos: na última década, o porcentual de divórcios entre eles mais do que dobrou, passando de 8,5% em 2001 para 19% em 2011.

No entanto, com exceção dos países onde ainda há casamentos “forçados”, a maioria das pessoas se casa esperando ser feliz, e que seja para sempre.  Mas o que fazemos de fato para que este ideal seja conquistado? Quais os valores que o casamento representa para o casal? E qual a missão da união?

Pois esses são assuntos que deveriam ser abordados pelo casal e, depois, feito o resumo da MISSÃO escrito a quatro mãos e exposto em local que o casal pudesse acessar sempre que necessário para relembrar, afinal, por que cargas d’água se casaram. Sim, porque é fácil esquecermos quando a rotina chega com suas coisas boas e ruins e, muitas vezes, deixamos que as ruins pesem mais do que as boas.

É a Missão bem-planejada e amparada em valores sólidos que pode ajudar a não deixar o dia a dia cair naquela rotina que, tantas vezes, torna insuportável o que antes foi repleto de amor, desejos e sonhos.

Nossa vontade inicial é manter o afeto, a admiração, a atração sempre. E o que fazemos para isso? É muito comum, além das tarefas rotineiras, deixar que o amor também caia na rotina. Então, é preciso ter Missão para manter acesa a chama do amor, do desejo, da vontade de seguir juntos. As perguntas são simples. O que devemos fazer para manter isso e aquilo? E de que forma? E o que mais? E assim o casal vai criando a Missão. Fácil? Não, mas necessário.

Para mantermos uma empresa, nossa profissão, de forma bem-sucedida precisamos ter metas, missão, estarmos sempre nos reciclando, atualizando, por que seria diferente em nossos relacionamentos?

Manter uma união com amor é uma conquista!