Posted in:

Como arrumar um emprego? [Guia Completo]

como arrumar um emprego guia completo

Como arrumar um emprego é a pergunta que não quer calar, principalmente diante de um cenário de crise no nosso país. 

A saída encontrada por muitos tem sido abusar da criatividade e porque não criar a sua própria fonte de renda.

Isso mesmo, o empreendedorismo é uma alternativa interessante ao desemprego. 

Segundo o último levantamento realizado pela pesquisa GEM, o número de pessoas que abriram o seu próprio negócio triplicou em dez anos no Brasil. 

Passando de 14,6 milhões para 49,3 milhões de empreendedores no total.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

Seja por oportunidade ou necessidade, a verdade é que você precisa encontrar soluções para driblar os números alarmantes do desemprego no país.

Conforme relatório recente divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil fechou o primeiro trimestre de 2019 com mais de 12 milhões de desempregados.

E então, a pergunta que fica é: como arrumar um emprego mesmo em uma situação tão desfavorável? 

Bom, o primeiro passo é não se desesperar e o segundo é conferir as dicas que preparamos especialmente para você sair dessa posição nada confortável.

Por que você deve arrumar um emprego?

Você já deve ter ouvido aquela frase de que o trabalho dignifica o homem, não é mesmo? 

Pois é, tão importante quanto trazer uma tranquilidade financeira e um conforto para você e sua família, ter uma atividade profissional ajuda a manter a nossa mente ocupada, acabando com o tempo ocioso.

E quando temos um emprego que gostamos, realizando projetos que nos deem prazer, a carga horária fica ainda mais leve.

Nossa motivação também aumenta porque sentimos que o trabalho não é apenas uma obrigação, mas algo que traz um retorno positivo ao nosso desempenho a nossa vida de maneira geral. 

A saúde mental e física também agradece. 

Se respeitados os momentos de descanso é claro. Por isso, nada de ser workaholic, fazer horas extras e ficar levando obrigações profissionais para casa, viu?

Bateu o ponto e acabou. 

Preocupações com clientes, reunião com chefe, relatórios e toda papelada burocrática só no próximo dia de expediente.

Por que você não deveria arrumar um emprego?

como arrumar um emprego por que voce nao deveria

E, se ao invés de arrumar um emprego, você criasse o seu próprio ganha pão? 

Seguir os passos de quase 50 milhões de brasileiros e virar um empreendedor também não é uma má ideia. Muito longe disso aliás.

Você consegue se imaginar sem ter um chefe

Trabalhando com algo que você, realmente, tenha idealizado e sentir prazer ao realizar a sua atividade profissional? 

Montar a sua rotina de produção e não ficar preso a horários pré-estabelecidos e jornadas intermináveis?

Pois é, parece bastante tentador, não é mesmo? É claro que nem tudo são flores no mundo do home office, do empreendedorismo e do freelancer. 

Disciplina, comprometimento, prospecção de clientes, tirar uma ideia do papel e colocá-la em prática, sem dúvidas, são grandes desafios dessas alternativas.

Mas convenhamos que esses cenários não são muito diferentes dos vividos em um emprego tradicional. 

É preciso colocar os prós e contras de cada situação na balança e avaliá-los

É bem verdade que nada precisa ser definitivo. 

Você pode, por exemplo, encontrar nessas outras formas de renda uma saída enquanto não arranja um emprego de carteira assinada, ou ainda como um complemento de seu orçamento mensal.

Como arrumar um emprego pela internet?

É inegável que a tecnologia chegou para tornar os processos mais simples, diminuindo a burocracia nos mais diferentes níveis.

Com o advento da internet, por exemplo, as pessoas podem comprar sem sair de casa, fazer transações bancárias sem se deslocar a uma agência física, além de muitas outras coisas.

Entre essas “muitas outras coisas” está a praticidade de arrumar um emprego. 

