homem livros garrafas

O álcool é considerado uma droga e causa, muitas vezes, dependência.

Embora seja aceito pela sociedade e sua comercialização seja lícita, com exceção de quando é feita para menores, o álcool é considerado uma droga e causa, muitas vezes, dependência. Além disso, a substância provoca uma série de problemas para quem a consome e também para as pessoas próximas do dependente.

Prejuízos provocados pelo álcool

O álcool causa danos a todos os órgãos, mas principalmente ao fígado, pois prejudica o seu funcionamento e atrapalha a desintoxicação do organismo. Afinal, é o fígado que elimina as substâncias tóxicas ingeridas ou resultantes do processo de digestão. Se o órgão não funciona bem, essas toxinas permanecem no organismo, caem na corrente sanguínea e acabam atingindo outros órgãos. O consumo excessivo de álcool pode provocar gastrite, hepatite alcoólica, pancreatite, neurite e muitos outros tipos de inflamação.


O álcool é responsável por problemas graves como acabar com a motivação na vida pessoal de quem o consome, mas toda a sociedade e em especial quem está mais próximo do dependente como familiares, amigos e colegas de trabalho também sofrem. Essa droga lícita potencializa as chances de acidentes de trânsito, comportamentos antissociais, ruptura de relacionamentos, brigas, violência doméstica e, claro, problemas no trabalho.

No ambiente organizacional, o álcool costuma diminuir os reflexos, reduzir a capacidade de percepção e provocar reações desproporcionais diante dos problemas diários. Tudo isso contribui para o aumento do número de acidentes de trabalho e de conflitos dentro da empresa.

homens mulheres taças

Tome o mínimo de bebida possível, caso precise acompanhar o cliente ou o chefe.

O alcoolismo é uma doença, por isso, o dependente precisa de tratamento. Todavia, o passo mais importante é a prevenção. Tanto para quem desenvolveu a dependência quanto para quem não tem esse histórico, manter-se longe de bebidas alcoólicas é a melhor atitude para preservar os relacionamentos na vida pessoal e no trabalho.

Como detectar o alcoolismo

Alguns sinais podem apontar que o consumo de álcool já ultrapassou barreiras importantes e está começando a provocar danos significativos à vida social e profissional. São eles: sentir que o consumo de bebidas deveria ser menor, mas não conseguir parar; irritar-se quando alguém próximo o critica pela bebida; sentir-se culpado por beber demais; arrumar desculpas para beber, como “é para aquecer” ou “é para curar a ressaca”.

Como evitar problemas com o álcool no trabalho

Tome o mínimo de bebida possível, caso precise acompanhar o cliente ou o chefe em um almoço ou jantar de negócios.

Procure ajuda o quanto antes. A maioria das empresas já oferecem programas para ajudar os colaboradores a controlar o alcoolismo.

Não arrisque sua carreira e seus relacionamentos pessoais por causa da bebida. Busque auxílio de médicos e grupos especializados em alcoolismo. Cuide-se!