ouvir no trabalho

Hoje em dia, prestar atenção no outro para ouvir com atenção suas ideias é uma qualidade rara

Hoje em dia, prestar atenção no outro para ouvir com atenção suas ideias é uma qualidade rara. O profissional que se habilita para isso é visto com bons olhos em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo, sem falar que essa característica beneficia sobretudo os relacionamentos interpessoais.

A arte de ouvir significa ter paciência e tolerância com o outro, e não apenas escutar quem está ao lado ou acompanhar o raciocínio de alguém. Ou seja, é preciso perceber, compreender e, principalmente, respeitar opiniões divergentes. Essa regra deve valer para todas as relações, principalmente em um ambiente corporativo, no qual pessoas diferentes precisam conviver diariamente.

Em geral, o comportamento humano não é propenso ao hábito de escutar com atenção, porque as pessoas têm uma tendência natural a falar mais. Muitas vezes, o profissional que sabe ouvir é mais valorizado do que aquele que se expressa bem. O interessante é encontrar o meio termo, que seria a combinação de falar e ouvir utilizando o bom senso.

Dicas para o comportamento humano nas organizações

Medidas simples podem auxiliar o profissional em momentos que exijam sua atenção para com o outro, principalmente em reuniões importantes no trabalho ou tomadas de decisões junto aos chefes e aos colaboradores.

Olhe nos olhos da outra pessoa e mantenha a calma enquanto conversar com ela. Esteja focado no diálogo sem distrações que possam prejudicar a concentração de ambos. É importante tentar manter-se afastado de qualquer pensamento preconceituoso. Lembre-se: o respeito é fundamental em qualquer relacionamento. Essa virtude é muito importante de maneira geral, mas é preciso aprimorá-la quando não se conhece profundamente a pessoa com quem se convive.

arte de ouvir

A arte de ouvir significa ter paciência e tolerância com o outro

Já na discussão de ideias, evite contradizer o outro. Procure expressar seus pensamentos buscando sempre pontos em comum com os demais. Você não precisa concordar com tudo o que foi dito, mas deve ouvir com atenção sem impor de maneira arrogante a sua opinião. Geralmente, as pessoas que não ouvem direito utilizam expressões como “mas”, “todavia”, “entretanto” e “contudo” para valorizar o seu pensamento em detrimento dos outros.

Tenha consideração pelas opiniões de seu interlocutor e demonstre respeito por ele. Crie condições favoráveis para a outra pessoa expressar livremente suas convicções e não deixe que a discussão seja levada para o lado pessoal. Compreenda de fato o que o outro transmitiu para então questioná-lo. Dessa forma, você evitará interpretações infundadas. O importante, além de saber ouvir com atenção, é ter a capacidade de aceitar as pessoas como elas são.

Gostou das dicas? Curta e compartilhe com seus amigos nas redes sociais, a fim de contribuir com mais pessoas!