Não que o modelo convencional de entregar currículos pessoalmente ainda não tenha o seu valor, mas é inegável que boa parte das contratações, ao menos os primeiros contatos, sem deem de forma virtual nos dias de hoje.

Por isso, você, que está desempregado, precisa, mais do que nunca, dedicar sua atenção às ofertas de vaga pela internet.

O que, em um primeiro momento, parece ser uma tarefa simples, necessita de alguns cuidados para ter uma efetividade maior. 

Por exemplo, não é porque a internet oferece diversas opções, que você vai sair mandando currículos de maneira adoidada sem qualquer critério.

O primeiro passo é manter um currículo bem atualizado e criar um portfólio digital com todas as suas produções mais relevantes, em que as suas habilidades principais apareçam em destaque.

Depois, você precisa se cadastrar em portais que divulguem vagas de emprego. 

É importante também criar um perfil no LinkedIn, rede social especializada em conteúdos profissionais.

Essa é uma maneira de, inclusive, acompanhar mais de perto as empresas que são do seu interesse, que de alguma forma você gostaria de trabalhar.

Ter um bom networking e participar de grupos de divulgação de oportunidades é uma ótima maneira de se manter atualizado das ofertas mais recentes.

11 dicas para arrumar um emprego rápido

como arrumar um emprego 11 dicas para

O passo a passo que você teve acesso logo acima, é apenas um resumo de como arrumar um emprego pela internet. 

Na sequência, vamos trazer mais detalhes sobre algumas das dicas já citadas e incorporar outras tantas neste guia completo.

1. Quem tem foco, tem tudo

É perfeitamente normal ficar ansioso na busca por um emprego novo, em especial, quando essa procura já leva um certo tempo. 

No entanto, sentimentos como esse podem atrapalhar você nessa importante tarefa.

O que não pode acontecer é confundir pressa com afobação. 

Você precisa se manter convicto às suas escolhas. 

Por exemplo, talvez não valha tanto a pena aceitar uma oferta em um área diferente da sua.

É sempre mais difícil voltar para o seu próprio segmento depois de um tempo afastado. 

Sem falar que pode representar um passo atrás na sua carreira.

2. Currículo o seu melhor amigo

O currículo é o seu grande cartão de visitas. 

Nele, todas as suas informações profissionais devem estar contidas de maneira organizada, valorizando as suas principais virtudes e competências.

Mas não é só isso, o objetivo de currículo é um dos conteúdos imprescindíveis. 

Você precisa ser o mais sincero possível quanto aos seus interesses em relação à vaga em questão.

Deixe claro quais são as suas habilidades que mais têm a ver com o cargo e evidencie experiências similares que o credenciem para o emprego.

3. Relate suas experiências…

Você deve criar um currículo específico para cada tipo de vaga ofertada. 

Assim, você vai conseguir dar o destaque devido para as experiências mais relevantes.

Lembre-se que o seu passado profissional é o que você possui de mais concreto para apresentar aos recrutadores. 

Por isso, dedique um bom tempo para descrever, em detalhes, quais a funções que você exercia, quais setores faziam parte das atividades e que competências foram desenvolvidas ao longo desses processos.

4. … mas lembre-se que nem só elas é que contam

Como dissemos, o currículo é a grande ferramenta que você tem ao seu lado para arrumar um emprego. 

Logo, ele deve ser o mais completo possível.

As pessoas esquecem que, muitas vezes, vivências pessoais também contam pontos positivos. 

Aqueles projetos pessoais que você desenvolveu, as ONGs que colaborou e os cursos que fez são importantes.

Claro, só opte por colocá-las no seu currículo se achar que elas são, de fato, relevantes. 

Se for apenas para deixar o seu resumo de qualificações mais robusto, é melhor evitar.

5. Quem não é visto não é lembrado

como arrumar um emprego quem nao e visto lembrado como arrumar um emprego quem nao e visto lembrado

De nada vai adiantar você ter um currículo incrível, se ninguém tiver acesso a ele. 

É preciso divulgá-lo e nada melhor o que usar as redes sociais para isso.

O próprio LinkedIn é um ótimo canal para você expor as suas competências profissionais, as também existem outros sites de recrutamento que podem ser usados para esse fim.

Atualmente, diversas empresas utilizam sistemas automáticos de busca de talentos e a única forma do seu nome aparecer em uma dessas pesquisas é cadastrando o seu currículo.

6. Recorra aos seus contatos

Quantas vezes um superior seu perguntou se você tinha algum nome para indicar para determinado cargo? Pois é, as pessoas esquecem o poder que um bom networking tem.

Uma rede de contatos forte pode garantir uma recolocação profissional muito mais rápida. Normalmente, um gestor vai preferir contratar alguém que já se tenha um feedback positivo do que um completo desconhecido.

Então, é hora de estreitar laços com aquelas pessoas que há algum tempo não se fala ou construir novas relações empresariais. 

Congressos e eventos corporativos são ótimas oportunidades para ampliar o seu network.

7. Nunca desista

A gente pode estar enchendo você de dicas, mas, na verdade, você está mesmo é cansado de receber tantas portas fechadas na cara.

Nós sabemos que a situação é complicada, que o cenário não é nada promissor, mas você precisa ser mais forte que isso tudo e acreditar em seu potencial.

Use essas negativas ao seu favor e nunca desista.

Procure absorver o que cada um dos recrutadores falou a respeito do seu perfil e utilize isso para fazer de si mesmo um profissional mais completo.

8. Seja mais flexível

As vezes, estamos tão obstinados em conseguir o emprego dos sonhos que esquecemos de olhar para nós mesmos. 

É fácil criticar o empregador, ter um pouco de autocrítica também é faz parte do processo.

Um pouco de jogo de cintura faz bem. 

Se a empresa não pode pagar o que você está pedindo, mas a oferta deles também é muito baixa, tente negociar e chegar no meio termo.

Com isso, não estamos querendo dizer que você deve se desvalorizar enquanto profissional, ninguém precisa implorar por emprego. 

Mas é possível pedir contrapartidas que equiparem a diferença financeira das duas partes: benefícios, bônus por produtividade, alternativas não faltam.

9. Carta de apresentação sua segunda melhor amiga

Mesmo que nem todas as vagas exijam, é sempre bom contar com uma carta de apresentação. Assim como o seu currículo, ela deve ser específica para cada oportunidade de emprego.

No entanto, ao contrário do seu melhor amigo, a sua segunda melhor amiga deve ser mais direta e se resumir a apresentar as suas competências para o cargo. 

A carta de apresentação pode ser solicitada em atendimento a algumas vagas.

E se você busca ingressar ou se recolocar no mercado, então, não dê bobeira e tenha a sua à mão.

O modelo ajuda, mas não deve ser usado sem adaptações.

O ideal é fazer a edição do documento e deixá-lo alinhado às questões específicas da vaga.

Mas o que colocar na carta?

Basicamente, como o nome sugere, ela serve para apresenta o candidato, trazendo um resumo das qualificações que mais combinam com a oportunidade aberta.

Outros pontos de atenção incluem ser educado no discurso e acrescentar as formas de contato para que o recrutrador saiba como chegar até você.

10. Saiba se portar em uma entrevista

Chegar a etapa de entrevista é vista por muitos como uma vaga quase garantida. 

Mesmo que seja uma parte mais avançada do processo de recrutamento, no entanto, não é motivo para comemorações antecipadas.

Por isso, toda atenção é pouco nesse momento tão importante. 

Cada escolha sua, desde de a roupa usada, as palavras escolhidas para as respostas e a postura durante a conversa, são determinantes para a sua contratação ou não.

Para não colocar tudo a perder, fizemos uma lista de como se portar em uma entrevista:

  • Nada de ser muito pessoal com o recrutador, mantenha o profissionalismo acima de tudo
  • Use o bom senso na hora de se vestir, o look empresário costuma não falhar
  • Proatividade e ser comunicativo são importantes, mas com moderação
  • Dê o seu melhor das dinâmicas em grupo
  • Demonstre interesse e conhecimento sobre a empresa
  • Deixe claro a sua gratidão pela oportunidade.

11. Tenha sempre um plano B

Como já dissemos, você não necessariamente precisa arrumar um emprego. 

É possível criar o seu próprio ganha pão. 

Afinal, não dá para ficar sem dinheiro enquanto a contratação dos sonhos não chega.

Empreendedorismo, freelancer, home office e venda de infoprodutos são alguns exemplos de geração de renda alternativos ao trabalho formal. 

Além de pagar as contas, eles podem abrir os seus olhos para novas possibilidades. 

Como ganhar dinheiro sendo um coach?

como arrumar um emprego como ganhar dinheiro sendo coach

Outro nicho de mercado que você pode investir é o coaching. Sem dúvidas, é um dos segmentos que mais crescem não só no país, mas no mundo todo.

É claro que para ingressar na carreira de coach, você precisa se especializar e encontrar cursos renomados, com resultados comprovados, reconhecimento internacional e em entidades de renome.

A boa notícia é que você pode encontrar todos os requisitos em um só lugar: a SBCoaching.

Pioneira em usar o processo de coaching em seus cursos no Brasil, a instituição tem diversas opções de formação, voltadas para os mais variados interesses.

Para você pretende dar os primeiros passos como coach, o curso de Personal & Professional Coaching é a melhor opção, pois trabalha de forma ampla como alcançar resultados incríveis na carreira e na sua vida pessoal.

Ou seja, além de você ser impactado positivamente, terá a oportunidade de contribuir da mesma forma na realidade de outras pessoas.

Mas essa não é a única modalidade disponível. Para conhecer todas elas e os benefícios que elas trazem, acesse o nosso site

Você vai descobrir que ganhar dinheiro sendo um coach é algo que depende muito mais de seu empenho e sua dedicação do que qualquer outro fator. 

Como o Coaching ajuda a arrumar um emprego rápido?

como arrumar um emprego como coaching ajuda rapido

Como vimos, se tornar um coach pode ser uma ótima alternativa de renda para você, além de trazer ganhos imensuráveis para a sua vida pessoal e profissional.

No entanto, as pessoas se enganam ao achar que a metodologia de coaching serve apenas para formar especialistas na área.

Não, os benefícios vão muito além disso. Os cursos de coaching também servem como uma especialização nos mais diversos segmentos, como gestão de pessoas e liderança, por exemplo.

Ou seja, essas formações trabalham competências vitais para o sucesso no mundo dos negócios e podem ser o seu grande diferencial competitivo dentro de um mercado tão concorrido.

Pense nisso, quem sabe o processo de coaching não é o suporte que estava faltando para a sua carreira decolar?

Invista na principal metodologia de desenvolvimento humano do mundo e arrume o emprego dos seus sonhos. 

Conclusão

Seja abrir um negócio próprio ou conquistar a vaga tão sonhada naquela empresa, o importante é nunca desistir de arrumar um emprego.

A situação pode estar difícil sim, mas se você continuar acreditando no seu potencial, se especializando cada vez mais, trabalhando os suas qualidades e defeitos, vai estar muito mais próximo de atingir o seu objetivo.

É claro que você não está sozinho nessa. 

Não esqueça que você pode sempre contar com o suporte da metodologia de coaching.

Com ela, você vai descobrir as melhores maneiras de ir atrás do seu potencial infinito e focar nas suas necessidades mais urgentes.

Esperamos, de verdade, que as dicas de como arrumar um emprego tenho sido úteis para você e o auxiliam nessa difícil missão.

A propósito, o que você achou deste conteúdo que acabou de ler? Ele foi relevante para a sua situação atual? 

Aproveite para deixar as suas impressões à respeito do artigo no espaço destinado aos comentários logo abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *