Posted in:

O Que é Ética – Significado, Origem, Códigos e Importância

Quer entender melhor o que é ética e qual é o seu impacto nos negócios e na vida cotidiana?
Então. você deve concordar que o conceito é cercado de complexidade.
Mas é necessário encará-lo de frente.
Afinal, a ética permeia basicamente todos os fatores da vida em sociedade.
Esses princípios influenciam decisões na vida pessoal, nos negócios e na política.
A ausência de direcionamentos éticos em decisões importantes pode até parecer inofensiva, mas produz resultados catastróficos.
E o cenário brasileiro é o próprio reflexo disso.
Conforme dados levantados pela Fundação Getúlio Vargas e publicados pela Revista Exame em 2018, apenas 29% da população brasileira diz confiar no Poder Judiciário de seu próprio país.
Uma crise ética é sinônimo, também, de uma crise política, econômica e social.
Para transformar essa realidade, torna-se indispensável um aprofundamento real em torno da questão: o que é ética?
Então, aqueça o café, sente-se confortavelmente e prepare-se para conferir os principais insights sobre o tema.

O que você entende por ética? O que é ética?

o que e etica o que voce entende por
Ética é uma palavra com origem grega, relacionada ao termo ethos.
Ele é direcionado à ideia de caráter, designando os costumes e o modo de ser de uma pessoa, ou de um grupo de pessoas.
A ética também é uma área da filosofia que estuda a conduta humana.
No entanto, em suas abordagens originais presentes na filosofia clássica, o estudo da ética não se resumia apenas à ideia de analisar os hábitos do ser humano segundo as “regras” da sociedade em que está inserido.
A fundamentação teórica, essencialmente, tinha o objetivo de identificar os melhores caminhos para uma vida harmoniosa e satisfatória em um contexto social – tanto na esfera particular, quanto na esfera pública.
Naturalmente, porém, o conceito de ética não pode ser resumido de forma tão simplória.
Conforme a definição do dicionário online Michaelis, o termo diz respeito à reflexão sobre toda a essência que permeia os princípios e valores que compõem a moral, área que busca compreender o sentido por trás da vida humana e as “raízes” do bem e do mal.
Nesse sentido, o estudo da ética busca nortear os principais deveres do ser humano, considerando as bases que moldam o contexto social no qual ele está inserido.
A partir das noções que envolvem o conceito da palavra ética, é possível partir para a próxima pergunta fundamental: o que você entende por ética?
Talvez o fator que torna essa área da filosofia tão abrangente é justamente a compreensão de que, embora exista um conjunto de normas de boa convivência que regem a vida em sociedade, na prática há muitas sutilezas e interpretações acerca do que é ou não é ético.
Por exemplo: você pode julgar que uma atitude é completamente antiética, enquanto a pessoa que a pratica compreende que não fez nada de errado, pois não compartilha dos mesmos princípios éticos que você.

Origem do conceito de ética

A origem do conceito de ética remete aos primeiros grandes pensadores da humanidade: os filósofos gregos.
A criação do termo e tudo o que ele engloba surgiu em meados do século 4 a.C, quando teve início a ascensão das Cidades-Estado gregas.
Do surgimento das civilizações emergiu a necessidade de se pensar sobre os valores que moldam a vida em sociedade, tais como honestidade e fidelidade.
Você percebe como há uma correlação intrínseca entre a necessidade de se definirem modelos éticos para a organização da vida em comunidade?
Diante de tal constatação, quem cunhou o termo “ética” e expandiu esse campo de estudo foram filósofos dos quais você provavelmente já deve ter ouvido falar: Sócrates, Platão e Aristóteles.

Importância da ética em nossa sociedade

o que e etica importancia em nossa sociedade
A ética desempenha um papel fundamental na vida em sociedade.
Na verdade, o contexto social, em si, é o que permite e demanda a existência do conceito de ética e o estudo de suas aplicações.
Para compreender um pouco melhor a necessidade de princípios éticos que conduzam a vida em sociedade, experimente fazer o exercício de imaginar um cenário no qual não exista nenhuma noção de certo ou errado, moral ou imoral.
Você consegue fechar os olhos e contemplar uma realidade na qual ninguém precisaria seguir uma fila para pagar uma conta, ninguém precisaria respeitar regras de trânsito e todos poderiam falar no tom de voz que quisessem, independentemente do local?
Seria a receita perfeita para o caos, você concorda?
É justamente por isso que a noção de ética é fundamental.
Ela norteia os princípios e valores de uma sociedade, para que ela possa prosperar com justiça, harmonia, integridade e cooperação.
Geralmente, a discussão sobre ética vem à tona diante de grandes escândalos, quando há muito dinheiro envolvido em um roubo ou diante de um caso de má conduta impressionante.
Contudo a ética nunca está ausente da vida em sociedade.
Ser ético ou não é uma decisão que você toma diariamente, nas pequenas ações do dia a dia.

Diferença entre ética e moral   

o que e etica diferenca entre moral
A complexidade na interpretação do que corresponde ou não a uma atitude ética muito tem a ver com a correlação entre dois conceitos geralmente confundidos: ética e moral.
A filosofia compreende ambas as definições de forma distinta.
Em entrevista à TV Bahia, o filósofo, escritor e professor de filosofia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Mario Sergio Cortella, esclarece que há uma diferença essencial entre ambos os conceitos.
Ele pontua que a ética diz respeito ao conjunto de valores e princípios a partir dos quais um determinado indivíduo determina sua conduta social.
Por exemplo: se os princípios éticos para a vida em sociedade estipulam que roubar é errado, uma pessoa que os segue, naturalmente, não deve roubar nada.
Não importa se o objeto for uma simples caneta ou uma quantia de R$ 1 mil.
No entanto, isso é apenas a teoria.
Em contraste, está a prática da conduta ética.
Conforme salienta Cortella, é aí que entra a moral.
O conceito de moral diz respeito à capacidade de exercer sua ética na prática, na vida cotidiana.
Afinal, você já deve ter percebido que uma pessoa pode dizer que roubar é errado e que não faria isso em hipótese alguma, mas ainda assim praticar essa atitude.
No caso exemplificado, quando a oportunidade surge, a ética é colocada de lado e uma conduta moral diferente entra em ação.
Uma expressão que ilustra isso é a do “jeitinho brasileiro”, que ocorre quando a pessoa defende que possui princípios éticos sólidos, porém, se houver oportunidade de tirar vantagem de uma determinada situação, ela não hesita em fazê-lo.

O que são códigos de ética?   

o que e etica codigos
Você já deve ter reparado que outra aplicabilidade comum dos preceitos éticos ocorre a partir da elaboração dos chamados códigos de ética, que são o conjunto de normas que regem a conduta de determinados grupos dentro de uma sociedade.
Afinal, seria muito difícil estipular um único código de ética universal para todas as áreas da vida, certo?
Então, para embasar direcionamentos de conduta em diferentes campos, são criados códigos de éticas distintos.
A compreensão é mais fácil por meio de exemplos.
Na área profissional, há um código de ética que rege cada profissão: médicos, jornalistas, políticos, advogados devem exercer suas respectivas funções conforme um juramento ético – geralmente proferido no momento em que recebem o diploma.
Há também códigos éticos que envolvem pautas políticas e sociais em diferentes países e mercados.
No caso da indústria farmacêutica, por exemplo, em determinados locais do mundo sacrificar animais em testes de laboratórios para pesquisas não é considerado antiético.
Em outros, a prática é proibida.
De forma resumida, o código de ética tem por objetivo orientar a ação de determinados grupos de pessoas em contextos específicos, unificando a noção ética em torno de suas práticas.
Em artigo publicado seu blog pessoal, o economista Ricardo Amorim sugere, inclusive, o uso do código de ética como um mecanismo de combate à corrupção.
A ideia seria envergonhar publicamente políticos corruptos, submetendo-os a recitarem o código ético de seus respectivos cargos de senadores e deputados pelo menos uma vez por mês, em rede nacional.
E se todos os políticos em cargos públicos tivessem de recitar publicamente tal código de honra uma vez por mês, expondo–os publicamente e os sujeitando a punições severas em caso de não cumprimento?”, sugere.

O que é uma pessoa antiética

o que e etica pessoa antietica
Uma pessoa antiética é aquela que age de maneira contrária aos princípios éticos da sociedade – ou do meio – na qual está inserida.
De mesmo modo, sua atitude que vai na direção contrária do código ético em questão também é considerada antiética.
No campo da medicina, por exemplo, um médico que se recuse a prestar atendimento a uma pessoa que necessite de auxílio está violando seu código de conduta e praticando uma atitude considerada antiética.
Mas não é preciso ir tão longe para esmiuçar o que significa ser antiético.
Em artigo publicado no LinkedIn, Fernando Alcântara de Oliveira, sócio da SYARD (consultoria de compliance), exemplifica algumas atitudes antiéticas:

  • Furar uma fila no banco, no restaurante ou no trânsito
  • Comprar produtos roubados ou “piratas”
  • Não devolver um objetivo que lhe foi emprestado
  • Jogar lixo em local inapropriado
  • Estacionar em local proibido
  • Utilizar trabalho infantil ou escravo.

Impossível contemplar tais exemplos e não traçar uma correlação entre a política brasileira e a atitude de seus cidadãos.
Um levantamento feito pela Comissão de Ética da Presidência da República ao Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares (CEAM), da Universidade de Brasília, estimou que 50% dos brasileiros já furaram – ou ainda furam – filas.
Ser antiético não muda conforme a magnitude do ato, em si.
Em maior ou menor escala, uma ação antiética sempre será uma ação antiética.
Se você desviou R$ 500 ou R$ 1 milhão, a única diferença é a quantia.
A essência do desvio de conduta é a mesma.

O que é ética profissional   

o que e etica profissional
A ética profissional está relacionada aos princípios que guiam a conduta de um determinado indivíduo dentro do seu trabalho.
Ela se aplica tanto a colaboradores de uma organização, quanto a líderes.
Você está lembrado dos códigos de ética?
Bem, não é por acaso de diferentes profissões possuem seus respectivos códigos de ética.
Para ilustrar melhor, vale a pena contemplar um exemplo prático.
No Código de Ética dos Jornalistas, está descrito que “a produção e a divulgação de informações deve se pautar pela veracidade dos fatos e ter por finalidade o interesse público”.
Entende-se, portanto, que um jornalista que compactue com a disseminação de fake news não está agindo de acordo com a ética profissional que sua área de atuação determina.
Trata-se de um profissional antiético.
Infelizmente, ocorre que a ausência de princípios éticos pode corromper organizações inteiras, ultrapassando o nível individual.
Recuperar o senso de missão, visão e valores corporativos, nesse contexto, é indispensável à sobrevivência do negócio.

A ética profissional e o coaching

o que e etica profissional coaching
Cada vez mais atentos, os consumidores de produtos e serviços hoje investem seu dinheiro em organizações que refletem princípios que estejam em sintonia com seus valores pessoais.
Isso não é mera especulação.
Em entrevista à Revista HSM Management, o executivo-chefe de ética da L’Oréal, Emmanuel Lulin, foi categórico ao afirmar: “As empresas que não são éticas vão desaparecer”.
Ele contextualiza a frase explicando que, atualmente, o público almeja que as organizações sejam sustentáveis, pensem no longo prazo e assumam responsabilidade por seus atos.
Isso só é possível quando todos, gestores e colaboradores, entendem por que fazem o que fazem e seguem determinados valores organizacionais em todas as ações praticadas em seu dia a dia.
Mas é claro que transformar tanta teoria em realidade não é uma tarefa simples, principalmente no caso de organizações que passam por uma crise ética.
Inclusive, na entrevista à HSM, Lulin pontua que implementar um programa ético guiado apenas por compliance, simplesmente enfatizando como os colaboradores devem se portar, é perda de tempo.
De acordo com ele, o próprio programa deve ser moldado e implementado a partir de princípios éticos, que resgatem a essência de propósito da organização.
Nesse processo, o coaching é de grande valia, uma vez que ajuda a transformar o mindset das pessoas no dia a dia da empresa.
Com o uso das ferramentas corretas, o coaching executivo promove a recuperação da essência do negócio e estimula as lideranças e seus liderados a relembrarem qual é sua missão fundamental.
Tudo para que não exista dúvida quanto aos princípios éticos que devem guiar sua conduta – tanto em aspectos de nível micro, quanto em importantes decisões de nível macro, que envolvem temas polêmicos e abrangentes, como leis e regulamentações.

Como se tornar um coach

o que e etica como se tornar coach
Talvez, após um aprofundamento no conceito de ética, você experimente uma sensação de que a organização na qual atua precisa urgentemente de um reforma para resgatar a essência de seu propósito.
Pode parecer uma tarefa complexa e desafiadora.
Mas saiba que a transformação pode começar por você.
Além da possibilidade de contar com o auxílio do coaching, você também pode se tornar um coach, dominar ferramentas comportamentais estratégicas e assumir a postura de um líder diante da missão de transformar o mindset da organização em que atua.
Em um emocionante relato no Day One, evento de empreendedorismo organizado pela Endeavor, a empresária Manuella Curti expõe como a formação em coaching transformou sua vida e culminou em uma reformulação total da empresa que assumiu como legado de seu pai, a Purificadores de Água Europa.
Se você se sentir inspirado a encabeçar essa jornada na sua empresa, como líder ou colaborador, o primeiro passo é conhecer as formações disponibilizadas por uma escola de coaching de confiança.
A SBCoaching, fundada em 1999, é referência no Brasil em formação de lideranças.
Referência nacional e internacional, a empresa já formou mais de 35 mil coaches e atendeu a mais de 3 mil empresas.
Atualmente, oferece uma série de treinamentos com módulos presenciais e no formato e-learning, além de cursos intensivos por todo o país.
Acesse o site e confira a agenda completa.

Conclusão   

o que e etica conclusao
A palavra ética é tão repleta de significados, que pode até causar incômodo em algumas pessoas.
Mas, muito além de compreendê-la como um conceito, o mais importante é saber que a noção do que é ou não ético está – e sempre vai estar – presente nas pautas de debates sociais.
E, portanto, vai ter influência na vida pessoal e, claro, nos negócios.
As pessoas abordam questões de cunho moral e ético mesmo sem estarem plenamente conscientes disso.
No entanto, uma verdadeira liderança nunca deve perder de vista seus valores e deve implementá-los, inclusive, nas decisões empresariais.
Afinal, uma crise de credibilidade em tempos digitais pode significar o fim de uma organização.
Em seu livro 21 Lições para o Século 21 (Editora Cia das Letras, 2018), o historiador Yuval Harari adverte que o fundamento ético embasado por valores humanistas que guiou a sociedade no século 20 está ruindo.
Se há um momento essencial para uma reflexão sobre ética, portanto, é este.
Portanto, ao buscar mais informações sobre o tema e completar a leitura deste artigo, você já deu o primeiro passo.
E agora, como pretende transformar suas atitudes no dia a dia para que elas reflitam melhor a sua ética e os preceitos morais que envolvem a nossa sociedade atual?
Deixe um comentário e aproveite para compartilhar este post com seus amigos e colegas no LinkedIn, WhatsApp e outras redes sociais.