Dia do Professor: como o coaching pode ajudar a melhorar a educação no Brasil.

2
862

Neste domingo, dia 15 de outubro, comemoramos o dia do professor e, reforçando o papel desse profissional na nossa sociedade, apresentamos como o coaching pode ajudar na evolução de educadores e na construção de um sistema educacional melhor para o nosso País.

Embora a figura do professor seja de extrema importância para o desenvolvimento da nossa sociedade e para o futuro do País, ainda hoje, infelizmente, trata-se de uma profissão pouco reconhecida e respeitada no Brasil.

De acordo com a pesquisa internacional realizada pela a OCDE, Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico, no Brasil, o professor ganha menos que a metade da média salarial de sua categoria, comparado a outros 46 países avaliados.

Já na pesquisa de educação, que estima o desempenho dos alunos, a média de anos que passam na escola e a porcentagem que chegam até o ensino superior, dentre os 36 países avaliados pela OCDE, o Brasil ocupou a penúltima posição no ranking.

Os resultados apresentados mostram um sistema educacional precário, sem infraestrutura, recursos didáticos e incentivo governamental, que refletem no desengajamento de seus educadores e em alunos desmotivados que abandonam a escola cada vez mais cedo, sem a expectativa de um futuro melhor.

É neste cenário crítico que o coaching na educação surge como a esperança de um futuro melhor para a nossa sociedade.

coaching na educação

O coaching na educação

A evolução da educação em qualquer país depende bastante da infraestrutura e do incentivo por parte do governo. No entanto, mesmo com verbas deficitárias e outros problemas, o resultado ruim alcançado pelo Brasil poderia ser melhorado com a atuação de coaches nas instituições de ensino.

Além de motivar e assessorar o professor para que ele alcance seus objetivos por meio do coaching, o profissional consegue maximizar suas competências e ainda engajar e estimular os alunos a buscarem melhores resultados.

coaching para educadoresCoaching na resolução do problema da educação

No caso dos alunos, o assunto estudado não lhes interessa? Ou falta motivação para que se empenhem? E para os professores, o motivo da falta de motivação está no desinteresse dos alunos? Ou nos baixos salários?

A partir daí, o coach pode ampliar a consciência dos alunos e dos professores em relação a todo o processo educacional. O ponto principal é tirar de ambas as partes o papel de agente vitimado do processo, fazendo-os olhar sempre em frente, visando o futuro e o sucesso.

coaching resolução de conflitosCoaching nas escolas: modificando a consciência de alunos e professores

Os alunos não podem se limitar a pensar que o que é ensinado em sala de aula é meramente algo desinteressante e monótono. Eles precisam compreender que o que estão aprendendo é essencial para o futuro deles, tanto profissional quanto pessoal.

O papel do coach é fazer com que os professores ampliem sua visão, reaproximando-os com seus antigos ideais e propósitos, aqueles que os levaram a lecionar.

Eles verão o impacto positivo de seu trabalho, voltando a entender que o esforço e a dedicação deles estão intimamente atrelados ao futuro de seus estudantes.

Instituir o coaching nas escolas aumenta a cooperação entre os envolvidos, alunos, pais e professores, e contribui para o sucesso do sistema educacional, algo primordial para o desenvolvimento da nossa nação.

coaching nas escolas

Quer saber mais sobre coaching? Acesse a nossa newletter e receba informações sobre tudo o que acontece no mundo do coaching e agenda de treinamentos pelo Brasil.

2 comentários

  1. Como Coordenadora Educacional e Pedagógica vejo que a frustração de pais, alunos e professores é uma realidade dentro da escola.
    Por este motivo, busquei nas ferramentas do coaching um diferencial para atender as demandas do cenário educacional. É um trabalho motivador e ao mesmo tempo desafiador pois, lamentavelmente, não é uma prática usual na escola.
    Percebo que atuo como coach no meu dia a dia, quando questiono alunos em situação de conflito, quando, junto com os professores, definimos metas e buscamos a melhor estratégia para motivar, ou quando conduzo os pais na difícil tarefa de encontrar caminhos para a educação de seus filhos.
    O processo envolve sempre a auto responsabilidade, as escolhas, os talentos, os valores, os objetivos e o caminho para obter melhores resultados. Ressalto e valorizo os erros como uma parte constante no processo de aprendizagem.
    Quando se tem a educação como missão ora se é discípulo ora se é mestre.

    • Isso mesmo Aurea, parabéns pela profissão e por sua dedicação à educação do nosso País. Certamente é uma heroína!

Comments are closed.