Posted in:

Gestão de desempenho: o que é, importância e como fazer

gestao de desempenho o que e importancia como fazer

Gestão de desempenho é uma expressão muito comum no meio empresarial.

Mas você sabe o que ela significa de fato e como funciona?

A gestão de desempenho é uma ferramenta para medir e melhorar os resultados da empresa por meio da performance de seus colaboradores.

O objetivo é desenvolver as competências e habilidades dos profissionais, implementar melhorias no processos e, assim, alcançar os objetivos organizacionais.

Só que não é tão fácil colocar a gestão de desempenho em prática, principalmente porque ela exige planejamento estratégico alinhado às metas do negócio.

Mas não se preocupe, pois neste guia você vai saber mais sobre os seguintes tópicos:

  • Vantagens da gestão de desempenho
  • Para que serve e como surgiu
  • Dimensões e ciclo do desempenho
  • Dicas para uma boa gestão
  • Ferramentas e metodologias.

Então, pronto para implementar a gestão de desempenho e levar os resultados da empresa para o próximo nível?

Siga com a leitura.

O que é gestão de desempenho?

gestao de desempenho o que e

Gestão de desempenho é uma forma de avaliar e melhorar a performance dos colaboradores para tornar a empresa mais eficiente e efetiva em todos os seus processos.

Para R. K. Sahu, no livro Performance management system (Excel Books India, 2009), esse tipo de gerenciamento é um processo estratégico e integrado que estabelece uma cultura de sucesso às organizações.

Isso ocorre por meio da melhoria de desempenho das pessoas que trabalham na empresa e do desenvolvimento das capacidades dos indivíduos e equipes.

“O gerenciamento de desempenho, em seu sentido mais amplo, está preocupado com o que as pessoas fazem (seu trabalho), como o fazem (seu comportamento) e o que elas alcançam (seus resultados)”, afirma o autor.

Mas para que esse processo seja efetivo, ele precisa ser contínuo, mobilizando todos os setores da empresa e sendo incorporado à rotina do setor de RH.

Qual a importância da gestão de desempenho?

A gestão de desempenho é importante principalmente para que a empresa alcance a alta performance e conquiste os objetivos organizacionais.

Trata-se de uma maneira de estabelecer expectativas e alinhar colaboradores em torno das metas da organização.

Por isso, a gestão de desempenho deve estar ligada às diretrizes fundamentais da empresa.

Em um artigo para o site da empresa de consultoria McKinsey & Company Raffaele Carpi, John Douglas e Frédéric Gascon destacam que a gestão de desempenho ajuda a conduzir os funcionários, recursos e sistemas em direção aos objetivos estratégicos.

“Ela também funciona como um painel de controle, fornecendo um aviso antecipado de possíveis problemas e permitindo que os gerentes saibam quando devem fazer ajustes para manter um negócio em andamento”, destacam.

Quais são as vantagens trazidas pela gestão de desempenho?

gestao de desempenho vantagens trazidas

A gestão de desempenho proporciona diferentes benefícios às organizações.

Confira quatro deles:

1. Melhor aproveitamento do capital humano

O processo de gestão de desempenho permite que os colaboradores se desenvolvam, sejam cada vez mais produtivos e melhorem aspectos da produção que precisam de correção.

2. Planejamento de treinamentos e contratações

Se a empresa tem um mapeamento do desempenho da equipe, também ganha embasamento para direcionar os treinamentos aos colaboradores e fazer contratações mais assertivas, de acordo com suas necessidades.

3. Redução de rotatividade

Ao fazer esse tipo de gestão, a empresa investe em aprimorar as capacidades e competências dos profissionais que já atuam dentro dela.

O resultado direto é a redução dos índices de rotatividade e, consequentemente, os gastos relativos a processos seletivos.

4. Ganho de motivação na equipe

Em um artigo para o site GovLoop, Andrew Lessard ressalta que a gestão de desempenho define objetivos junto com os funcionários e dá feedbacks regulares.

Com isso, os colaboradores ganham motivação para aprimorarem sua atuação, já que compreendem quais competências precisam ser trabalhadas.

Pra que serve gestão de desempenho?

gestao de desempenho pra que serve

A gestão de desempenho tem a finalidade de melhorar a performance por meio do desempenho da equipe e conquistar os objetivos da empresa.

De acordo com Elizabeth Pope, no livro HR how-to: performance management (CCH Incorporated, 2005), os objetivos da gestão de desempenho incluem:

  • Dar suporte à estratégia do negócio
  • Melhorar a comunicação
  • Proporcionar treinamento e desenvolvimento aos funcionários.

Para a autora, a gestão é a chave para o sucesso, uma vez que é preciso um esforço conjunto de todos os funcionários para que a empresa conquiste suas metas.

