ACONTECER - Resiliência emocional também pode ser treinada.

Resiliência emocional também pode ser treinada.

(Por Mariana Viktor)

Há uns anos tive o prazer de conhecer o grande ícone do tênis, Gustavo Kuerten, o nosso querido Guga. E ele contou algo que me deixou surpresa: durante muito tempo a sua maior dificuldade foi vencer o desconforto da vitória. Claro que ele entrava na quadra para ganhar. Claro que ele treinava muito justamente pra vencer.

A questão é que quando ele ganhava, automaticamente alguém perdia – e é com isso que ele tinha dificuldade de lidar porque lhe faltou o suporte básico que os tenistas e outros atletas de países desenvolvidos têm há muitas décadas: treinamento mental/emocional.

Fiquei surpresa com a informação, porque sabemos que simples visualizações da prática de determinada tarefa “ativam alguns dos mesmos caminhos neurais envolvidos em sua execução”, aumentando a performance real – conforme estudo publicado recentemente na Psychological Science. E que, da mesma forma, resiliência emocional também pode ser treinada. “Nós somos aquilo que fazemos repetidamente. Excelência, então, não é um modo de agir, mas um hábito”, já sabia Aristóteles muito antes das descobertas da ciência moderna.

Acontecer

ACONTECER - Mãos à obra e faça acontecer

Mãos à obra e faça acontecer

E como isso se liga ao processo de coaching, que, aliás, nasceu no berço esportivo? De várias formas, aplicáveis já na realização de qualquer meta, sonho, desejo:

Visualize o ponto de chegada, em detalhes – Se não sabemos para onde queremos ir, viveremos à deriva. A mente precisa de foco para que o emocional gere determinação e motivação. Sinta-se lá e é pra lá que você irá.

Crie um passo-a-passo – Também conhecido como plano de ação. Visualize cada um deles, usando o mesmo princípio acima.

Colabore com você – O que falta para conseguir dar o passo número 1 ou o 7? Algum curso? Um processo de coaching? Mais contatos? Seja realista e faça uma relação honesta das suas habilidades e recursos atuais, bem como do que precisa ser desenvolvido e melhorado como condição indispensável para chegar lá.

Estabeleça prazos – Razoáveis. Datas excessivamente distantes desanimam. As muito próximas, oprimem. As inexistentes podem roubar sua motivação. Seja realista aqui também.

No mais, mãos à obra e faça acontecer!