Posted in:

20 Dicas Poderosas de Como Controlar a Ansiedade

Saber como controlar a ansiedade pode diminuir, e muito, seus problemas emocionais.

Já passou por aquela palpitação fora de contexto?

Alguma vez você já sentiu calafrios mesmo em temperaturas altas? Ou a boca seca após ter tomado água?

Pois é, esses são alguns sinais que o corpo manda quando algo está tirando sua tranquilidade.

Para combater os sintomas, porém, é preciso encontrar a raiz do problema.

Investigar os reais motivos que estão impedindo você de pregar o olho à noite e aproveitar a vida com menos aflição pode não ser tarefa fácil.

Em alguns casos, aliás, é fundamental contar com ajuda profissional.

Ainda assim, dá para adotar algumas dicas para tornar a rotina mais tranquila.

Pronto para saber como controlar a ansiedade?

Então, aproveite para conferir cada uma das dicas que separamos para você.

Boa leitura!

O Que é a Ansiedade?

o que e ansiedade

A ansiedade é um sentimento inerente ao ser humano, um sofrimento por antecipação, um angústia que limita suas ações.

É natural uma pessoa sentir borboletas no estômago antes de algum evento ou situação que ela considera importante. Quem nunca passou por isso, não é mesmo?

Uma grande reunião, uma conversa séria com o filho ou mesmo a prova de vestibular são situações que deixam nervoso até o indivíduo mais calmo do mundo.

Até aí, dá para dizer que tudo bem.

O problema aparece quando essa sensação se torna uma constante e até mesmo patológica.

Ao atingir um nível extremo, ela começa a pegar as rédeas da sua vida, mudando o seu funcionamento até então saudável.

Casos de aflição antecipada e excessiva são denominados de distúrbio de ansiedade.

Quadros assim fazem com que o paciente sinta preocupação e medo extremos em situações cotidianas, interferindo diretamente na sua rotina.

Quais os Principais Tipos de Ansiedade

quais os tipos de ansiedade

Assim como existem diversos níveis de ansiedade considerados toleráveis, o distúrbio patológico também apresenta gradações e elementos próprios.

Conheça os seis principais tipos de ansiedade e alguns sinais comuns em cada um deles.

TAG

O Transtorno de Ansiedade Generalizada é marcado por períodos longos e ininterruptos de aflição.

Outra característica aparece ao permitir que a apreensão tome conta da vida da pessoa.

E isso acontece de tal forma que ela não consegue desempenhar suas atividades mais corriqueiras.

Síndrome do pânico

Ao contrário da TAG, este quadro é definido por crises inesperadas e agudas de medo.

Pacientes com síndrome do pânico acreditam que algo de ruim pode acontecer a qualquer momento, mesmo que não haja nada que indique um perigo que se avizinhe.

Fobia social

Seu principal sintoma é a aversão a qualquer tipo de contato social.

Fazer uma apresentação em frente ao público, ir para a balada com os amigos ou mesmo uma mudança de emprego, com pessoas novas e desconhecidas, pode desencadear uma crise.

Fobia específica

Ocorre quando a pessoa desenvolve medo irracional por algo específico.

Quem tem pavor de aranha, por exemplo, sofre de aracnofobia.

Pacientes que desenvolvem temor por lugares fechados são claustrofóbicos.

Já aqueles que têm aversão a altura são acrofóbicos.

TOC

O Transtorno Obsessivo Compulsivo representa, como o próprio nome já diz, um quadro de pensamentos recorrentes, de natureza intrusiva e repetitiva.

A pessoa vive um looping constante de imagens e emoções que, muitas vezes, não consegue controlar.

Para tentar aliviar a ansiedade, esses pacientes realizam rituais repetitivos para ocupar suas mentes.

Uma das obsessões mais comuns é a por limpeza, quando o indivíduo lava as mãos diversas vezes a cada hora, por exemplo.

TEPT

O Transtorno de Estresse Pós-Traumático possui como principal característica a tendência em reviver experiências que causaram desconforto extremo no passado.

Ex-combatentes das forças armadas, que viveram a guerra de perto, costumam ser os pacientes mais comuns da desordem.

Mas não são os soldados as únicas vítimas.

Jovens que sofreram abusos na infância ou adolescência também são potenciais pacientes do TEPT.

