mentir compulsivamente

Ao contrário dos mentirosos esporádicos, o mitômano não procura necessariamente obter vantagens com as mentiras contadas.

Mitomania é um distúrbio psicológico no qual a pessoa se sente impelida a mentir compulsivamente. Ao contrário dos mentirosos esporádicos, o mitômano não procura necessariamente obter vantagens com as mentiras contadas. As falsas histórias têm como objetivo obter aceitação das pessoas ao redor e, na maioria das vezes, são decorrentes de baixa autoestima. São vários os fatores que podem contribuir no desenvolvimento desse comportamento, entre eles: personalidade, relacionamentos, experiências traumáticas, problemas familiares ou até mesmo dificuldades no emprego.

Como as histórias contadas são verossímeis e ricas em detalhes, reconhecer as pessoas portadoras desse distúrbio é difícil. Muitas vezes é necessário um convívio longo para identificar situações que possam ser incompatíveis com a personalidade do indivíduo, condição econômica ou simplesmente poucos usuais. Além disso, quando têm suas histórias confrontadas, os mitômanos tendem a mudar o relato ou acrescentar novas informações de modo a tentar sustentar a mentira.


profissionais que possuem essa característica podem utilizá-la no ambiente de trabalho como uma forma de chamar atenção, obter aceitação dos demais colegas ou simplesmente para se mostrar superior. Esse comportamento pode causar problemas com o os colegas do trabalho, fazendo que os demais percam a confiança nesse profissional e, em casos mais sérios, a empresa pode ter que arcar com prejuízos morais e financeiros causados pelas mentiras contadas pelo funcionário.

O mitômano tem a consciência de que está mentindo, porém, devido à compulsão, não consegue evitar. Apenas em casos mais graves a pessoa perde essa consciência, chegando a acreditar nas próprias invenções. Por não perceber que esse comportamento pode causar prejuízo àqueles que estão a sua volta, o indivíduo que mente de forma patológica tem dificuldade de reconhecer o quadro em que se encontra. É fundamental, portanto, o apoio de familiares, amigos e colegas de trabalho no auxílio à detecção e busca por tratamento. Ainda existem poucos estudos sobre a mitomania, porém o tratamento normalmente é realizado com o auxílio de terapia, sendo raros os casos em que é necessário o uso de algum tipo de medicação.

consciência mentira

O reconhecimento da mitomania por parte do indivíduo é o primeiro passo para a busca pelo tratamento.

Quem vivencia uma série de mentiras não consegue construir relações verdadeiras e, em vez de alcançar a tão desejada aceitação por parte das pessoas ao redor, apenas se vê mais distante desse objetivo. Por mais que seja difícil, é importante que a própria pessoa compreenda que esse comportamento traz inúmeros problemas tanto na sua vida pessoal quanto na sua carreira profissional. O reconhecimento da mitomania por parte do indivíduo é o primeiro passo para a busca pelo tratamento.