GRATIDÃO RADICAL - Gratidão Radical

Nossa mente é construída pelas experiências que nós temos. Infelizmente, de acordo com o Dr. Rick Hanson, PhD em neuropsicologia, nossos cérebros reagem preferencialmente a experiências negativas.

Para mudar isso, segundo Hanson, não devemos suprimir o negativo, mas sim acolher tudo de positivo em nossas vidas e absorver todas essas experiências, para que elas se tornem uma parte permanente de nós.

Precisamos ser gratos pelas experiências positivas. Ao expressarmos gratidão, caminhamos em direção à felicidade. Uma pessoa comum pode considerar gratidão a simples tarefa de agradecer por um presente ou benefício recebido. Entretanto, esta é talvez uma interpretação simplista.

É preciso enxergar a gratidão com um olhar mais amplo. Pode ser apreciação, admiração, ver o copo metade cheio ao invés de metade vazio ou mesmo saborear a vida. Sonja Lyubomirsky, professora de psicologia da Universidade da Califórnia, escreve que há uma série de benefícios para pessoas que são agradecidas.

Pesquisas recentes indicam elas são relativamente mais felizes, energéticas e mais esperançosas, além de experimentarem emoções positivas com mais frequência. Uma boa maneira de alcançar esses benefícios é praticando a gratidão radical.

Gratidão Radical – Entre em ação!

Demonstre seu reconhecimento de maneiras diferentes. Quando demonstramos gratidão sempre da mesma maneira, os benefícios que recebemos por nos sentirmos gratos começa a diminuir.

Por isso, é importante demonstrar o reconhecimento das formas mais variadas. Um bom desafio para praticar a gratidão radical é seguir os três passos abaixo:

1) Imagine que você vai fazer uma missão espacial que durará 20 anos. Como você aproveitaria o seu tempo na Terra? Faça a você mesmo as seguintes perguntas:

  1. O que eu faria se a viagem fosse semana que vem?
  2. O que eu faria se a viagem fosse no ano que vem?
  3. O que eu faria se a viagem fosse daqui 5 anos?

Construa as suas próprias formas sentir a gratidão radical, aliás, faça da autonomia uma virtude presente em sua vida. E conte conosco para aprender cada vez mais sobre como florescer uma vida mais integra, feliz e produtiva.

Até a semana que vem! Já estamos quase no final deste primeiro ciclo do Diário da Felicidade.