Quais São os Principais Sintomas da Ansiedade?

quais os principais sintomas de ansiedade

A ansiedade e seus transtornos relacionados pode se apresentar a partir de manifestações físicas e mentais.

Em menor ou maior grau, eles afetam a rotina diária do indivíduo.

Entre os sintomas físicos mais comuns estão:

  • Palpitações
  • Suor em excesso
  • Falta de ar
  • Tremores nas extremidades
  • Cansaço
  • Tensão muscular
  • Boca seca
  • Mãos e pés gelados
  • Náusea
  • Dor de barriga acompanhada de diarreia.

Se os sinais tópicos são mais fáceis de se perceber, os psicológicos precisam de atenção redobrada.

Por serem silenciosos, eles podem causar dano por mais tempo até que sejam identificados e tratados.

Já as manifestações mentais da ansiedade mais comuns são as seguintes:

Principais Causadores da Ansiedade

principais causadores de ansiedade

Com exceção do Transtorno de Estresse Pós-Traumático, encontrar a causa que desencadeou o distúrbio da ansiedade não é tarefa fácil.

É necessário muito autoconhecimento e disciplina para achar o motivo para a sua aflição.

Ainda assim, vamos elencar alguns pontos que valem a sua apuração mais profunda.

Histórico familiar

O primeiro lugar para olhar é o seu histórico familiar.

A sua genética pode apresentar alguma predisposição ao transtorno.

Ambiente

O ambiente em que vive e a sua maneira de encarar o dia a dia também podem interferir no quadro.

Por exemplo, se você passou por alguma e decidiu fingir que nada aconteceu – mesmo sofrendo bullying por isso – talvez esteja aí o causador da sua desordem.

O problema também pode ser ligado a alguma doença física.

Distúrbios cardiovasculares, hormonais e respiratórios, como arritmias cardíacas, hipertireoidismo e doença pulmonar obstrutiva crônica, por exemplo, podem ter históricos ligados à ansiedade.

Dores crônicas, abuso de drogas, álcool e medicamentos também são um prato cheio para a enfermidade emocional.

As opções de tratamento, como você viu, são inúmeras.

Na dúvida, é importante buscar auxílio especializado, com profissionais que possam fazer um estudo profundo sobre o quadro e ajudar você a ficar realmente bem.

20 Dicas Poderosas para Controlar a Ansiedade

dicas para controlar a ansiedade

Agora que você já conhece todos os sintomas, potenciais causadores e tipos de transtornos de ansiedade, está mais do que na hora de aprender a controlar essa desordem.

Confira as 20 dicas que separamos para ajudar você nesse desafio.

1. Exercite o controle da sua respiração

O segredo pode estar em um simples prender e soltar de ar.

Sempre que se sentir ansioso, esvazie seus pensamentos e foque apenas em sua respiração.

Desacelere e busque normalizar o ritmo aos poucos.

Repita o processo tantas vezes quanto forem necessárias.

2. Evite ter pensamentos negativos

A sensação que o transtorno de ansiedade traz já é ruim, não é mesmo?

Por isso, evite atrair ainda mais pensamentos negativos, que nada agregam.

É claro que às, vezes, não é apenas uma questão de querer.

O importante é que você tente exercitar sua positividade.

3.Tome chá de camomila

cha de camomila - como controlar a ansiedade

Este parece conselho de avó, mas os mais velhos têm a sabedoria dos anos que carregam em cada ruga.

Então, aposte no chá de camomila.

Antes de dormir, a bebida quente pode acalmar seus pensamentos e fazer com que você tenha uma noite tranquila de sono.

O chá de marcela também pode funcionar como um tranquilizador natural.

As opções, aliás, são inúmeras.

Escolha a sua preferida e se permita relaxar.

4. Organize seu dia com antecedência

Um dos grandes vilões da ansiedade é a bagunça.

É a desordem que se cria em meio ao caos.

Se você organizar seus afazeres com antecedência e deixar tudo preparado conforme o seu cronograma, diminuem as chances de ser pego no contrapé por um imprevisto.

5. Evite atividades estressantes

Estresse e ansiedade andam lado a lado, sendo uma via de mão dupla.

Por isso, para seguir na analogia, procure evitar o trânsito e outras atividades que tirem você do rumo.

Saia mais cedo de casa, e busque um transporte alternativo para se locomover.

Invente soluções e se deixe guiar por elas.

