Posted in:

CRIE UMA CULTURA DE COACHING SUSTENTÁVEL EM SUA EMPRESA!

A cultura organizacional é a alma do negócio. Composta por valores, crenças, rituais e normas, funciona como uma “cola” potente que une todos os membros da equipe em prol da concretização do propósito maior da empresa. Quando mal estruturada, o efeito é alarmante: colaboradores e líderes – pouco ou nada satisfeitos – sentem-se desmotivados e tornam-se improdutivos.

Moldar a cultura organizacional pode ser uma missão difícil – e até dolorosa –, mas quando essa transformação é concretizada, pode-se criar uma organização de alto nível de excelência, com profissionais focados na busca de resultados de alta performance, gerando uma vantagem competitiva para a empresa em relação aos seus concorrentes. Isso é o que chamamos de cultura de coaching!

Enquanto sessões de coaching são focadas no desenvolvimento profissional e pessoal de uma pessoa em particular, a cultura de coaching promove o completo florescimento organizacional. Ou seja, se os líderes, e até mesmo toda a equipe, passarem por curso de coaching, seus conhecimentos podem ser aplicados na promoção da sinergia organizacional, fortalecendo os laços cooperativos e colaborativos entre os profissionais da empresa.

Empresas admiradas do mundo, como a GE e GOLDMAN SACHS, já perceberam a importância de criar uma cultura do coaching para melhorar o espírito corporativo e fortalecer a estratégia do negócio. Os resultados são surpreendentes: um levantamento da Fortune 500 mostrou que organizações que utilizam o processo de coaching tiveram um aumento de 43% na satisfação de seus clientes externos; em relação aos clientes internos, o aumento de satisfação foi de 38%. Isso porque a cultura de coaching garante à empresa inúmeros ganhos, tais como:

  1. Os líderes tornam-se mais eficazes em seus papéis e capazes de energizar, motivar e inspirar seus liderados, resultando na alta performance do time e, consequentemente, em melhores resultados organizacionais.

 

  1. Os valores organizacionais são revitalizados e tornam-se verdadeiramente significativos, sendo voluntariamente propagados por todos os membros da organização.

 

  1. São formadas relações de confiança, tornando o trabalho em equipe e a verdadeira colaboração mais fáceis, prazerosos e contínuos.

 

  1. Os conflitos interpessoais e organizacionais são minimizados e, quando acontecem, são solucionados rapidamente.

 

  1. A aprendizagem é absorvida e compartilhada pela equipe que está disposta a reduzir erros e tempo de ciclo.

 

  1. Liberam-se a criatividade e a inovação e mais energia é focada para resolver as necessidades externas e internas do cliente.

 

  1. Os colaboradores passam a dedicar-se mais ao desenvolvimento de competências e à obtenção de melhores resultados em suas carreiras, contribuindo, também, para a expansão da empresa.

 

  1. A empresa torna-se um lugar melhor para trabalhar e, assim, os colaboradores se tornam intensamente mais engajados em seus trabalhos, servindo à missão do negócio.

 

  1. A resistência à mudança é reduzida e as pessoas apoiam, de forma ativa, as iniciativas de mudança em função do seu próprio envolvimento.

 

  1. A rotatividade é reduzida pelos colaboradores compreenderem seus papéis na empresa e por terem maior satisfação com o trabalho.

O processo de criação de uma cultura de coaching da empresa duradoura e sustentável requer empenho de toda a equipe e é consolidado gradualmente. Mas todo esforço é recompensando, tendo em vista os ganhos gratificantes e resultados excelentes que o coaching promove no âmbito corporativo, resultando na satisfação de profissionais e da organização.

One Ping

  1. Pingback:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *