Quanto mais não aceitamos, seja o que for, mais tempo demoramos a encontrar uma solução ou nos livrar daquela situação.

Quanto mais não aceitamos, seja o que for, mais tempo demoramos a encontrar uma solução ou nos livrar daquela situação.

(por Sandra Rosenfeld)

Um dos maiores motivos de sofrimento é a não aceitação das situações, não concordar com a vida como ela é. Muitos de nós (arrisco dizer que a grande maioria) estão sempre prontos para brigar, rejeitar, agredir, se irritar, se deprimir, com tudo que acreditamos não deveria estar acontecendo, não deveria ser daquela maneira, naquele tempo. É uma luta constante contra os fatos.

Uma luta em que já se sabe desde o início quem será o perdedor. A pessoa se exaure, se estressa, vive atormentada e aborrece quem faz parte da vida dela. No entanto, quanto mais não aceitamos, seja o que for, mais tempo demoramos a encontrar uma solução ou nos livrar daquela situação.

Para resolvermos um problema, seja ele real ou não, sim porque o que é problema para uns pode não ser para outros, é necessário primeiro aceitar o que está acontecendo. No momento em que isso acontece de forma profunda, saímos da situação e podemos vê-la como observador e então pensar em como lidar da melhor forma possível com o ocorrido.

Duas perguntas são fundamentais: o que de pior pode acontecer? E caso aconteça o que posso fazer para lidar com isso? Na maior parte das vezes descobrimos que o pior não é tão pior como imaginávamos e que só precisamos encontrar a melhor forma para superar e encarar a situação. Assim criamos forças e soluções impensáveis previamente.

Ficar brigando com cada ponto e vírgula que surgem, a todo momento, ao longo da vida é uma grande perda de energia e de tempo. E quando olhamos para trás, perceberemos que a vida passou e deixamos de viver tanta coisa boa. Porque a vida é repleta de coisas boas e de coisas ruins. Assim é a vida.

O mais incrível é que podemos aumentar e estimular nossa inteligência emocional, que tem a ver com equilíbrio e harmonia interior.

O mais incrível é que podemos aumentar e estimular nossa inteligência emocional, que tem a ver com equilíbrio e harmonia interior.

Há situações que realmente não temos controle, aliás muitas. Não temos controle para prevenir, porém, somos agraciados com uma ferramenta maravilhosa que é um cérebro inteligente e a mais importante inteligência é a emocional, porque é por meio dela que  encontramos as maneiras de amenizar os possíveis danos.

O mais incrível é que podemos aumentar e estimular nossa inteligência emocional, que tem a ver com equilíbrio e harmonia interior. Mas como podemos aumentar? É possível e de inúmeras formas, nos espelhando em alguém que admiramos justamente pelo equilíbrio que nos falta diante de situações às vezes banais, lendo a respeito, existem livros sobre esse tema, exercícios que ajudam a superar limites e nos tornar mais resilientes como yoga, meditação, tai chi chuan. Enfim, são muitas as maneiras de ir ao encontro dessa inteligência e lidar com sensatez perante as situações mais insensatas.

Aí está o nosso poder, na escolha, este nós temos, desde que trabalhado e sustentado diariamente por pensamentos e ações corretas.