Posted in:

Treinamento e Desenvolvimento: O Guia Completo de 2018

Qual é a importância que você e sua empresa dão para o treinamento e desenvolvimento de pessoas?

Antes que responda, vamos dar logo a primeira dica: eles devem ser uma prioridade no seu negócio.

Ter um departamento de Recursos Humanos forte e preparado, aliás, é vital para o sucesso organizacional.

Engana-se quem pensa que o RH serve apenas para selecionar, contratar, treinar e remunerar os profissionais de uma organização. Não caia você também nesse erro.

Além de ser o setor responsável por exercer essas e outras atividades, ele é também o coração de uma instituição.

É o responsável por gerir o seu pessoal e ser o encarregado de fazer a manutenção e atualização de políticas internas, além de garantir o bem-estar da equipe.

Mesmo os gestores precisam ter noções de como funciona a atuação dessa engrenagem tão importante para o funcionamento da máquina.

Por isso, se você quer ter um amplo entendimento de tudo que se passa dentro da empresa, não deixe de ler o artigo até o fim.

É a sua chance de entender mais sobre a importância de conceitos ligados ao treinamento e desenvolvimento nas empresas.

Boa leitura!

Qual o Conceito de Treinamento e de Desenvolvimento e Suas Diferenças?

Conceito de Treinamento e de Desenvolvimento - Diferenças
O treinamento tem como objetivo impulsionar a eficiência.

Muito se ouve falar sobre treinamento de pessoas, mas o que isso quer dizer?

A ideia central é levar aprendizado para os colaboradores de uma organização, incentivando a obtenção ou melhoria de suas habilidades para determinado cargo ou ação específica.

O treinamento tem como objetivo impulsionar a eficiência, aumentar a produtividade, elevar os níveis de qualidade, promover a segurança no trabalho e evitar que as tarefas sejam refeitas.

É uma forma eficiente, por exemplo, para garantir a um funcionário que ele adquira conhecimentos que vão ser fundamentais para assumir uma nova posição ou desafios dentro da empresa.

É como se a empresa dissesse ao profissional: “Enxergamos potencial e queremos investir em você para que seja ainda melhor”.

Além disso, um bom treinamento é capaz de motivar características importantes para qualquer nível hierárquico, tais como a proatividade, empatia, criatividade e liderança.

Já o desenvolvimento de pessoas, outro termo comum de se ouvir em empresas que estão buscando por profissionais mais capacitados, avança para outro nível.

Ele está relacionado ao aprimoramento de competências de uma maneira mais ampla e não ligada apenas ao ambiente organizacional.

Pode ser um resultado obtido, inclusive, a partir de treinamentos repetidos e contínuos – além, é claro, de uma gama de outras possibilidades.

Dessa forma, podemos dizer que o treinamento é uma ferramenta e o desenvolvimento um processo.

Juntos, eles podem ser transformadores não só na carreira de qualquer pessoa, mas também na vida pessoal.

O Que é Treinamento e Desenvolvimento Na Gestão de Pessoas?

O Que é Treinamento e Desenvolvimento Na Gestão de Pessoas
Unir treinamento e desenvolvimento é uma maneira de qualificar a sua equipe.

Como vimos, separados, eles têm conceitos que podem ser considerados diferentes, mas também complementares.

Unir treinamento e desenvolvimento é uma maneira de qualificar a sua equipe e despertar em cada um dos colaboradores o que eles possuem de melhor.

No entanto, é importantes dizer: não basta selecionar um curso qualquer, promover uma conversa e achar que o assunto está resolvido.

É preciso conhecer o modelo estratégico da empresa, saber quais são as metas de aprendizagem e performance da força de trabalho, quando e como executá-los e avaliar seus resultados.

Vale ressaltar que o desenvolvimento de um trabalho como esse é de competência das áreas de Recursos Humanos e Gestão de Pessoas.

Porém, o incentivo e a colaboração deve partir de todos da empresa, principalmente dos líderes.

Afinal, os influentes de cada área sabem melhor do que ninguém o que eles e seus funcionários precisam para atingir resultados cada vez melhores e mais consistentes.

Não adianta pegar um modelo pronto de outra empresa e apenas replicar.

Cada negócio possui suas especificidades, assim como os colaboradores que fazem parte do seu quadro.

É por isso que o processo não pode começar de uma hora para a outra, sem uma análise prévia.

Acredite, você não quer já iniciar o trabalho da forma errada.

Qual a Importância de Treinamento e Desenvolvimento para Capacitar Seus Colaboradores?

Importância de Treinamento e Desenvolvimento
Você consegue aproveitar o que cada profissional tem de melhor.

Se você quer um crescimento exponencial no seu negócio, saiba que um processo de treinamento e desenvolvimento de pessoas pode ser o detalhe que estava faltando.

Adotar essa dupla é a maneira mais eficaz de capacitar seus colaboradores e permitir que eles se sintam valorizados, motivados a dar o seu melhor.

Ou seja, você consegue aproveitar o que cada profissional tem de melhor e, ao mesmo tempo, desenvolve competências que ainda precisam ser aprimoradas.

Assim, ele passa a ser mais produtivo e pode alcançar suas metas e objetivos mais facilmente.

No fim de contas, há um combo de benefícios que atinge a todos.

Vamos começar a lista pelo ganho pessoal e profissional de autoconfiança.

Como já falamos, o investimento denota valorização e dá incentivo para que o indivíduo confie no seu potencial.

A motivação também é consequência.

Quando isso acontece, o efeito cascata nos leva à retenção de talentos.

Afinal, existe um diferencial competitivo que leva os profissionais não só a buscarem por vagas em sua empresa, mas principalmente a permanecerem nela por mais tempo.

Cria-se um vínculo forte, baseado não apenas na remuneração oferecida, mas também nas oportunidades de se aperfeiçoar como profissional.

A concorrência certamente vai ter mais trabalho para superar seus resultados.

Agora, chegamos ao ponto em que a sua empresa é beneficiada. Não é exatamente como uma etapa do processo, mas sim uma chance que permeia todo o caminho.

Não encare o dinheiro investido em treinamento e desenvolvimento como gasto. Lembre que isso tudo volta ao seu negócio em forma de resultados.

É um ciclo contínuo: você busca qualificar a equipe, ela se desenvolve, as metas são atingidas com eficiência.

Sabe aquele time de futebol que, em dado momento do campeonato, consegue encaixar todas as suas peças e atua de maneira natural?

Mesmo diante de uma derrota eventual, o projeto não é abalado, pois cada um sabe o que precisa para chegar ao objetivo final.

Use esse exemplo para a sua empresa.

4 Principais Tipos de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas

Tipos de Treinamento e Desenvolvimento de Pessoas
Quatro modelos utilizados pelos setores de recursos humanos para promover o estilo de aperfeiçoamento dentro das empresas.

Convencido da importância do treinamento e desenvolvimento de pessoas?

Hora de chegarmos mais perto da parte prática.

A seguir, confira quatro modelos utilizados pelos setores de recursos humanos para promover o estilo de aperfeiçoamento dentro das empresas.

1. Treinamentos e Desenvolvimentos de Comunicação

Como no próprio nome já sugere, nos treinamentos de comunicação, o foco deve ser o desenvolvimento de um bom diálogo entre a equipe.

Essa medida ajuda que as tarefas do dia a dia consigam ser bem executadas através do relacionamento interpessoal satisfatório.

Por exemplo, em reuniões e apresentações, é fundamental lidar com os outros colegas de trabalho e seus superiores da maneira mais clara e objetiva possível.

O treinamento de comunicação busca otimizar processos, melhorar a produtividade, motivar e integrar a equipe e, principalmente, promover a qualidade de vida no ambiente organizacional.

A ideia é desenvolver um espaço em que a busca por soluções discutidas coletivamente prevaleça e deixe de lado o conflito desnecessário.

2. Treinamentos e Desenvolvimentos de Liderança

No treinamento de liderança o foco, é o desenvolvimento da capacidade de gerir, administrar e conduzir profissionais e equipes de forma eficaz e assertiva.

Ele pode servir tanto para melhorar as habilidades dos já influentes quanto na descoberta de novas vozes de comando dentro da empresa.

Em toda e qualquer organização, os líderes constituem uma variável de forte impacto no clima organizacional e, por consequência, na atuação dos demais colaboradores.

Por isso, esse modelo é vital para a conquista de padrões elevados de desempenho.

3. Treinamentos e Desenvolvimentos de Motivação

Treinamentos e Desenvolvimentos de Motivação
Seu foco principal está em estimular ações e comportamentos.

É um dos tipos de treinamento e desenvolvimento de pessoas mais usados e mais importantes para as organizações.

Seu foco principal está em estimular ações e comportamentos, de maneira que os profissionais se sintam estimulados no ambiente de trabalho.

O objetivo aqui é incentivar o crescimento do colaborador, tendo em vista a melhoria de todo o rendimento da equipe.

É uma forma de impulsionar todas aquelas potencialidades que podem estar adormecidas pela falta de estímulo ou por insatisfações que, às vezes, não estão claras nem para os próprios profissionais.

4. Treinamentos e Desenvolvimentos de Habilidades

O treinamento e desenvolvimento de pessoas deve ter por objetivo desenvolver habilidades e competências já existentes no profissional, ao mesmo tempo em que desperta outras tantas.

Ele instiga o profissional a pensar como resolver problemas e enfrentar desafios, além de estimular em todos uma postura mais proativa e autônoma dentro do ambiente corporativo.

Qual o Processo para Implementar Treinamentos e Desenvolvimento de Pessoas?

Processo para Implementar Treinamentos e Desenvolvimento de Pessoas
É preciso considerar as particularidades de cada membro da equipe.

Para dar o pontapé inicial e partir para a prática, é preciso definir alguns pontos no seu planejamento estratégico.

Montamos um passo a passo mostrando os aspectos que exigem maior atenção e cuidado.

Confira cada etapa e comece a montar sua estratégia agora mesmo.

Definir Público-Alvo

Quais vão ser os funcionários que vão participar do processo? Vai ser um setor só ou várias áreas em conjunto?

Essa medida vai ajudar você e sua equipe de gestão de pessoas a bolar quais os treinamentos aplicar e para quais colaboradores, sempre de olho no desenvolvimento que se quer alcançar.

É preciso considerar as particularidades de cada membro da equipe.

Por isso, também é importante integrar o mapeamento de perfil comportamental no processo.

Com os dados coletados na análise, é possível preparar um programa de aprimoramento individualizado e, consequentemente, muito mais assertivo.

Definir Necessidades

Aqui, é feito um processo de diagnóstico.

Você deve olhar para dentro de sua empresa e ver o que realmente precisa.

É a etapa onde são identificadas as lacunas ou deficiências de uma determinada área e, sobretudo, o que falta para que elas sejam superadas.

Não tenha pressa e preste atenção também em como o mercado tem lidado com essas questões.

Além disso, é importante saber diferenciar os tipos de necessidade.

A questão pode ser de logística, exigir melhorias de gestão ou compra de algum recurso, por exemplo.

Por outro lado, também pode estar diretamente ligada ao desenvolvimento de competências.

Leve em conta o clima da empresa e procure os feedbacks de clientes, gestores, colaboradores e fornecedores para encontraras respostas certas. É importante ser transparente e não omitir nada.

Além disso, é preciso avaliar indicadores da organização, tanto os quantitativos (produtividade, metas, histórico de investimentos em treinamento e desenvolvimento) quanto os qualitativos (qualidade de vida, conhecimento técnico dos profissionais, inovação tecnológica e tendências de mercado).

Definir Objetivo Principal

Definir Objetivo Principal - treinamento e desenvolvimento
Quais são as competências prioritárias a serem desenvolvidas?

Com o público-alvo e as necessidades definidos, você já pode começar a traçar seus objetivos.

É muito importante pensar em quais são as intenções do programa e as razões de realização para formar ações objetivas e realmente alcançar as metas idealizadas.

Questões que envolvam novos projetos e tecnologias ou alterações em legislações não podem ser negligenciadas, sob risco de causar atrasos e prejuízos ao negócio.

Para ajudar a definir seu objetivo principal, procure responder perguntas como: “quais são as competências prioritárias a serem desenvolvidas?”, “quais problemas devem ser eliminados por meio de treinamento?” e “quais são os resultados esperados?”.

Definir os Métodos do Treinamento

Como o treinamento vai ser realizado?

Vai ser por meio de cursos onlines, com metodologias de ensino à distância, ou com atividades presenciais, apostilas e dinâmicas em grupo?

Pode ser um mistura de todos os métodos também, pois não existe certo ou errado. Tudo é construção.

A ideia é fazer com que a rotina empresarial não seja tão afetada, mas considere que as atividades são parte da jornada de trabalho – leve isso em conta na hora de escolher o seu método.

Caso opte pelo treinamento dentro da própria empresa, você pode escolher a opção de rodízio de cargos.

Quando algum funcionário sai de férias, por exemplo, ele é substituído por outro que tem habilidades similares.

Assim, o colaborador na nova função pode conhecer um pouco mais do que é desenvolvido pelo seu colega e até contribuir para eventuais melhorias.

Outro método presencial conhecido é o de treinamento em tarefas.

Se um colaborador é muito reconhecido por sua excelência técnica, é possível que ele compartilhe seus conhecimentos por meio de uma oficina.

Também pode ser válido oferecer um curso a alguns profissionais escolhidos e pedir que eles repliquem todo o conhecimento adquirido durante o treinamento.

Inclusive, fazendo o direcionamento de acordo com a realidade da empresa.

Já os métodos de ensino à distância podem funcionar como um bom complemento.

Nem sempre diretamente relacionados com a área de atuação, eles oferecem materiais mais interativos, que vão desde palestras, conferências, fóruns de discussão, seminários e workshops.

Um dos grandes benefícios é a possibilidade de ver o material novamente e também de adaptar os horários de acordo com as demandas da empresa.

Definir O Plano de Treinamento

Hora de colocar tudo no papel.

É essencial avaliar quais treinamentos serão realizados internamente e quais serão comprados de consultorias especializadas, por exemplo.

Isso faz a diferenças nos custos envolvidos.

Para os internos, é preciso preparar os materiais, os espaços físicos onde vão ser ministrados e os instrutores.

Além disso, você deve listar os demais recursos necessários, além de incluir um cronograma e a relação de profissionais convidados para cada treinamento.

Uma dica é iniciar o programa como um piloto, convidando poucas pessoas.

Elas vão ser o ponto de partida para avaliar a efetividade da proposta e também realizar os ajustes necessários antes da implementação definitiva.

Definir Custo e Tempo Necessário

Definir Custo e Tempo Necessário - treinamento e desenvolvimento
Quanto de investimento você está disposto a empregar?

Agora, é a hora de chamar o pessoal do financeiro e pegar a calculadora na mão.

Quanto de investimento você está disposto a empregar? E que quantia você pode usar?

Faça orçamentos de materiais, de empresas parceiras e professores, conforme o seu orçamento e a complexidade de cada tema.

Preste atenção que em nenhum momentos usamos a expressão “gasto”, porque acreditamos que capacitar funcionários e aplicar treinamento e desenvolvimento de pessoas não é despesa, mas sim investimento.

Mas quando falamos de custos, é indispensável levar em conta também o tempo despendido no processo.

Treinamentos costumam ter retornos mais imediatos, a curto prazo. Já o desenvolvimento é mais demorado e pode mostrar resultados depois de um período mais longo.

Por isso, junto com a máquina de calcular, é importante estar com o calendário do lado antes de bater o martelo na sua decisão.

Afinal, tempo é dinheiro e todo o processo precisa estar alinhado com o planejamento estratégico da empresa.

Conclusão

Conclusao - treinamento e desenvolvimento
O que você precisa fazer é montar um cronograma com seu diagnóstico de necessidades.

Neste artigo, você conferiu como o treinamento e desenvolvimento de pessoas traz resultados significativos, que podem impactar no sucesso de um negócio.

Com as ferramentas sugeridas, fica claro que é possível retirar o máximo de cada colaborador, capacitando as habilidades certas, que vão alavancar sua produtividade.

Em um resumo de tudo que aprendemos até aqui, o que você precisa fazer é montar um cronograma com seu diagnóstico de necessidades, traçar os objetivos para atingir o resultado esperado e utilizar o método para chegar lá.

Tudo isso sem descuidar, é claro, do caixa.

Quando você consegue atingir essa equação, os resultados surgem como uma consequência natural.

De quebra, o ambiente organizacional se torna mais agradável e convidativo, em um ciclo virtuoso de prosperidade.

Que tal colocar a mão na massa agora mesmo? Depois, conte para nós os resultados.

Para saber mais sobre o coaching e seu papel no treinamento e desenvolvimento de pessoas, visite o site da SBCoaching e, se desejar, faça contato conosco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *