Posted in:

Expressão corporal: o que ela diz, importância e dicas

O que você revela em sua expressão corporal? Vale refletir a respeito.
Afinal, não é só sua boca que fala, como o seu corpo também. E, muitas vezes, os gestos de uma pessoa comunicam mais do que as palavras.
Quando está triste, por exemplo, você pode até alegar que está tudo bem, mas a sua postura, trejeitos e movimentos faciais podem entregar a sua real condição.
O mesmo acontece em várias outras situações da vida pessoal e profissional.
Se o intuito é passar uma mensagem convincente e tentar persuadir o seu público, não basta apenas trabalhar a sua oratória: é preciso também aperfeiçoar a sua linguagem corporal.
Curioso para saber o que o seu corpo tem a dizer? Então, este artigo é para você.
Conheça a importância dessa forma de comunicação e veja dicas para alinhar a expressão corporal ao seu discurso.
Aprenda também a ler os gestos e a postura das outras pessoas.
Boa leitura!

O que é a expressão corporal?

expressao corporal o que e
Expressão corporal nada mais é do que a maneira involuntária do nosso corpo de se manifestar. Ou seja, é um tipo de interlocução não verbal, que se baseia em gestos, posturas e movimentos faciais.
Podemos dizer também que ela é uma das formas de comunicação mais primitivas da nossa existência.
Muito antes de desenvolvermos a fala, a linguagem do corpo já era utilizada pelos nossos antepassados.
Apesar de ser usada há milhões de anos, foi apenas com Charles Darwin, no século 19, que os primeiros estudos científicos sobre ela foram publicados.
A obra “A expressão das emoções em homens e animais”, de Darwin, foi pioneira nesse sentido, tratando sobre a manifestação de sentimentos nos mamíferos através das expressões faciais.

O que a expressão corporal diz?

A expressão corporal, se bem observada, pode dizer várias coisas.
Como já mencionado no início do texto, ela pode, inclusive, comunicar muito mais que a fala.
Quer conhecer exemplos?
Braços cruzados podem indicar descontentamento ou evidenciar que você se colocou na defensiva.
Ombros contraídos denotam insegurança e fragilidade.
Inclinar a cabeça em direção a quem está falando demonstra interesse no assunto e abertura para o diálogo.
Da mesma forma que se virar para o lado oposto transparece indiferença ao que está sendo dito.
Até a maneira que uma pessoa se senta tem um significado.
Por exemplo, quem se joga em uma cadeira e fica de forma desleixada, pode passar uma mensagem de desrespeito, insubordinação e afronta.
Viu só o quanto nosso corpo fala?
É preciso estar atento para interpretar esses recados passados.

Qual a importância da expressão corporal?

expressao corporal qual importancia
A importância da expressão corporal está justamente em oferecer uma leitura para as mensagens que a comunicação não verbal transmite.
Você já parou para pensar quantas recados nas entrelinhas deixou passar por não ter dado bola para um gesto ou uma expressão facial de alguém?
De agora em diante, procure prestar atenção em tudo e não perca nenhum detalhe na linguagem corporal das pessoas ao seu redor.

Dicas de expressão e linguagem corporal

expressao corporal dicas linguagem
Quer passar boas mensagens através da expressão corporal?
Então, confira algumas dicas que separamos para você:

Corpo

Dependendo da maneira que você posiciona o seu corpo em relação ao outro, o diálogo pode ser mais ou menos efetivo.

  • Frente a frente: transmite uma ideia de disputa, de competição
  • Lado a lado: passa uma mensagem de cooperação e ajuda mútua.

Cabeça

A posição da sua cabeça também diz muito quando você está em uma conversa com outra pessoa.

  • Para baixo: sinal de desaprovação
  • Para cima: atitude examinadora ou neutra
  • Para o lado: indício de interesse e atenção.

Braços

Cuide como dispõe os seus braços durante um diálogo, pois eles podem acabar entregando o seu ponto de vista, mesmo que você não diga uma palavra.

  • Cruzados: ideia de restrição e descontentamento
  • Soltos: noção de abertura e compreensão.