6. Realize exercícios físicos

como controlar a ansiedade - realize exercicios fisicos

Ocupe sua cabeça e o seu corpo com outras coisas.

Vá à academia, corra ou pedale na rua, inscreva-se na hidroginástica ou pratique qualquer outro exercício.

Ao se movimentar, você libera endorfina em seu corpo, e ela é capaz de gerar a tão desejada sensação de bem-estar.

7. Conheça melhor a você mesmo

O autoconhecimento funciona como o manual de instruções do seu corpo e da sua mente.

É preciso entendê-lo em sua totalidade para fazer o uso correto da mercadoria – no caso, você.

Lembre que até os eletrodomésticos mais potentes têm suas limitações: se utilizados da maneira errada, podem dar pane.

Então, convém evitar qualquer curto-circuito.

8. Cultive um hobby

Se você ainda não tem nenhuma atividade que goste de passar seu tempo livre exercendo, esta é a hora de começar.

Pense em algo que possa preencher seu tempo ocioso como quem nem ao menos sente os ponteiros do relógio girando.

9. Relaxe antes de dormir

Evite fazer atividades que exijam muito da sua atenção antes de dormir, pois elas podem retirar horas prazerosas de sono.

No lugar disso, tome um banho relaxante, coloque uma roupa confortável e deite na cama para aproveitar um bom livro ou assistir a uma série de comédia.

10. Dedique um tempo para cuidar de você

Invista em você.

Se não está satisfeito com a sua aparência, mude de visual, compre roupas novas, troque o corte de cabelo.

E não precisa esperar aparecer algum problema para consultar um médico.

Faça uma revisão geral e se previna de qualquer doença que pode aparecer.

11. Conviva com quem você ama

como controlar a ansiedade - conviva com quem voce ama

Deixe um espaço generoso em sua vida para aqueles que sempre estiveram ao seu lado.

Aos amigos de todas as horas, à esposa ou ao marido que, assim como nas juras feitas no altar, está com você na alegria e na tristeza, na saúde e na doença.

Relegue a um segundo plano as pessoas que não querem o seu bem e, se possível, retire-as de seu convívio.

Se não for para somar, não vale a pena seu esforço.

12. Não desconte na alimentação

Muitas pessoas que sofrem de ansiedade descontam na comida.

Elas enxergam no alimento uma forma de conquistar a alegria momentânea que tanto precisam.

E aí, comem (muito) mais do que gostariam e deveriam.

Não incorra nesse erro você também.

Por mais que a tentação seja grande, resista e mantenha as dicas da sua nutricionista em dia.

13. Coma alimentos ricos em triptofano

Alimentos com esse nutriente ajudam na formação da serotonina, a substância do prazer.

Ela é uma das responsáveis pela melhora do humor e por proporcionar a sensação de bem-estar.

O triptofano é encontrado especialmente em proteínas, como carne, peixe, ovo ou leite e derivados.

14. Valorize e viva o presente

A vida é muito curta para ficar lamentando o passado.

Faça do presente o seu último dia no planeta e aproveite tudo com muita intensidade.

Não deixe para amanhã o que pode fazer hoje.

Esse é um clichê, tudo bem, mas também pode ser o seu lema daqui para frente.

15. Afaste-se do que lhe causa ansiedade

Depois de muito investigar, você encontrou o que gera o transtorno de ansiedade?

Então, procure evitar esse fator em um primeiro momento, até aprender a lidar com ele.

Um claustrofóbico não vai poder fugir do elevador todos os dias de sua vida, especialmente se trabalha ou mora no décimo andar.

Mas uns dias de escada não vão fazer mal – pelo contrário, ainda vão melhorar o preparo físico.

16. Evite o álcool e o tabaco

como controlar a ansiedade - evite alcool e tabaco

Acredite, o álcool e o cigarro podem ter um efeito parecido com o da comida ingerida em excesso.

O objetivo é saciar uma vontade instantânea de obter felicidade.

Só que, ao contrário do alimento, eles causam dependência e podem trazer consequências muito mais severas do que alguns quilinhos a mais na balança.

17. Experimente técnicas de meditação

Meditar é, comprovadamente, uma forma de combate à ansiedade.

Pessoas adeptas da arte milenar relatam que, a partir do controle da respiração e do conhecimento mais amplo do seu “eu”, superaram as crises mais severas do transtorno.

Quando aliada a outros tratamentos, sua eficácia pode ser ainda maior.

18. Experimente terapias alternativas

Além da meditação, outras terapias alternativas podem ajudar você a controlar sua ansiedade.

A ioga, a acupuntura, a aromaterapia, a geoterapia, a musicoterapia, a quiropraxia, a terapia de pedras e cristais, além da watsu – técnica de massagem relaxante na água – são algumas opções que podem ser testadas.

Encontre aquela que melhor se adapta ao seu estilo e faça uma tentativa.

19. Não se cobre mais do que o necessário

Ter autocrítica é fundamental para atingir aos objetivos traçados.

Saber reconhecer que errou, mudar o caminho e começar a trilhar outro é um sinal de grandeza.

Mas tenha cuidado com o nível de cobrança que impõe a si mesmo.

Às vezes, o peso da exigência que você coloca sobre os seus ombros é elevado demais para se carregar sozinho.

20. Procure ajuda profissional

como controlar a ansiedade - procura ajuda profissional

Algumas dessas dicas são opcionais, você pode ou não segui-las conforme a necessidade.

Mas esta não é.

Procurar ajuda profissional é uma obrigação para quem passa por algum transtorno de ansiedade, por mais leve que pareça ser.

Com saúde mental, não se brinca.

Você não vai demonstrar fraqueza por pedir suporte a um especialista, muito pelo contrário.

Fortes são aqueles que reconhecem suas deficiências e vão em busca de quem pode prestar auxílio.

Então, por que adiar esse passo?

O Coaching e a Ansiedade

como controlar a ansiedade - o coaching e a ansiedade

O terapeuta não é o único profissional que pode dar apoio para que você enfrente a ansiedade.

De forma complementar, outros especialistas também oferecem contribuições importantes.

Por isso, anote aí a dica de número 21, mesmo que não seja numerada: invista no coaching.

Sua metodologia vai dar suporte para que você possa desenvolver o autoconhecimento e entender melhor seus motivos, virtudes e defeitos.

Conforme se conhece melhor e compreende as suas forças internas, não há inimigo no mundo que possa derrotá-lo.

Chute qualquer desordem mental para longe e saiba o momento certo de se impôr aos problemas que aparecerem em sua vida.

Que tal tentar?

Como Se Tornar um Coach?

No futuro, quem sabe, você também não possa utilizar as vivências adquiridas para se transformar em um coach, não é mesmo?

Para tanto, a dica é conhecer e se inscrever em um dos cursos de formação da SBCoaching.

A partir daí, pode se especializar na maior ferramenta de desenvolvimento humano da atualidade.

Pratique o pensamento positivo e vá em busca do seu potencial infinito, sem se deixar vencer pela ansiedade, medo ou qualquer outra limitação que o paralise.

Está em busca do sentido da vida?

É sempre para frente – às vezes, por caminhos que você antes nem imaginava.

Conclusão – Aprenda como controlar a ansiedade e corte o mal pela raiz

como controlar a ansiedade - conclusao

Transtorno de ansiedade é assunto sério e merece ser tratado como tal.

Desde o começo deste artigo, reunimos informações que buscam ajudar você a ter mais cuidado consigo mesmo e com aqueles que estão ao seu redor.

Desde os sintomas, passando pelos principais causadores, tipos mais comuns de manifestação da doença, até chegar nas dicas valiosas sobre como combater esse mal, você foi se conscientizando de quão importante é manter a saúde mental em dia para seguir sua rotina com bem-estar.

Agora que aprendeu como controlar ansiedade, que tal colocar os ensinamentos em prática?

Uma simples mudança de hábitos, da forma com que você enxerga a si mesmo e como encara o mundo, pode fazer toda a diferença.

Com um passo de cada vez, é possível superar mais esse inimigo.

Mas não se esqueça de contar com toda a ajuda que puder para vencer a batalha.

Quanto mais aliados tiver ao seu lado, melhor.

Comente o artigo abaixo, registre a sua dúvida ou opinião e compartilhe este conteúdo com a sua rede.

11 Comentários

Deixe um comentário
    • Estou nessa também, a técnica de respiração é muito boa, procure vídeos de meditação no Youtube sobre autoestima vai lhe ajudar muita energia boa nessa fase para você.

  1. Estou a sentir ansiedade e as dicas apresentadas vão ser muito úteis.
    Obrigada e que a nossa Senhora de Fátima esteja com todos nós.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *