Junto da proximidade da época de Festas, vêm os gastos extras. São presentes de Natal, amigo secreto, viagem de Reveillon e tantas outras despesas que as finanças de Janeiro já começam comprometidas. Querendo aproveitar o período, é comum acabar não conseguindo controlar o bolso, o que pode levar a um grande endividamento.

Como o coach pode ajudar economizar no início do ano?

Muitos não levam isso em consideração, mas a atuação de um coach pode ser decisiva neste ponto. É claro que ele não irá dizer para simplesmente não gastar, uma vez que as despesas deste período estão normalmente relacionadas a temas agradáveis, o que as tornam difíceis de se abrir mão.  A chave da questão é saber priorizar, e nisso o coach é um especialista.

Quais ensinamentos o coach dará para suas finanças

O cliente aprenderá enxergar seus gastos como um todo. Investir aqui e ali, endividar-se em parcelamentos sem pensar no amanhã, nas dificuldades a serem enfrentadas em janeiro, pode levar a pessoa à ruína financeira. O coach irá trabalhar com o cliente de maneira que perceba a que estas despesas irão levar, para que saiba quais setores deve priorizar.

Aplicando o coaching na prática

Uma TV de plasma ou uma viagem em família? Uma festa de Natal em um restaurante caríssimo ou almoço em casa? Cada um terá sua resposta para essas perguntas. O coach irá simplesmente orientar a pessoa para que encontre a sua, fazendo com que, assim, possa gastar seu dinheiro com sabedoria.

Coaching aumenta a consciência das escolhas feitas na hora de gastar

A questão central é saber que cada escolha gera uma perda. Nesse caso, cada gasto, uma dívida, que deve ser mensurada e estudada. É possível, sim, fazer algumas extravagâncias financeiras neste período de festas. Cabe ao cliente conhecer os limites de cada investimento, para que possa desfrutar de um ótimo fim de ano sem ter maiores dores de cabeça nos meses subsequentes.