Pernas

Tudo o que foi dito até agora vale também para a posição das pernas. Preste atenção:

  • Cruzadas: desconforto e tensão
  • Calcanhares cruzados: atitude negativa, hipocrisia e dissimulação
  • Apoiada no joelho, formando um “quatro”: disputa, competição e conflito.

Expressão corporal e seus benefícios

expressao corporal beneficios
Gostou das dicas? Vai procurar prestar atenção nesses detalhes de agora em diante?
Muito bem, é um bom começo.
Mas a compressão da linguagem não verbal do outro não é o único benefício da expressão corporal.
Confira outros:

  • Melhorar a sua própria comunicação
  • Alinhar o seu discurso com o que o seu corpo fala
  • Aprimorar as suas relações e interações pessoais
  • Desenvolver a autoconfiança por meio da postura corporal
  • Controlar melhor seus sentimentos ao se apropriar de todas as formas de comunicação.

A expressão corporal como código de comportamento

expressao corporal como codigo comportamento
A expressão corporal também pode funcionar como código de comportamento e até mesmo representar muito de uma cultura.
Não parece fazer muito sentido? Veja alguns exemplos que vão ajudar a entender melhor esse aspecto.

Gestos culturais

O mesmo gesto pode ter significados diferentes dependendo do lugar em que é realizado.
O caso clássico é o sinal de positivo, aquele com o punho fechado e somente o polegar levantado.
Na maioria das culturas, a ação representa afirmação, mas na Itália é uma obscenidade.
Outro gesto, que ficou conhecido como a pomba da paz – quando você deixa as duas mãos espalmadas, cruzadas uma a frente da outra e conectadas pelos polegares -, foi motivo de muita polêmica em um jogo da Copa do Mundo da Rússia, em 2018.
Dois atletas da Suíça, de descendência kosovar, reproduziram o gesto. Eles estavam imitando a águia símbolo da bandeira da Albânia, origem da maior parte da etnia de Kosovo.
O sinal era um protesto ao sérvios, adversários na partida, que nunca reconheceram a independência do Kosovo.

Gestos de suporte ou complemento

Não é à toa que alguns cursos de oratória tem lições com expressão corporal como suporte.
Um discurso inflamado pode até causar alguma comoção, mas o resultado persuasivo só costuma acontecer com a combinação de fala e linguagem não verbal.

Leitura das reais intenções e sentimentos de quem fala

É uma área à qual muitos especialistas se dedicam.
O objetivo é ver se o que está sendo externado em palavras corresponde à realidade do que mostram os sentimentos.
No entanto, é necessário muito cuidado na hora de tentar interpretar a expressão corporal de uma pessoa, pois sinais faciais podem ser facilmente confundidos.
O que talvez pareça um indício de medo, na verdade, pode ser falsidade, por exemplo.

Expressões corporais inatas

Comprovando os estudos de Darwin, o pesquisador Paul Ekman identificou sete representações inatas na fisionomia humana.
São elas:

  • Raiva
  • Alegria
  • Tristeza
  • Surpresa
  • Medo
  • Aversão
  • Desprezo.

Segundo Ekman, qualquer criança no mundo inteiro consegue reconhecer qualquer uma dessas expressões.
Mas o pesquisador não parou por aí.
Ele também foi responsável por catalogar todos os movimentos musculares do rosto humano.
Conforme o seu levantamento, nossa face é capaz de fazer nada mais, nada menos, que dez mil expressões faciais.

Movimento dos olhos

Mas não é somente o nosso rosto que pode se movimentar tanto. Os nossos olhos também estão constantemente se mexendo.
Um dos motivos para esse vai e vem é compor em nosso cérebro o que vimos.
Alguns pesquisadores acreditam que, mais do que isso, há uma conexão entre a mobilidade dos nossos olhos e nossas emoções e sentimentos.
Por exemplo, olhar para a ponta do nariz ajuda a ativar os sentidos olfativos. Se você reparar, os enólogos, ao degustarem vinho, fazem esse movimento.
Já olhar para cima e para esquerda facilita o resgate de memórias.
Ao resolver uma conta matemática de cabeça, observe que, naturalmente, seus olhos vão seguir essa direção.

Expressão corporal e sua influência nos relacionamentos pessoais e profissionais

expressao corporal influencia relacionamentos pessoais profissionais
A comunicação é um dos elementos fundamentais para o sucesso de uma relação, seja ela profissional ou pessoal.
Da mesma forma como você pode afastar ou aproximar uma pessoa através de uma interação verbal, é possível provocar os mesmos sentimentos com a expressão corporal.
Por isso, vale a pena reparar em alguns detalhes.

Utilização da linguagem corporal

Se você está sempre como a cara fechada, não esboça um sorriso, frequentemente fica de braços cruzados e evita o contato visual com as pessoas, uma aproximação se torna quase impossível.
Por outro lado, se você sorrir mais, gesticular enquanto fala, ter um aperto de mão firme e olhar nos olhos da pessoa enquanto conversa, fica mais fácil criar uma conexão.

A expressão corporal e o ambiente profissional

Se deixarmos o lado pessoal de lado e focarmos apenas no ambiente profissional, você vai ver que a expressão corporal ganha um papel ainda mais importante.
Isso porque, no mundo dos negócios, precisamos prestar muito mais atenção aos pequenos detalhes na hora de nos comunicarmos.

Linguagem corporal de autoconfiança

Um dos principais desafios é o de transparecer a nossa autoconfiança e, assim, passar essa mesma ideia aos demais.
Você está lá, na frente de dezenas de colaboradores, e precisa explicar um novo projeto da empresa.
Mesmo tendo o completo domínio de como vai funcionar o programa, precisa demonstrar segurança aos funcionários, mas você está nervoso. Como a linguagem corporal pode ajudar?
A representação da autoconfiança se dá com uma postura ereta, pernas levemente abertas e braços completamente relaxados ao lado do corpo, para que sejam utilizados da melhor forma ao longo do seu discurso.
Prefira sempre movimentos amplos, com início, meio e fim.
Falar sobre um assunto que domina vai deixar você naturalmente mais confortável, o que permitirá maior liberdade para gesticular livremente.
Mas cuidado também com os excessos.
Mexer os braços de forma desordenada pode passar a mensagem completamente oposta e desviar o foco do que realmente interessa.

Expressão corporal e as emoções

expressao corporal emocoes
Já deu para perceber que o nosso corpo fala – e que é preciso ficar atento aos gestos, às expressões faciais e às posturas.
Todos esses elementos podem representar emoções e sentimentos.
Então, vamos entendê-los melhor.

Gestos

Movimentar os quatro dedos da mão, com exceção ao polegar, pode significar que a pessoa está chamando você para chegar mais perto.
No entanto, o gesto pode ser facilmente confundido como um abano de alguém que está com calor.
A mão fechada, somente com o polegar e o dedo mínimo levantados, quando próxima ao ouvido quer dizer que a pessoa quer o seu telefone ou que vai ligar para você mais tarde.
Mas esse mesmo gesto, longe da orelha, é só um cumprimento descolado.

Expressões faciais

Com as expressões faciais, acontece a mesma coisa. Dependendo da situação, pode haver significados diferentes.
Uma mordida no lado inferior do lábio pode ser uma estratégia de sedução, se você está flertando com alguém.
Agora, digamos que você está na frente de um computador, escrevendo um e-mail de trabalho: nesse caso, morder o lábio pode significar dúvida e incerteza.

Posturas

As posturas também podem entregar nossas emoções e sentimentos.
Ao colocar a mão na cintura, por exemplo, você está passando a mensagem de que está não só fisicamente, mas emocionalmente cansado.

Conheça alguns sinais secretos revelados pela expressão corporal

expressao corporal conheca alguns sinais secretos revelados
Falamos de alguns gestos bastante óbvios na expressão corporal.
Mas existem outros quase secretos, que precisam de um grau de interpretação maior para serem revelados.
Vamos a eles?

Truques para interpretar a linguagem corporal das pessoas

Veja uma relação de truques para acertar na interpretação sobre expressões corporais.:

Os olhos mentem

Ao contrário do que o senso comum prega, olhar nos olhos não significa que a pessoa está falando a verdade.
Aliás, se ela passar muito tempo encarando você enquanto conversa, inclusive sem piscar, há algo de errado e é melhor ficar atento.

Fique de olho nas sobrancelhas

Medo, surpresa e desconforto são as principais causas que elevam as sobrancelhas durante um diálogo.
Se um amigo estiver falando sobre qualquer assunto que não envolva essas reações e levantar a sobrancelha, pode desconfiar.

Mandíbula contraída é sinal de estresse

Se alguém começar a contrair a mandíbula enquanto você está contando algo, esteja certo que entrou em um terreno delicado.
O mesmo vale para testa franzida e pescoço encolhido.

Autoconhecimento e as expressões corporais

Muitas dessas expressões corporais parecem inconscientes, assim como muitas de nossas ações.
No entanto, quanto investimos em autoconhecimento, começamos a perceber que não é bem assim.
Tudo tem um motivo para acontecer, mesmo que pareça se dar por acaso.
O segredo está em ir na raiz das situações para tentar entender suas causas e consequências.
Se na fala o cérebro manda um comando para que as palavras saiam das nossas bocas, com a linguagem não verbal, acontece o mesmo. Algum estímulo provoca essa reação.

Como o coaching auxilia na melhora da expressão corporal?

expressao corporal coaching auxilia melhora
Quando falamos em autoconhecimento, é impossível não lembrar do coaching. E, como acabamos de ler, nada é por acaso.
A metodologia é uma excelente aliada para quem deseja se conhecer melhor e, a partir disso, alcançar mais assertividade nos seus resultados.
Ou seja, quando você entende o que precisa, fica mais fácil ir em busca.
Feito esse mapeamento, são inúmeras as técnicas e ferramentas que o coaching oferece para dar suporte ao desenvolvimento e maximização de competências comportamentais que vão dar apoio para que você chegue aos objetivos traçados – inclusive, a melhora da expressão corporal.

Expressão corporal e vendas

Digamos que o seu objetivo, como um vendedor, é trabalhar a sua expressão corporal para melhorar o desempenho e sua relação com os clientes.
Para isso, é preciso passar autoconfiança ao consumidor, para mostrar que está seguro de si e confortável com o produto que está vendendo.

Dicas de linguagem corporal em vendas

Quer facilitar esse processo?
Vamos conhecer algumas dicas de linguagem corporal em vendas que vão ajudar você a ser mais eficiente:

Comece com um bom aperto de mão

Seja dominante ao cumprimentar um cliente.
Mais do que um simples aperto de mão, essa atitude vai demonstrar iniciativa.
Opte por estender a palma da mão para baixo, pois esse é um sinal de quem está liderando uma conversa.

O olhar diz tudo

Como já vimos, olhar nos olhos nem sempre quer significa sinceridade, mas a maneira como você encara o outro mostra quem está no controle da situação.
Por isso, uma dica é focar seu campo de visão no centro das sobrancelhas do cliente. Essa é uma bela forma de mostrar segurança a ele.

Busque uma postura neutra

Nada de braços cruzados ou mãos atrás do corpo.
Procure deixar os membros superiores soltos ao longo do corpo, de forma neutra.
Na medida do possível, espelhe os seus movimentos com os do cliente, pois isso cria um clima leve e descontraído.

Coaching de vendas e a melhoria na expressão corporal

Quer mais uma dica certeira? Conheça a modalidade de coaching focado em vendas.
Pode ser a sua chance de desenvolver todas as competências que um grande profissional que atua nessa área precisa ter.
A comunicação, nas suas mais variadas áreas, é um dos focos do curso de Sales Strategies, oferecido pela SBCoaching.
Com ele, você pode esperar a melhora dos seus resultados e uma trajetória muito mais focada, com total domínio dos processos.
Que tal dar esse passo?

Conclusão

expressao corporal conclusao
Viu só como o seu corpo tem muito mais a falar do que você imagina?
A expressão corporal pode servir como um ótimo complemento para o seu discurso e sustentar posicionamentos que as palavras não conseguem dar conta.
Use todas as formas de comunicação e tenha certeza que a mensagem foi passada de maneira correta ao seus destinatários.
Você já conhecia todas as possibilidades da expressão corporal?
Deixe seu comentário no espaço abaixo e conte sobre algum gesto ou postura que adota com frequência.