Posted in:

Dinâmica de grupo para professores: como e por que fazer

dinamica de grupo para professores como por que fazer

Não faltam razões para realizar uma dinâmica de grupo para professores.

Chegou um novo docente na escola? Ou você apenas quer começar o ano letivo de ânimo renovado? Seja qual for a alternativa, essa abordagem pode funcionar bem.

Atividades em grupo são boas ferramentas de integração, além de ajudarem a desenvolver diversas competências comportamentais importantes.

Mas se você está sem criatividade e não tem a menor ideia de qual exercício implementar, não tem problema nenhum.

Neste artigo, nós vamos trazer diversos exemplos e explicar o que cada prática trabalha, em específico, além de destacar seus benefícios.

Ficou curioso? Então, confira este conteúdo que preparamos especialmente para você e tenha uma boa leitura.

O que são dinâmicas de grupo para professores?

Dinâmicas são atividade recreativas que podem ser idealizadas e realizadas para diferentes públicos.

Quando essa práticas são voltadas aos professores, elas têm seus objetivos específicos que, normalmente, estão ligados ao desafio de ser um educador.

Por que fazer dinâmicas de grupo para professores?

Motivos não faltam para fazer um dinâmica de grupo para professores.

Assim como outros profissionais, nossos mestres precisam se sentir motivados para desempenhar as suas funções, transmitindo todo o conhecimento que carregam aos seus alunos.

Se não bastasse ter esta difícil missão, os educadores brasileiros sofrem com a desvalorização e a falta de reconhecimento.

Por isso, qualquer forma de incentivo é muito bem-vinda.

Quando fazer dinâmicas de grupo para professores?

dinamica de grupo para professores quando fazer

Existem diversos momentos propícios para realizar uma dinâmica de grupo para professores.

O ideal é que todos, ou pelo menos a grande maioria do corpo docente, esteja presente para participar das atividades.

Por isso, uma dica é marcar a atividade em um dia no qual haja um quorum importante de participantes.

Agora, veja algumas opções.

Reunião pedagógica

Em uma reunião pedagógica, por exemplo, dificilmente algum professor falta.

Afinal, é quando são definidas todas as diretrizes de ensino para o ano letivo que vai começar ou algum encontro, durante o semestre, para avaliar o andamento das aulas.

Início de ano letivo/volta às aulas

Outro ótimo momento para realizar a dinâmica com os professores é na volta às aulas.

Depois de um merecido período de descanso, os educadores chegam com suas baterias recarregadas e motivados para iniciar mais um jornada.

É nesse período também que os eventuais novos colegas de trabalho costumam se apresentar.

E nada melhor que uma atividade de integração para fazer com eles se sintam adaptados e entrosados o mais rápido possível.

Como fazer dinâmicas de grupo para professores?

Além de escolher o momento ideal para realizar a atividade – contando que haja o maior número possível de participantes -, outro fator importante na hora de planejar a dinâmica é pensar nos objetivos.

Ela só vai ser assertiva se tiver metas claras e com uma programação voltada para a obtenção dos resultados pré-estabelecidos.

Exemplos de dinâmicas de grupo para professores

dinamica de grupo para professores exemplos

E aí, qual é o objetivo pensado para a sua dinâmica?

Separamos alguns exemplos de atividades com diferentes propósitos que podem servir de inspiração para você.

Confira!

Dinâmica do barco

Nesta atividade, o principal objetivo é aprimorar a comunicação entre os participantes, para que a habilidade possa ser utilizada com excelência com os alunos, por exemplo.

A dinâmica consiste em dividir os professores em times com o mesmo número de integrantes.

O ideal é que cada equipe não fique com mais de quatro membros, a fim de tornar o desafio mais interessante.

Para brincar, os únicos objetos necessários são folhas de ofício, que vão ser usadas para a construção dos barcos e um cronômetro para marcar o tempo.

Cada time deve receber em torno de dez folhas no total.

