Os Erros Que Não Devem Ser Cometidos

Não cumprir metas e desobedecer prazos pode ser um fator crucial para que o chefe questione seu desempenho.

Um bom emprego e uma carreira bem-sucedida estão nos planos daqueles que almejam a evolução pessoal e profissional. Além de preencher os requisitos necessários, é preciso estar atento a uma série de erros que podem gerar demissões e uma má reputação no mercado. Esses deslizes vão desde o baixo comprometimento a atitudes consideradas inadequadas ao convívio organizacional.

Não cumprir metas e desobedecer prazos pode ser um fator crucial para que o chefe questione o desempenho do seu subordinado. Corresponder às expectativas certamente irá garantir pontos positivos na avaliação do gestor. Mas não adianta respeitar datas se falta qualidade na entrega. Uma forma de garantir um trabalho bem feito é se empenhar ao máximo e evitar acumular tarefas além do que seja possível executar.

A falta de comprometimento é considerada um defeito incompensável. Por isso, não se atrase e exerça as atribuições incumbidas com primor.
No ambiente de trabalho, é importante ter em mente que nem tudo é permitido. Por mais que se tenha uma personalidade expansiva, o excesso de informalidade no linguajar e trato com os colegas causa a impressão de que a pessoa não sabe se portar adequadamente. Evite palavras de baixo calão e o uso excessivo de gírias – a linguagem culta dá mais credibilidade ao locutor.

Fazer comentários maldosos e fofocar dentro de uma companhia pode, em casos graves, provocar desligamentos e destruir carreiras. Quem adota esse tipo de postura é visto, em muitas ocasiões, como invejoso ou desmotivado. Para evitar cair nas armadilhas do “disse me disse”, não repasse informações desnecessárias ou não confirmadas.

Os Erros Que Não Devem Ser Cometidos

Pessoas divertidas são bem-vindas em todos os lugares.

Pessoas divertidas são bem-vindas em todos os lugares. Porém, não queira bancar o “pateta” da empresa, pois assumir esse papel fará com que não seja levado a sério. Piadas de mau gosto também podem causar constrangimentos e ser uma barreira para o bom entendimento com os demais.

Um empregado que se acomoda e que faz apenas o que lhe é cobrado dificilmente irá evoluir. Ter iniciativa e tomar atitudes antes de receber ordens superiores é uma demonstração de que o profissional busca aprimorar o próprio desempenho e oferecer um serviço diferenciado.

Para alcançar cargos elevados, não basta ter domínio técnico, mas saber exercer a liderança. Coerência nas atitudes, autoconfiança e comprometimento são algumas das características indispensáveis àqueles que pretendem alçar voos mais altos. O comportamento humano nas organizações é observado pelo setor de pessoal no momento de eleger um líder.

Procure ajudar quando for conveniente, mas respeite o espaço do outro e não se intrometa em áreas não relacionadas ao que executa. Essa interferência pode ter o efeito contrário ao desejado e acabar atrapalhando.

Não cometer equívocos é fundamental para ser reconhecido e valorizado no âmbito profissional. A ausência de falhas fará que os líderes enxerguem melhor as qualidades e competências comportamentais positivas e apostem no funcionário.

Crédito Imagens:

http://economia.uol.com.br

http://opiniaorh.com