Posted in:

Como identificar e prevenir o esgotamento mental

Você já sentiu fadiga física e emocional? Com tantos afazeres no dia a dia, alguns profissionais acabam levando o corpo e a mente ao extremo cansaço. Antes de chegar ao estopim, o esgotamento mental dá indícios de que as coisas não estão bem. Hoje, você aprenderá a combater e identificar esses sinais.

Classificado na década de 70 pelo psicólogo norte-americano Herbert Freudenberger, o esgotamento mental, também conhecido como Síndrome de Burnout, é o estado em que o cérebro é levado a um nível extremamente alto de ansiedade e estresse.

Causas do cansaço físico e mental

O esgotamento mental está relacionado ao lado profissional. Rotinas de trabalho extensivas, que exigem muita concentração e a realização de uma grande quantidade de afazeres em pouco tempo, acabam se caracterizando como condições favoráveis ao desencadeamento dessa síndrome.

Com o cansaço físico vem uma série de sinais de esgotamento mental que se desenvolvem por meio dos sintomas, como dores de cabeça e no corpo, fraqueza e até mesmo problemas gastrointestinais, como úlceras e gastrites.

Como identificar o esgotamento mental

Existem diversos sintomas que caracterizam essa situação. Acompanhe abaixo os principais indícios que identificam o esgotamento mental.

Distúrbios de sono

Na hora de dormir, você se deita, tenta descansar, se vira de um lado para o outro e não consegue pegar no sono? Ou então passa períodos excessivos dormindo ou com sonolência? Quando isso acontece, significa que corpo e mente não estão funcionando como deveriam.

Alterações de humor

Com o cansaço físico e mental, seus sentimentos têm se tornado uma montanha-russa? Em certos momentos você está feliz, alegre, confiante, e em outros está triste e desanimado? Isso acontece pois os altos picos de estresse fazem com que ocorram essas oscilações de humor, que vão de um pólo a outro rapidamente.

Dificuldade de concentração

A dificuldade de concentração acaba se tornando rotineira na vida de quem tem Burnout, sendo um dos principais sintomas de esgotamento mental. Em muitos casos, também ocorre a perda de memória recente. Com tanto cansaço, o cérebro acaba não processando tantas informações com eficiência.

Irritabilidade/agressividade

Você tem ficado irritado ou agressivo com frequência? Quando a mente está sobrecarregada, acaba ficando mais difícil fazer o processamento desses sentimentos de maneira sensata. Eles simplesmente saem de maneira involuntária, e você passa a responder a todos os estímulos externos de maneira agressiva.

Como combater o esgotamento mental

Após conhecer os indicativos de esgotamento físico e mental, é necessário aplicar novos hábitos saudáveis à rotina para combater — de maneira preventiva — essa condição. Confira algumas dicas:

Relaxamento/meditação

A meditação, assim como o relaxamento, pode trazer grandes melhorias para a saúde! Diversos estudos apontam que meditar reduz o estresse, melhora a concentração, o sono, e diminui a ansiedade. Comece aos poucos, com 15 a 20 minutos por dia, e você logo sentirá a diferença.

Exercícios físicos

A prática de exercícios físicos faz bem para todas as áreas da vida! Durante a execução dessas atividades, o cérebro libera um neuro-hormônio chamado endorfina, que regula a emoção e a percepção de dor e ajuda a produzir sensações de bem-estar e prazer.

Atividades de lazer

Se envolver em algo que gostamos faz muito bem para nosso equilíbrio mental e corporal! Pode ser desde uma leitura de livro, tocar algum instrumento ou fazer um piquenique no parque. Por isso,faça algum hobbie para se acalmar, dedique um tempo somente para você fazer o que gosta.

Procure ajuda

Em muitos casos, o que acaba gerando vários problemas no indivíduo é o desgaste físico e mental no trabalho. Nesse caso, é necessário fazer alguns questionamentos. Você está feliz em seu trabalho atual ou área de atuação?

Faça uma reflexão sobre seu estilo de vida, procure ajuda de amigos, familiares e até mesmo profissional, para que você consiga lidar com essas questões e realize as mudanças necessárias para ter mais saúde e bem estar. Pensando nisso, a SBCoaching preparou um presente exclusivo para você.

Para que você evolua ainda mais, a SBCoaching preparou um e-book especial e gratuito de “Como utilizar a negociação positiva para evitar conflitos”. Baixe agora!

Esgotamento mental e depressão

É muito comum haver uma confusão para distinguir a depressão e o esgotamento mental. A diferença é que o Burnout está ligado diretamente com o lado profissional do indivíduo, que gera sentimentos de culpa, irritabilidade e cansaço diante de sua situação trabalhista.

Para o Burnout, você pode tratar os sintomas de maneira preventiva, entender os sinais, reorganizar seus hábitos e manter-se alerta. Portanto, caso haja evolução nos sintomas, procure ajuda especializada.

Já a depressão possui os mesmos fatores de condicionamento, só que voltados para a vida como um todo, e não apenas sobre o ambiente ou local onde a pessoa trabalha. Portanto, em caso de depressão, é necessário procurar ajuda médica de um especialista em psicologia ou psiquiatria, que de acordo com cada perfil, poderá indicar o melhor tratamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *