Posted in:

Indicadores de Capacidade: Significado, Exemplos e Importância

Você já utiliza indicadores de capacidade no seu dia a dia? Ou não sabe bem quais são e como funcionam?
Eles ajudam a entender melhor o funcionamento da empresa e as possibilidades de crescimento.
Também revelam como algumas limitações de mão-de-obra ou mesmo de infraestrutura podem atrapalhar um maior faturamento.
Embora muitas empresas ainda tenham o hábito de agir no feeling, com boas doses de improviso e alguns baldes de água fria para apagar incêndios, ir por esse caminho pode custar caro.
Afinal, não dá para prever o que vai acontecer se você não tem nenhum acompanhamento ou dados confiáveis para se basear e construir um planejamento estratégico.
E é justamente por tudo isso que os indicadores de capacidade – e outros tantos, como veremos mais adiante – são tão importantes.
Sabe aquela ideia de que é muito tempo investido só para ter alguns números? Vem com a gente que vamos explicar por que ela não faz o menor sentido.

O que significa capacidade?

indicadores de capacidade o que significa
Assim como outros termos da língua portuguesa, a palavra capacidade pode assumir diferentes significados de acordo com a sua aplicação.
Para citar um exemplo, podemos dizer que a capacidade de uma taça de café é de 250 ml. Nesse caso, estamos falando da quantidade de líquido que cabe dentro de um recipiente.
O computador, da mesma forma, também tem a sua capacidade de armazenamento, que se refere a dados e possui outras medidas, como o gigabyte (GB).
Também podemos falar de capacidade que se refere ao sentido de ser capaz. Ou seja, a qualidade daquele que está apto a fazer algo. Seja do jornalista em escrever, do eletricista em trabalhar com a corrente elétrica ou do médico em tratar doenças.
Mas vamos a um exemplo que se encaixa melhor no contexto que iremos abordar ao longo deste texto: a capacidade de produção de uma empresa de automóveis.
Para dizer que ela diminuiu 25% no último trimestre, é preciso que tenhamos mensurado fatores específicos, como a redução do número de funcionários ou a quebra de uma máquina.
É aí que entramos nos indicadores de capacidade, sobre os quais falaremos com mais detalhes no próximo tópico.

O que são indicadores de capacidade?

indicadores de capacidade o que sao
Indicadores de capacidade, como o nome sugere, medem a capacidade de resposta de um determinado processo na relação entre o que foi produzido em um período de tempo específico.
Ou seja, eles identificam o quanto uma empresa é capaz de produzir em relação a algum parâmetro pré-estabelecido.
Eles são especialmente importantes na indústria, que produz em larga escala e precisa ter seus números sempre muito bem alinhados, sob pena de não dar conta da demanda.
É por isso que os indicadores de capacidade precisam andar sempre em conjunto com os de qualidade e produtividade.
É a relação entre eles que vai mostrar o potencial de competitividade do negócio.
Afinal, de nada adianta ter uma alta capacidade de produção se a produtividade dos funcionários não for boa, por exemplo. Acaba que o potencial da empresa não é utilizado em sua totalidade.
Por outro lado, também é inviável manter a produtividade lá em cima se ela não se reflete na qualidade do produto, que precisa ser descartado ou acaba indo parar nas mãos do consumidor com falhas gritantes.
Equilíbrio entre os fatores é tudo, não se esqueça disso.

Importância dos indicadores de capacidade

indicadores de capacidade importancia
Com tudo o que já aprendemos até aqui, fica mais fácil entender a importância dos indicadores de capacidade, não é mesmo?
Mas vamos avançar e, agora, imaginar uma cena.
Você possui uma gráfica e fechou um contrato muito promissor com um novo cliente. Já está até pensando como aquele dinheiro a mais vai ser investido.
Só que há um pequeno problema: você não verificou a fundo se era possível produzir todos aqueles livros no prazo combinado. Também não tomou cuidado com as especificações do produto do cliente.
Na hora de rodar a impressão do arquivo, percebeu que a quantidade de papel disponível era insuficiente. Para completar, uma das impressoras entrou em manutenção.
E agora, como explicar que você dimensionou mal a sua capacidade de produção para aquele período?
Manter os indicadores sempre em dia ajuda a evitar problemas como esse.
Você sabe como está o seu estoque ou se há previsão de impacto de produção por conta de férias de colaboradores, para citar apenas alguns exemplos.
Assim, os indicadores de capacidade vão funcionar como um verdadeiro raio x do negócio, ajudando também a projetar cenários futuros e o quanto eles podem ser impactados por variáveis que fazem parte da rotina e, justamente por isso, podem ser dimensionadas.
A partir daí, fica a lição para não perder dinheiro novamente porque não tinha papel suficiente – ou qualquer outro recurso que seja a matéria-prima da sua empresa.

Exemplos de Indicadores de capacidade

Já trouxemos algumas situações em que ter indicadores de capacidade sempre atualizados pode salvar a sua empresa de erros amadores no mundo corporativo.
Mas vamos além. É hora de conferir algumas das principais métricas relacionadas a essa categoria de mensuração.
Veja uma lista com exemplos:

  • Número de peças produzidas por hora
  • Número de atendimentos realizados em uma semana no serviço de atendimento ao cliente
  • Número de clientes visitados por dia
  • Número de celulares vendidos por funcionário da loja
  • Número de latas de leite condensado disponíveis no armário de uma confeitaria.

Como dá para perceber, são muitas as métricas possíveis.
Além disso, elas podem ser aplicadas a qualquer tipo de negócio para medir variados processos.
No último caso, da confeitaria, um número pequeno de latas de leite condensado em um dia de feriado, sem qualquer distribuidor ou mesmo mercado por perto em funcionamento, limitaria a capacidade de produção – o que nos lembra sobre o exemplo do papel e da gráfica.
Por isso, essas métricas são também uma possibilidade de dimensionamento.
Agora, vamos analisar o caso de um serviço de atendimento ao cliente.
Quantas ligações têm sido atendidas? E quantas têm sido recebidas?
Uma diferença muito grande entre os valores pode representar a insuficiência de profissionais na linha. Como consequência, você vai ter que enfrentar clientes descontentes com o tempo de espera até que sejam atendidos.
Qual é a conclusão? Não faltam motivos para providenciar uma gestão mais alinhada com os indicadores.

O que são ou indicadores de desempenho ou KPIs?

indicadores de capacidade o que sao desempenho KPIs
Visualizar a performance alcançada em cada um de seus setores. De maneira resumida, é para isso que servem os indicadores de desempenho.
Os indicadores de capacidade, qualidade e produtividade, sobre os quais falamos há pouco, fazem parte desse grande grupo, que pode ser definido como as características mensuráveis de processos, produtos e serviços.
O objetivo é poder acompanhar, avaliar e, como consequência, melhorar o próprio desempenho, chegando às metas definidas pelo planejamento estratégico.
Não por acaso, o desenvolvimento de uma empresa pode ser diretamente influenciado pelos dados encontrados na análise desses indicadores, que podem indicar oportunidades de melhorias em cada processo.
Para que os resultados sejam precisos, no entanto, é importante definir o que medir e o padrão de referência utilizado na comparação.
São três itens para acompanhar nesse esquema:

  • Índice: entendido como o valor numérico alcançado pelo indicador em um dado momento
  • Padrão: é aquele número utilizado como referência de comparação. Pode ser a média histórica da empresa ou mesmo um dado de mercado que mostra o desempenho da concorrência
  • Meta: é o lugar – ou, no caso, o número – que você deseja atingir. Em outras palavras, o índice buscado por um processo dentro de um período de tempo definido previamente.

Principais indicadores de desempenho

indicadores de capacidade principais
Como comentamos acima, existem diferentes tipos de indicador de desempenho.
Cada um deles dá conta de cobrir setores e processos distintos de uma mesma empresa.
Dentro de cada grupo, existem ainda as chamadas métricas, que delimitam com precisão o que está sendo aferido em cada caso.
O uso dessas métricas tem crescido, e muito, com o avanço da tecnologia e, sobretudo, de negócios inseridos no ambiente digital.
Redes sociais, como o Facebook, por exemplo, já oferecem uma série de métricas para os donos de fanpages.
Por isso, confira a seguir uma lista com possibilidades de métricas que costumam ser bastante comuns no mercado, seja ele físico ou online:

Time to market

Faz parte do dia a dia de empresas que precisam oferecer ao público novidades constantes.
Vamos pensar na Apple, por exemplo, que sempre deixa seus fãs na expectativa para o próximo modelo de iPhone a ser lançado.
Com um público exigente, é preciso agregar novas opções a cada evolução, o que precisa de tempo de pesquisa e criação.
Por outro lado, não dá para demorar demais, sob o risco de perder o timing ou ver uma marca concorrente sair na frente.
Mas por que estamos falando disso tudo? Bem, o time to market mede o tempo de lançamento de um produto, contando desde a idealização do seu conceito até o momento em que fica disponível para o consumidor.

Stock out

Quantas vezes em um dia (ou qualquer outro período de tempo que preferir), o estoque de algum item fica zerado? Esse é o stock out.
Sem um monitoramento frequente dessa métrica, é bem possível que o seu negócio acabe perdendo dinheiro.
E isso acontece seja você uma fábrica que precisa manter um estoque adequado de matéria-prima ou um supermercado comprometido com a variedade de produtos.
Se o índice de stock outros for alto demais, é hora de investigar qual é a fonte do problema, que pode estar no seu fornecedor, na alta procura pelo produto ou em alguma dificuldade interna de gerenciamento.

Market share

Você já ouviu falar em market share? Ela indica a fatia de mercado conquistada por um produto durante um período específico de tempo.
Para usar um exemplo bem simples, podemos falar das emissoras de televisão.
Você já deve ter ouvido alguém dizer que a Rede Globo alcançou um número “x” de pontos de audiência em um horário específico e que a Record, por outro lado, ficou com “y”.
Esse indicador nada mais representa do que a quantidade de pessoas (fatia de mercado) que estavam assistindo um canal em dado momento.

Ociosidade

Quanto tempo uma máquina, equipe ou unidade ficou sem produzir por conta de algum problema? A medição desse intervalo representa a métrica de ociosidade.
Ela pode ajudar você a calcular, por exemplo, quanto dinheiro está perdendo em consequência de um equipamento que quebrou e se vale a pena locar outro enquanto a manutenção não retorna com o antigo.

Taxa de rejeição

Ela é uma métrica bastante utilizada no ambiente digital e representa a porcentagem de visitantes que acessaram uma única página do site e saíram em seguida, sem dar continuidade à navegação.
A taxa de rejeição pode ser utilizada para determinar, por exemplo, o quão efetivo é o desempenho de uma página de entrada para gerar interesse nos visitantes.
De outro modo, também pode revelar que, ao ingressar no seu site por aquela página, o público não se sente instigado a seguir e descobrir mais.
Viu só quantas possibilidades de mensuração? Isso que só falamos de algumas.

Como um coach pode aumentar a capacidade de sua empresa?

indicadores de capacidade como um coach pode aumentar sua empresa
O processo de coaching significa olhar para o futuro de maneira estratégica, com objetivos claros e definidos, contando com o suporte de uma metodologia que impulsiona os resultados.
E é justamente por isso que um coach (o profissional que conduz o processo) pode aumentar a capacidade da sua empresa.
A partir de uma análise do cenário atual e das limitações encontradas, ele vai dar todo o apoio para que você possa olhar para frente e vislumbrar novas possibilidades.
Juntos, vocês vão conseguir também identificar potencialidades e aumentar a capacidade de produção.
Tudo isso é feito a partir de técnicas e ferramentas comprovadas, com respaldo internacional.
Que tal apostar nessa possibilidade?
Depois de conhecer resultados consistentes, você vai querer ser o protagonista de uma nova fase, o que nos leva ao próximo tópico.

Como se tornar um coach?

Você já pensou em aliar sua experiência ao que o coaching oferece de melhor e ser um profissional ainda mais completo dentro da empresa?
Saiba que isso é possível. Basta buscar uma especialização na área – e não existe nenhum outro pré-requisito.
Antes de se tornar um coach, porém, a nossa dica é entender melhor como funciona esse universo e de que modo ele pode ser inserido na sua rotina.
Leia artigos e relatos de quem já viveu essa experiência e hoje atua no mercado, pois isso ajuda a alinhar expectativas.
Você pode usar suas próprias experiências e promover um processo permanente de coaching no ambiente de trabalho, dando suporte para o crescimento da empresa e de toda a equipe.
Seja você também um agente de mudança na vida das pessoas e dê o apoio necessário para que possam alcançar o potencial máximo de cada uma.
Acredite, é recompensador!

Formação em coaching SBCoaching

Gostou da ideia de se tornar um coach de sucesso?
Depois de seguir os passos que descrevemos no item anterior, é hora de buscar a melhor formação. É aqui que entra a SBCoaching.
Temos a experiência de quem já formou mais de 35 mil coaches e contamos com reconhecimento internacional, além de uma cartela completa de cursos para que você tenha a melhor especialização.
É o caso do Executive Coaching, que permite que você atue com sucesso em todas as áreas corporativas.
Entre os benefícios proporcionados, estão a melhoria da performance e da produtividade, o aprimoramento de competências de liderança, o aumento na sua satisfação e a chance de atingir resultados cada vez melhores junto aos clientes.
Por outro lado, se o seu objetivo é organizar e dar um novo gás para a sua carreira, você pode contar com o Career Coaching, um dos nichos que mais cresce nesse universo.
É uma alternativa para quem deseja desenvolver as competências e conhecimentos necessários para atuar em qualquer área do coaching de carreira – seja quem está começando no mundo do trabalho ou aqueles que buscam uma nova posição.
A partir da prática com clientes reais, você vai aprender as melhores técnicas para se destacar nesse nicho e saber como lidar com as questões profissionais trazidas pelos coachees, que são os clientes do processo.
Se você ainda ficou com dúvidas, aproveite para acessar o site, conhecer todas as opções de cursos disponíveis e saber mais sobre o longo histórico de atuação da SBCoaching no mercado.
Você também pode entrar em contato conosco e contar com o auxílio de nossos atendentes para tomar a melhor decisão.
Pronto para o sucesso?

Conclusão

indicadores de capacidade conclusao
Neste artigo, falamos sobre os indicadores de capacidade e outros que, em conjunto, podem fazer muita diferença no futuro de uma empresa;
Quem não conta com dados precisos e sempre atualizados para tomar decisões acaba agindo com base apenas em impressões e velhos hábitos que nem sempre funcionam da melhor forma.
Agora, vale ressaltar que os dados, sozinhos, não dizem muita coisa. Eles precisam ser sempre analisados e colocados em contexto.
Sim, sabemos que isso demanda tempo, mas encare como um investimento no sucesso da empresa. Uma verdadeira oportunidade para ter insights poderosos.
Se você acha que está com dificuldades em alcançar o melhor desempenho, também não esqueça que sempre pode contar com a metodologia coaching e suas infinitas possibilidades de crescimento.
Só não deixa a situação chegar no vermelho para buscar a mudança.
Se o artigo foi útil, compartilhe em suas redes sociais. Deixe seu comentário abaixo com dúvidas e opiniões.