“A gestão de desempenho engloba todas as interações que os supervisores têm com os funcionários, que ajudam os funcionários a se tornarem e a permanecer alinhados com os objetivos da organização”, explica.

Como surgiu a gestão de desempenho?

gestao de desempenho como surgiu

O termo gestão de desempenho surgiu na década de 1970, quando ele foi cunhado por Aubrey Daniels, um psicólogo clínico norte-americano.

Como um campo de pesquisa, a gestão de desempenho surgiu antes, na década de 1950.

Segundo aponta David Grant, no livro Gestão de logística e cadeia de suprimentos (Saraiva, 2017), foi nessa época que acadêmicos e profissionais se interessaram pela necessidade de medir a performance e pelas próprias consequências resultantes dessa medição.

Antes de ser difundida, as empresas realizavam a gestão de desempenho desconsiderando o comportamento dos funcionários.

Ou seja, a avaliação considerava apenas aspectos objetivos na atuação dos colaboradores.

Com o tempo, as empresas perceberam que essa abordagem não era suficiente para, de fato, gerenciar o desempenho, moldando a atividade para que ela se tornasse mais completa.

Qual a diferença entre avaliação e gestão de desempenho?

gestao de desempenho qual diferenca avaliacao

Avaliação e gestão de desempenho não são sinônimos.

Enquanto a gestão de desempenho é um processo contínuo na empresa, a avaliação é uma de suas etapas.

Como você vai ver adiante, a gestão é composta pela definição de expectativas, medição de indicadores de desempenho e, por fim, avaliação de resultados.

E é justamente essa análise final que permite entender quais pontos precisam ser aprimorados por cada colaborador e pela empresa como um todo.

Na avaliação de desempenho, geralmente o gestor responde a um questionário com tópicos relevantes a respeito da performance do colaborador.

Posteriormente, esses dados (quando bem sistematizados e armazenados) podem servir como base para a tomada de decisão do gestor.

Por que se preocupar com essa diferença?

Você deve se preocupar com essa diferença para não pular nenhuma etapa.

A avaliação está dentro da gestão, e uma não descarta a necessidade da outra.

De nada adianta fazer gestão de desempenho se, no fim do processo, você não realiza uma avaliação e obtém dados relevantes para analisar a performance da empresa.

Como o coaching auxilia na gestão de desempenho?

O coaching é uma excelente ferramenta para a gestão de desempenho.

Essa metodologia é focada nas atitudes do indivíduo, sendo direcionada para o desenvolvimento de competências.

O coaching promove o autoconhecimento e a identificação de pontos fortes e vulnerabilidades que devem ser corrigidas.

Na gestão de desempenho, isso é bastante útil, uma vez que cada colaborador poderá refletir sobre o seu próprio crescimento profissional e lacunas a serem desenvolvidas.

Além disso, durante todo o processo, o coachee recebe apoio do coach para trilhar a jornada de crescimento, enfrentando todos os desafios que surgirem e avaliando o desempenho a cada encontro.

Nesse sentido, o coaching pode entrar na estratégia de gestão de desempenho como uma ferramenta importante para aplicar com os colaboradores.

Desenvolvimento de colaboradores e gestão de desempenho

gestao de desempenho desenvolvimento colaboradores

A gestão de desempenho permite à empresa fomentar o desenvolvimento dos colaboradores.

Afinal, é a partir da análise de performance que se torna possível identificar competências a serem desenvolvidas.

E aí, a empresa pode direcionar os colaboradores a reforçarem esses pontos, oferecendo treinamento, oportunidades de crescimento e feedback regular.

O desenvolvimento pode incluir diferentes aspectos: nível de produtividade, responsabilidades e qualidade das atividades cumpridas, por exemplo.

Tomada de decisões e gestão de talentos

Ao fazer a gestão de talentos, que é justamente dar oportunidades de desenvolvimento aos colaboradores, a empresa ganha embasamento para a tomada de decisão.

Na prática, isso acontece porque ela reúne dados importantes sobre o desempenho dos colaboradores e o próprio engajamento de cada um em crescer.

Portanto essas informações podem ser analisadas sempre que é necessário tomar decisões importantes, como promoções, aumentos de salário, demissões, contratações e delegação de responsabilidades.

Quais são as dimensões do desempenho?

gestao de desempenho quais sao dimensoes

Existem duas dimensões do desempenho que devem ser gerenciadas pela empresa: resultados e comportamentos.

Ambas são fundamentais na gestão de desempenho e, portanto, devem receber atenção ao longo do processo.

Resultados (outcomes)

Os resultados são aquilo que o funcionário produz.

É nesse momento que o gestor avalia as responsabilidades e atividades delegadas para cada cargo e observa o que foi alcançado pelo colaborador.

Comportamentos (behaviors)

Os comportamentos dizem respeito a como o colaborador chegou aos resultados obtidos.

Nesse caso, é possível analisar as competências utilizadas ao longo da produção, como, por exemplo, habilidades de comunicação e pensamento estratégico.

O ciclo de gestão de desempenho

gestao de desempenho ciclo

Como todo processo, a gestão de desempenho deve seguir um ciclo com diferentes etapas.

Você vai ver a seguir que ele começa com o estabelecimento de expectativas e passa pelos indicadores e metas e pelo plano de desenvolvimento.

Expectativas de desempenho

No início do ciclo, há um alinhamento de expectativas entre o funcionário e gestor, de acordo com os objetivos organizacionais.

Nesse momento, é importante elaborar o job description, um documento que descreve tarefas, responsabilidades, competências e habilidades para cada cargo.

Nele, também devem estar incluídos os comportamentos esperados do colaborador.

Indicadores, metas, atividades e projetos

Depois de definir as expectativas, é hora de estabelecer os indicadores, metas, atividades e projetos para o colaborador.

Os indicadores são índices utilizados para medir a eficiência do colaborador ao realizar as tarefas.

As metas são os objetivos que cada funcionário deve alcançar em determinado tempo, guiando a sua atuação na empresa.

As atividades são aquelas descritas inicialmente no job description.

Os projetos, por fim, englobam várias atividades, cada uma com um prazo diferente para chegar a um objetivo final.

PDI

Outra etapa do ciclo é o desenvolvimento do plano de desenvolvimento individual (PDI), uma ferramenta de recursos humanos que define uma estratégia para o crescimento do funcionário.

Isso inclui definição de objetivos, análise de competências e lacunas a serem desenvolvidas pelo profissional.

Como aplicar a gestão de desempenho de forma eficiente?

Para aplicar a gestão de desempenho de forma eficiente, o primeiro passo é compreender a importância desse processo.

Trata-se de uma tarefa que demanda tempo e esforço do gestor, não apenas para coletar os dados, mas também para engajar todos os colaboradores.

O esforço vale a pena, já que permite ganhos consideráveis na performance e nas conquistas dos objetivos da empresa.

Na hora de aplicar a gestão de desempenho, também faz toda a diferença montar um planejamento estratégico alinhado à cultura e às metas empresariais.

Para isso, identifique quais indicadores devem ser medidos, podendo trazer insights para promover melhorias nos processos da empresa.

Dicas para fazer uma boa gestão de desempenho

gestao de desempenho dicas para fazer boa

Para uma gestão de desempenho eficiente, tenha em mente as seguintes dicas:

Engaje os colaboradores

Uma gestão de desempenho eficiente é aquela que engaja os colaboradores de todos os setores da empresa.

Afinal, eles também precisam estar comprometidos com os resultados e objetivos da empresa, atuando de forma ativa na gestão junto com a liderança para maximizar o desenvolvimento.

Adote os KPIs certos e tenha um sistema integrado

Os KPIs, ou key performance indicators, são indicadores-chave de performance.

Ou seja, são os indicadores que a empresa vai utilizar para medir o desempenho de cada colaborador.

Mas, para isso, é preciso escolher os KPIs que realmente fazem sentido para a estratégia do negócio.

Nesse contexto, um sistema integrado é responsável por reunir os índices obtidos, armazenar as informações com segurança e facilitar o cruzamento de dados.

Trabalhe a capacitação

Se o propósito da gestão de desempenho é elevar a performance, a capacitação de colaboradores também deve fazer parte da rotina organizacional.

É por meio desses treinamentos que a equipe chegará ao patamar esperado, adquirindo novas competências e habilidades relevantes para a atuação.

Quais as ferramentas e metodologias auxiliam a gestão de desempenho na empresa?

Nos próximos tópicos, confira ferramentas e metodologias úteis que podem ajudar na gestão desempenho.

Ciclo PDCA

PDCA é a sigla em inglês para planejar (plan), fazer (do), checar (check) e agir (act).

Essa metodologia é uma das mais utilizadas para planejar, controlar e melhorar os processos continuamente por meio do mapeamento de problemas, causas e soluções.

Análise SWOT

A análise SWOT, conhecida em português como análise FOFA, é uma ferramenta que permite mapear os cenários interno e externo da empresa para compor um planejamento estratégico.

Consiste em identificar forças (strengths), fraquezas (weaknesses), oportunidades (opportunities) e ameaças (threats).

Pesquisa de clima

A pesquisa de clima tem como objetivo medir os níveis de satisfação e engajamento dos colaboradores.

Por isso, ela ajuda a identificar problemas internos na empresa que possam estar prejudicando o desempenho dos profissionais, com o intuito de solucioná-los.

Feedback

O feedback é o retorno que o gestor dá ao colaborador a respeito do seu desenvolvimento.

É nesse momento que devem ser abordados resultados, condutas e pontos fortes e fracos.

Mas essa ferramenta deve ser empregada com frequência, pois é de suma importância para que o profissional compreenda quais são os pontos em que deve se desenvolver.

Google Apps For Work

Integrando o serviço G Suite, os aplicativos para trabalho do Google oferecem ferramentas como agenda, planilha, editor de textos, armazenamento de documentos e e-mail.

Tudo baseado em nuvem para facilitar o acesso dos colaboradores, manter as informações seguras e tornar os processos da empresa mais rápidos  - o que ajuda bastante no desempenho.

Como um software de gestão pode auxiliar neste processo?

Fazer a gestão de desempenho se torna mais fácil quando você conta com um software.

Um sistema como esse permite armazenar informações, cruzar dados e garantir a integração de todas as informações relevantes em um único local.

Além de facilitar a visualização dos dados coletados, um software de gestão dá a segurança de que eles não serão perdidos, pois geralmente o armazenamento é feito em nuvem.

Desse modo, o gestor pode até mesmo acessar o sistema de qualquer lugar por meio da internet.

Outro ponto positivo é que ele pode permitir o acesso para determinados colaboradores, que têm oportunidade de participar ativamente da gestão de desempenho.

Quais são os desafios da gestão de desempenho?

gestao de desempenho quais sao desafios

Conheça os principais desafios da gestão de desempenho na empresa.

Problemas com o planejamento da gestão de desempenho

Planejamento é essencial para a gestão de desempenho, e ele deve ser feito de forma personalizada, considerando as necessidades e objetivos da empresa.

Isso permite direcionar as ações e ferramentas de gestão justo para aquilo que é mais relevante no contexto organizacional.

Mudanças no cenário

O mercado muda a todo instante, seja devido à situação econômica do país, seja pela inserção de novos concorrentes e serviços, por exemplo.

Por isso, a gestão de desenvolvimento deve ser flexível, permitindo que a empresa molde seus objetivos e estratégias conforme o cenário em que está inserida.

Falhas na escolha das métricas

Como você viu antes, escolher os indicadores certos é essencial para obter dados relevantes para as necessidades e metas da empresa.

Falhas na escolha dessas métricas pode desviar a atenção do gestor dos reais problemas da organização, dificultando a gestão de desempenho.

Avaliações com grandes intervalos de tempo

Avaliações com grandes intervalos de tempo não são suficientes para gerenciar o desempenho da empresa, já que ele é construído diariamente pelos profissionais.

Além disso, esses intervalos grandes prejudicam a comunicação entre gestor e colaborador, gerando pouco feedback para direcionar o desenvolvimento de competências.

Falta de integração entre as ferramentas utilizadas

A gestão de desempenho só é eficiente quando as ferramentas são integradas e coordenadas entre si.

Cada uma possui uma função específica, mas as informações obtidas a partir delas precisa ser integrada para facilitar a análise de dados e a tomada de decisão.

O papel do Coaching Executivo no desenvolvimento de colaboradores

O coaching executivo é voltado à realidade da gestão.

Por isso, pode ajudar no desenvolvimento de colaboradores a partir da gestão do desempenho.

O coaching executivo é um processo que dá ferramentas ao gestor para fazer o diagnóstico do momento atual vivido pela empresa e delinear objetivos condizentes com a estratégia do negócio.

Seu papel também é ajudar o gestor a mapear as potencialidades dos profissionais das empresas e dar suporte no desenvolvimento de pontos fracos.

O objetivo do coaching executivo é promover o crescimento de cada indivíduo, fornecendo processos e alternativas para alcançar o estado desejado.

É uma ótima opção para os gestores que buscam conhecimento e expertise para gerenciar os talentos da empresa, fomentando o desenvolvimento das pessoas de maneira eficiente.

Conclusão

gestao de desempenho conclusao

Agora que você já sabe como funciona a gestão de desempenho, é hora de colocá-la em prática na empresa.

Nesse momento, preste atenção aos objetivos organizacionais.

Isso ajuda na criação de uma estratégia eficiente, na escolha dos KPIs e na melhor utilização de ferramentas e métodos de gestão, como os citados neste texto.

Não se esqueça do seu papel como gestor, que é dar suporte e oportunidades para que os colaboradores corrijam suas vulnerabilidades e se desenvolvam cada vez mais.

Essa atitude é fundamental para que, assim como os profissionais, a empresa cresça e alcance a alta performance.

Também vale recorrer ao coaching, tanto oferecendo o processo aos colaboradores quanto usando a metodologia para melhorar o seu desempenho como gestor.

Com essas dicas em mente, você verá que fica mais fácil conduzir a gestão de desempenho e alcançar os objetivos traçados para o negócio.

Se você gostou das dicas, compartilhe o texto nas redes sociais e deixe um comentário abaixo.

2 Comentários

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *