Como o Coaching pode te ajudar?

É comum os clientes chegarem até mim querendo fazer o processo de coaching. Mas, em geral, as pessoas não entendem direito o que é realmente o coaching, e, principalmente, e quais são os seus benefícios.

A pessoa normalmente está num momento de decisões na vida e quer algo que possa mostrar caminhos, saídas de forma mais objetiva e rápida para os seus desafios. A maioria vem a mim por indicação, mas mesmo assim, após ter conversado com alguém ou lido a respeito em alguma revista ou site, chega com muitas dúvidas. E isso é muito interessante porque as pessoas sabem que o coaching pode ajudá-las, porém não sabem exatamente de que forma.

O que é muito natural já que o coaching ainda é pouco conhecido por aqui pelos indivíduos, ao contrário das empresas que vêm utilizando o processo com muito sucesso.

Então resolvi escrever este artigo como intuito de tentar facilitar tal encontro entre o interessado e o processo de coaching, e levar um pouco mais de informação da maneira mais simples e didática possível.

O Coaching é verdadeiramente uma forma muito eficaz de se conquistar o que se quer, tanto profissionalmente quanto na vida pessoal. E para aqueles que estão justamente numa fase da vida insatisfeitos, mas também ainda não têm claro para onde querem ou podem ir, o coaching é excelente. O processo de coaching aperfeiçoa o que já está funcionando e também desenvolve e revela novas competências técnicas e emocionais.

O QUE É COACHING, AFINAL?

É um processo que utiliza ferramentas e metodologias, validadas cientificamente e testadas ao longo do tempo por profissionais reconhecidamente de sucesso na área.

O criador desse processo foi o americano Timothy Gallwey, um treinador de tenistas nos anos 70, e a partir dele vieram muitos outros – e, com eles, o aperfeiçoamento das ferramentas utilizadas e do processo em si para chegar onde está hoje com ampliação para pessoas e empresas de todas as áreas.

Como toda transformação e aperfeiçoamento se dá de dentro para fora, o coaching é um processo de autoconhecimento; porém, não trabalha o passado. O foco é o futuro: começando pela reorganização ou mesmo especificação de objetivos, criação de metas, missões, gestão do tempo, quebra de crenças, revisão de valores, reconhecimento de forças e fraquezas e visão de oportunidades. Tudo isso de forma estrategicamente elaborada em parceria com o cliente: que é chamado de coachee.

Há um material físico com o guia do processo, mas o aproveitamento deste material vai depender muito da formação em coaching e da experiência anterior do profissional.

Portanto, é essencial que o interessado faça uma pesquisa para encontrar um coach com qualidades e competências adequadas para a sua necessidade. E, claro, é primordial que o profissional em questão tenha a formação reconhecida e certificada.

Ainda sobre as qualificações, é importante que o coach tenha conhecimento em áreas distintas, seja interessado no novo, no outro e principalmente na vida.

Para finalizar: não podemos esquecer que é necessário que o coachee esteja 100% comprometido com o processo, porque de outra forma não funciona!

Tudo sobre Coaching