A atividade começa quando o organizador passa as instruções de como deve ser criado o barco (tamanho aproximado, quantas folhas precisam ser usadas, entre outras informações relevantes) e explica como a prova vai ser dividida.

A dinâmica tem um tempo total de 10 minutos, mas é dividida em três intervalos de tempo.

O primeiro é de três minutos, quando nenhum integrante da equipe deve se comunicar com os demais, a não ser através de gestos e mímicas.

Nos próximos três minutos, apenas uma pessoa de cada time vai poder falar e dar orientações para os outros.

Por fim, no tempo restante, a conversa está liberada entre todos.

Cabe ao organizador avisar sobre o término de cada intervalo, assim como sobre o final da atividade.

Quando o tempo acabar, vai haver uma votação para escolher qual foi o melhor barco produzido, sendo que a equipe não pode eleger o seu próprio trabalho.

Mais do que definir um vencedor, o principal objetivo da brincadeira é discutir sobre as dificuldades de se comunicar e o que aprenderam com o desafio.

Encontrei uma nova profissão

dinamica de grupo para professores encontrei uma nova profissao

Toda profissão tem suas particularidades e seus contratempos.

Conhecer um pouco mais das outras ocupações ajuda a valorizar ainda mais nossos afazeres, pois passamos a ver com clareza que cada trabalhador também passa por dificuldades e nem por isso desiste.

Para realizar esta dinâmica, são necessários papéis dobrados com o nome de profissões inusitadas.

Aqui, está liberado usar a criatividade para criar os ofícios mais engraçados possíveis: pintor de rodapé, dentista de pássaros, pedicure de hipopótamo e por aí vai.

Cada participante deve escolher uma profissão aleatoriamente e realizar uma pequena apresentação, falando dos desafios daquela ocupação.

Os demais professores podem fazer perguntas durante a exposição para tornar a dinâmica ainda mais interessante.

Quando todos tiverem apresentado suas novas profissões, é interessante abrir espaço para debate, no qual se fale sobre os desafios de ser um professor, especialmente nos dias de hoje.

Dinâmica do espelho

A desvalorização talvez seja o principal problema enfrentado pela classe de professores no Brasil. E a dinâmica do espelho busca exatamente tratar essa questão.

Para jogar, são necessárias caixas fechadas com um espelho dentro.

O número de objetos deve ser igual ao de participantes. Ou seja, nenhum educador deve ficar sem uma caixa.

A atividade começa com todos sentados em um grande círculo e na espera das orientações do organizador.

Ainda com suas caixas fechadas, um a um dos mestres vão se levantando e indo para frente dos demais.

Após o sinal, aquele que estiver em pé deve abrir a caixa e falar sobre aquela pessoa que está enxergando. Quais são as qualidades, os sonhos e os objetivos dela?

Quem está sentado e ainda não olhou no interior da sua caixa fica curioso para saber de quem se trata e aguarda ansiosamente até chegar a sua vez.

Quando ela chega, é aquela surpresa.

A pessoa que aparece dentro da caixa é você mesmo e. agora. é preciso exercer seu autoconhecimento e falar um pouco de si.

Ao final da dinâmica, todos devem falar um pouco sobre os colegas, para mostrar que os outros também valorizam o seu trabalho.

Ninguém está só

Receber o reconhecimento de um colega de trabalho é algo que não tem preço.

Saber que você pode contar com ele, então, oferece uma segurança indescritível.

Com essa dinâmica, o objetivo é mostrar que juntos somos mais fortes, que podemos unir forças para lutar por um mesmo sonho: uma educação de qualidade, por exemplo.

Para montar a dinâmica, os únicos objetos necessários são algumas vendas.

A brincadeira começa com todos os participantes sendo vendados e conduzidos a cômodos diferentes de onde estão – não tem problema levar mais de uma pessoa para o mesmo lugar.

Após um sinal sonoro, todos devem tentar voltar ao local de início – ainda vendados, é claro.

Para cumprir essa missão, está liberado o diálogo e os educadores podem ajudar uns aos outros para completar a tarefa com sucesso.

Quando todos tiverem chegado ao ponto de partida, o organizador pode propor um abraço coletivo para reforçar que, juntos, eles conseguiram atingir o objetivo proposto.

Uma roda de conversa que trate sobre confiança, coleguismo e empatia também é muito bem-vinda e pode ajudar.

Dinâmica do papel amassado

dinamica de grupo para professores papel amassado

Professores estão acostumados a lidar com folhas de papel o tempo todo. São livros, avaliações, boletins…

Por isso, nada mais justo que usar esse objeto tão presente em suas rotinas para montar mais uma dinâmica.

A atividade consiste em entregar pequenos pedaços de papel aos participantes e solicitar a eles que amassem essas folhas. Depois, o instrutor deve solicitar aos educadores que desamassem.

A relação que deve ser feita agora é com as nossas ações.

Uma folha amassada nunca mais vai ser a mesma. As marcas vão continuar ali. O mesmo acontece com as nossas atitudes.

Não temos como voltar no tempo e mudar nosso comportamento. O que foi feito passou e devemos arcar com as consequências dos nossos atos.

Se machucamos e deixamos marcas em outras pessoas, devemos pedir desculpas e tentar reparar os erros.

Mas, mais do que isso, precisamos pensar duas, três vezes, antes de agir por impulso, tendo como objetivo evitar ao máximo o arrependimento.

Anúncios classificados

dinamica de grupo para professores anuncios classificados

Você pode trabalhar há anos com um colega de trabalho, mas será que você realmente o conhece?

Com a dinâmica dos anúncios classificados, é possível tirar essa dúvida.

E o melhor: é muito fácil de jogar. Bastam canetas e folhas de papel.

Ao sinal do organizador da atividade, cada professor deve escrever um anúncio sobre si mesmo – mas sem colocar o seu nome -, oferecendo aulas particulares ou cursos preparatórios.

A descrição deve conter algumas características comportamentais e pontos fortes do profissional.

Feito isso, todos os classificados devem ser colocados na parede e os colegas têm um tempo limite para tentar descobrir quem é quem.

A partir dos resultados, cada um deve pensar em soluções para que todos possam se conhecer melhor e aprendam a contar um com o outro.

Quartel

A dinâmica do quartel é uma brincadeira muito divertida, que vai trabalhar a atenção dos participantes.

Não há necessidade de nenhum objeto, em específico, para jogar – embora algumas cadeiras possam facilitar a atividade.

O jogo começa com o organizador distribuindo diversas patentes militares aos professores. Para isso, é preciso seguir a hierarquia do exército.

Caso você não saiba a ordem, confira o exemplo: soldado, cabo, sargento, segundo tenente, primeiro tenente, capitão, major, tenente coronel, coronel, general e marechal.

Distribuídas as patentes, alguém é escolhido para começar e deve dizer a sua patente e quem faltou na revisão do batalhão: “O coronel passou pelo batalhão e notou que o sargento estava ausente”, por exemplo.

Nesse caso, quem está ocupando o posto de sargento deve acusar outro colega e assim sucessivamente.

Se alguém demorar muito ou errar sua patente, essa pessoa é “rebaixada” e assume o cargo hierárquico imediatamente anterior.

A brincadeira pode durar o tempo que for.

Uma boa hora para encerrar é quando quase não há mais erros.

É um sinal que os professores estão atentos e bastante concentrados.

Briga de galo

dinamica de grupo para professores briga de galo

Não é porque a classe de professores deve permanecer unida para buscar a valorização que uma competição saudável não possa cair bem.

A dinâmica briga de galo ajuda justamente a incentivar esse clima de rivalidade positiva entre os colegas de trabalho.

Para brincar, você vai precisar de papel, caneta e algum tipo de cola – pode ser até fita adesiva.

Com posse dos materiais, o organizador deve dividir os educadores em dois times. Em fila, os dois primeiros de cada grupo devem participar do duelo.

Antes do apito inicial, porém, é necessária uma preparação prévia.

Cada time deve colar nas costas do “galo” adversário uma palavra secreta, sem que os outros vejam. Feito isso, os participantes da briga devem colocar seus braços para trás e mantê-los dessa forma até o final da luta.

A luta termina quando um dos galos descobre o que está escrito nas costas do outro. Para isso, é claro, não se pode usar as mãos.

O nome da atividade é briga de galo porque os movimentos que cada participante faz é bastante similar ao das aves nesse tipo de rinha, que é proibida por lei.

Técnica de saída

Todos nós temos nossos medos e situações que nos paralisam, que nos deixam sem saída.

Esta dinâmica é uma forma simbólica de lidar com esses problemas e tentar superar as dificuldades.

A brincadeira, em si, não exige nenhum objeto extra: basta a disposição e a boa vontade dos participantes.

O jogo começa com todos formando um pequeno círculo fechado, no qual cada professor deve entrelaçar seus braços com os colegas ao seu lado, de forma a deixar a roda praticamente impenetrável.

A pedido do organizador, um dos educadores deve se soltar, ir para meio do círculo e, durante cinco minutos, tentar sair dali.

Vale de tudo, pular por cima das pessoas, passar por baixo dos braços, tentar quebrar as correntes formadas.

Enfim, o objetivo é ser o mais criativo possível para encontrar soluções para a situação em que está.

Essa é a analogia com a vida: mesmo quando parecemos em um beco sem saída, existem sempre alternativas para superar as dificuldades que aparecem.

As dinâmicas e o exercício de motivação do grupo

dinamica de grupo para professores exercicio motivacao grupo

Como vimos, existem diferentes razões para realizar uma dinâmica de grupo.

Um dos principais objetivos, sem dúvidas, é o desenvolvimento da motivação.

Atividades lúdicas são ótimas ferramentas de retomada da valorização pessoal e profissional, pois são uma forma de redescobrir a sua importância em determinado contexto.

Muitas vezes, em dinâmicas assim, os participantes aprendem coisas sobre eles mesmos que jamais imaginavam ser capazes.

O exemplo, a troca de experiências e o olhar ao outro estimulam também essa busca pela nossa força anterior.

Se o outro pode, eu também sou capaz e posso conseguir.

O coaching como instrumento de motivação

A dinâmica de grupo é uma alternativa para estimular a motivação nas pessoas, mas certamente não é a única.

Outro caminho possível e que pode, inclusive, andar em paralelo às dinâmicas, é o coaching.

Aliás, para ir do estímulo ao desenvolvimento, essa é a metodologia certa.

Através dela, o coachee vai poder trabalhar o seu autoconhecimento e, assim, ir em busca da maximização de suas competências comportamentais.

Ao conhecer seus pontos fortes e seus pontos de melhoria, vai poder focar no que realmente importa e ficar cada vez mais próximo da realização dos seus objetivos.

O papel do coach no desenvolvimento de equipes

Quando você faz um curso de Leader Coach, a exemplo do oferecido na SBCoaching, vai perceber essa transformação na prática.

Com o suporte da metodologia, consegue extrair o máximo de sua equipe, garantindo o desenvolvimento permanente dela.

Afinal, esse é o papel do verdadeiro líder.

Seja você também um coach de excelência, capaz de motivar seu time a atingir os objetivos profissionais esperados.

Quer saber mais? Acesse o nosso site e tire todas as suas dúvidas.

Conclusão

dinamica de grupo para professores conclusao

Seja com uma dinâmica de grupo para professores ou mesmo com todo o suporte do coaching, o foco aqui é a importância de manter a equipe sempre motivada e preparada para encarar novos desafios.

Brincando ou de forma um pouco mais séria, esteja sempre em busca de seus objetivos e auxilie o seu time a também chegar lá.

Tenha em mente que uma vida bem planejada fica muito mais próxima da realização.

O que você achou do artigo? Gostou de alguma atividade em específico? Aproveite para deixar o seu comentário abaixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *