Posted in:

Indicadores de Produtividade e KPIs: O Guia Completo SBCoaching

Que indicadores de produtividade você utiliza no seu negócio?
Se estranha a pergunta e não sabe a resposta, é bom repensar a forma como conduz a empresa.
Como você sabe bem, garantir crescimento e resultados cada vez mais promissores é o sonho de qualquer empreendedor para o seu negócio.
O problema é que nem todos lembram de acompanhar os números e fazer análises periódicas.
E isso acontece justamente a partir do tema deste artigo, os indicadores de produtividade.
A propósito, você já ouviu falar deles?
Não há como definir se a produtividade realmente melhorou ou mesmo se ela está em queda sem contar com métricas precisas e consistentes.
Ao monitorar seu desempenho, elas ajudam a traçar e até mesmo prever cenários, evitando riscos desnecessários e melhorando as chances de alcançar um crescimento sustentável.
Se você acha que está na hora de investir nessa opção ou mesmo se deseja aprender mais sobre o assunto, aproveite e venha com a gente nesta leitura.
Até o final do artigo, você vai colecionar bons insights para seguir na trilha do sucesso empreendedor.

O que significa produtividade?

indicadores de produtividade o que significa
Produtividade é conceito que está diretamente atrelado à rentabilidade. Ou seja, é uma relação entre meios, recursos empregados e o resultado final alcançado.
Quanto mais eficiente conseguir ser uma empresa no uso do capital e das ferramentas disponíveis, melhor vai ser a sua produtividade e, por consequência, os resultados atingidos.
É aquela capacidade de fazer mais com menos – e, se possível, no menor tempo, o que agrega a eficiência ao processo.
Mas ao falar em produtividade existe outra variável que precisa ser levada em conta: a qualidade do produto ou serviço oferecido.
Simplesmente produzir em grande número, com o menor consumo de recursos, pode não ser exatamente o objetivo do seu negócio.
Se você possui uma hamburgueria artesanal, por exemplo, certamente não vai querer que os seus funcionários produzam com a mesma agilidade de uma rede de fast food.
São propostas diferentes, com parâmetros que devem ser estabelecidos e avaliados também dessa forma.

O que é um indicador de produtividade?

indicadores de produtividade o que e umDe maneira muito prática, um indicador de produtividade é representado por ferramentas que auxiliam uma empresa a estimar o desempenho alcançado por seus funcionários, setores ou mesmo o todo, de acordo com o recorte escolhido.
Um indicador de produtividade pode ajudar você a encontrar oportunidades de crescimento e também a identificar falhas que custam caro ao negócio.
Assim, processos são otimizados e a produção aumenta sem afetar a qualidade.
Não é o sonho de todo o empreendedor?

Como se mede a produtividade de uma empresa?

indicadores de produtividade como se mede de uma empresa
Felizmente, existem opções variadas para entender e analisar os resultados de uma empresa, inclusive no que diz respeito à produtividade alcançada.
A seguir, listamos algumas das possibilidades que você pode acionar.

EBITDA

O nome pode até ser estranho, mas esse indicador reúne todas as condições de fazer a diferença.
EBITDA é a sigla para Earnings before, interest, taxes, depreciation and amortization.
Traduzindo para o português, seria algo como “lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização”.
Não entendeu nada? A gente explica.
Ele representa o quanto uma empresa gera em recursos a partir de suas atividades operacionais.
Isso sem contar os impostos e outros descontos necessários.
O objetivo é fazer uma análise mais ampla do processo como um todo e não apenas do resultado final.
Por conta de sua capacidade em medir eficiência e produtividade, é comum que seja usado também por investidores que buscam opções sobre como empregar seu dinheiro no mercado de capitais.

TPM

O Total Produtive Maintenance (TPM) ou Manutenção Produtiva Total tem como objetivo diminuir custos, eliminar as perdas e, por consequência, aumentar a produtividade e a competitividade das empresas.
Bastante popular na indústria, a ferramenta foi criada no Japão e busca alcançar três metas principais, que são: perda, quebra e acidente zero.
É um tipo de conceito que exige uma mudança em toda a cultura organizacional, pois engloba o coletivo.

Produção individual

Enquanto os dois anteriores são mais conceituais, aqui temos uma modelo mais prático de indicador – que varia, é claro, de acordo com o nicho do negócio.
Mas nem por isso ele é limitado ou pouco eficiente.
Se o melhor funcionário é capaz de produzir cinco celulares por hora, é possível medir quanto os demais precisam acelerar para alcançar o ritmo considerado ideal, por exemplo.
Da mesma forma, você pode calcular quanto um colaborador novo demora para chegar ao mesmo ritmo de outro antigo.
E essas são só algumas opções

Importância de elaborar os indicadores de produtividade

indicadores de produtividade importancia elaborar
Como vimos, os indicadores de produtividade ajudam a definir padrões que se encaixam na realidade específica de cada negócio.
Quando eles são medidos internamente e de maneira contínua, você não precisa fazer projeções baseadas em números do McDonald’s se o seu negócio é uma hamburgueria artesanal que abriu as portas há alguns meses.
Também falamos sobre a possibilidade de medir o desempenho de cada funcionário, certo?
Mas isso não vale apenas para definir quem tem se saído melhor.
É também uma forma de calcular o quanto de recurso é necessário para uma produção específica.
Tudo isso ajuda a criar uma base de custos e também de qualidade.
Quando o valor estiver abaixo do definido, pode ser a hora de um reajuste ou mesmo redefinir alguns parâmetros.
O importante é que você não perde o timing.

Indicadores de desempenho – KPIs

indicadores de produtividade desempenho KPI
Você viu alguns tipos de indicadores de produtividade e aprendeu sobre a importância que eles possuem.
Agora, vale um alerta: não pare por aí.
Os indicadores de produtividade são apenas uma das categorias dos chamados indicadores de desempenho, também conhecidos como Key Performance Indicators (KPIs).
Ou seja, o leque de opções para monitorar os resultados da sua empresa é muito maior e merece atenção.
É possível avaliar cada um dos processos tanto de maneira numérica quanto em termos de qualidade.
Para essa diferenciação ficar mais clara, vamos passar às categorias existentes no próximo tópico.

Quais os principais tipos de indicadores de desempenho?

Como já falamos bastante dos indicadores de produtividade, eles vão ficar de fora da lista a seguir, mas nem por isso devem ser ignorados na sua estratégia.

Indicadores de qualidade

São eles que vão ajudar a entender aqueles desvios e não conformidades que acontecem na sua empresa, seja na oferta de produtos, serviços ou mesmo no respeito aos processos, falando em termos de comunicação interna.
Em um exemplo bem simples, quantos clientes pediram para trocar o prato recebido porque ele continha um ingrediente errado?
E quanto esses erros custaram?
O valor é significativo?

Indicadores estratégicos

É comum que, no início de cada ano, as empresas definam um plano estratégico.
Ele vai nortear toda a atuação ao longo dos próximos 12 meses.
Mas para que os resultados aconteçam, não dá para contar com a sorte e apenas abrir uma caixa mágica no final do período.
É preciso acompanhar o desempenho.
Por isso, os indicadores estratégicos oferecem um panorama de como está o cenário atual da empresa em comparação com o que se esperaria para aquele momento específico.
É possível, inclusive, fazer uma série histórica e analisar os avanços ou mesmo medir o quanto da meta deveria ter sido alcançada em cada mês do ano.

Indicador de lucratividade

Você já deve ter se deparado com a história de alguma empresa que apresenta faturamento positivo e, ainda assim, não consegue fazer o dinheiro sobrar no final do mês.
Quando isso acontece, é bem possível que esteja faltando uma análise mais minuciosa e próxima dos números.
Claro, manter o monitoramento dos dados não vai resolver o problema, mas certamente vai ajudar a encontrá-lo.
Você pode analisar o percentual de crescimento, o aumento dos custos, o índice de liquidez do negócio, entre outras tantas e variadas opções.
O importante é saber que faturamento não é igual lucro.
Enquanto o primeiro considera só as receitas, o segundo coloca na conta também as despesas.

Indicadores de capacidade

Eles revelam a relação entre a quantidade que se pode produzir e o tempo consumido para esse fim.
Por exemplo, uma montadora é capaz de produzir até dois mil carros por mês.
A partir desse dado, dá para calcular a média por dia, o quanto se perdeu em um dia que a empresa só abriu meio turno e até mesmo quantos funcionários e máquinas seriam necessários para dobrar a capacidade.

Exemplos de indicadores de desempenho em empresas

indicadores de produtividade exemplos em empresas
Dentro de cada uma dessas categorias que acabamos de mostrar existem infinitas possibilidades de indicadores específicos a serem explorados.
Mas ainda que cada segmento costume adotar métricas mais alinhadas com o seu tipo de produção, é possível elencar os principais exemplos, que costumam perpassar áreas.

Valor do ticket médio

Quanto, em média, um consumidor gasta na sua loja?
Essa é a principal pergunta a ser respondida pelo indicador.
O número, vale dizer, vai depender muito do tipo de produto ou serviço vendido e do valor agregado a ele.
Um vendedor de piscinas, por exemplo, não vai concretizar tantos negócios quanto alguém que trabalha vendendo sorvetes, mas o preço médio de cada venda vai ser muito mais alto.
Essa comparação ajuda a entender o quanto o desempenho é variável de um setor para o outro.
Analisando a loja, como um todo, é possível também identificar oportunidades para diversificar a oferta, caso você note que o problema não é a dificuldade em atrair o consumidor, mas os altos gastos frente a um ticket médio muito baixo.

Índice de turnover

Aqui a avaliação é do grau de rotatividade dos funcionários de uma mesma empresa.
Quando a taxa encontrada é alta, é comum que exista um problema que precisa ser resolvido.
Pode ser a falta de incentivos, uma remuneração abaixo do valor de mercado ou mesmo a ausência de lideranças com capacidade para motivar suas equipes.
É importante lembrar que perder funcionários com frequência também significa diminuir a produtividade.
Afinal, cada novo colaborador passa por um processo de adaptação e leva certo tempo para atingir os mesmos níveis daqueles que já conhecem o trabalho desenvolvido.
O turnover pode ser calculado a partir do tempo médio de permanência de cada funcionário na empresa.
A fórmula clássica é somar o número de demissões com os de admissões, dividir por dois e, por fim, dividir pelo total de funcionários.

Churn rate

indicadores de produtividade churnrate
Já o churn rate está relacionado à evasão de clientes.
Assim, é possível estabelecer quantos consumidores deixaram de comprar com você em um determinado período de tempo.
Com os dados em mãos, você deve avaliar o que pode ter dado errado e até mesmo entrar em contato com o cliente, seja para um rápido questionário ou mesmo para oferecer um desconto especial que o traga de volta, por exemplo.

ROI

O chamado retorno sobre investimento (ROI) ajuda a diferenciar o resultado obtido com cada uma das estratégias adotadas.
Isso é possível a partir do cálculo dos ganhos financeiros alcançados.
É muito comum, inclusive, que a métrica seja utilizada para medir a eficiência de campanhas de marketing digital.
Ela mostra o quanto você perdeu ou ganhou para cada real gasto.

Taxa de conversão

Essa métrica serve para que você possa entender o rendimento do vendedor em relação ao número de oportunidades de venda.
Ela é das mais usadas nas empresas de e-commerce e permite entender melhor a relação criada com o lead (potencial cliente) e o quão eficiente ela tem sido.

Stock out

Esse avaliador é essencial para as empresas que precisam lidar com o controle de grandes estoques, pois mede quantas vezes um determinado produto está sem reposição.
Isso ajuda a planejar melhor o número de itens e a evitar que um consumidor fique descontente por não encontrar o que procurava.

Eficiência de entrega

Especialmente para quem trabalha no meio online, a entrega é um ponto decisivo.
Não é por acaso que um prazo estendido pode levar o seu cliente à desistência, assim como um frete com valor muito elevado.
Será que você tem conseguido cumprir o tempo estimado de entrega? E em que condições o produto chega? Seu fornecedor de logística tem a ver com o resultado?
Essas são perguntas que um indicador como esse ajuda a responder.

Como um coach pode melhorar a produtividade de sua empresa?

indicadores de produtividade como coach melhorar de sua empresa
Agora que você já viu o quanto os indicadores de produtividade e de desempenho podem ajudar a monitorar o crescimento da sua empresa, vamos falar sobre mais um importante aliado nessa missão: o coaching.
Além de dar suporte às pessoas que desejam atingir objetivos específicos da vida pessoal, a metodologia também pode ser aplicada na área empresarial e apoiar o cumprimento de metas essenciais.
Mas como isso acontece?
Temos certeza de que você deve estar curioso para entender e, vamos lá, talvez até um pouco cético.
Melhor começar com um esclarecimento: diferente do que muitos costumam supor, o coaching não se trata de um tipo de terapia ou mesmo de autoajuda.
É um método apoiado em técnicas reconhecidas internacionalmente e que atuam em aspectos práticos do seu negócio.
As sessões são conduzidas por um coach, sempre disponível para orientar.
A partir de desafios lançados a cada encontro, vai ser possível entender melhor o contexto em que a empresa está inserida e definir objetivos claros.
Dessa forma, a cada passo dado, você fica um pouco mais perto do lugar em que deseja chegar.
Um dos principais pontos é que, ainda que o coach esteja sempre ali, não é ele que vai resolver os problemas encontrados.
No fim das contas, todo o mérito é seu e da sua equipe, que pode participar dessa construção, desenvolvendo e aprimorando competências e habilidades necessárias para realizar seus objetivos.

Formação em coaching SBCoaching

indicadores de produtividade formacao coaching sbcoaching
Vamos mentalizar mais um cena.
Você chega ao final das sessões de coaching e percebe que gostaria de fazer desse processo uma constante na rotina da empresa.
Incluir cada vez mais colaboradores, não apenas as chefias.
Uma das melhores formas de transformar esse pensamento em realidade é com a sua liderança.
Sim, você pode ser um coach e aplicar todos os seus conhecimentos para levar o seu negócio a voos cada vez mais altos.
Na SBCoaching, por exemplo, você encontra cursos de formação para diferentes objetivos.
O Personal & Professional Coaching é uma das principais opções para quem está começando e deseja uma visão mais ampla.
Esse curso cobre tanto aspectos mais relacionados ao lado pessoal quanto também ao profissional, como o próprio nome já sugere.
Outra opção bastante indicada para quem deseja focar no aspecto corporativo é o Executive Coaching.
Ele é ideal para elevar a performance individual e melhorar a produtividade, além de reduzir o estresse por conta da pressão do dia a dia na empresa.
Assim, pode ser decisivo na sua formação como uma liderança capaz de conduzir a equipe pelo melhor caminho.
Imagine todos esses benefícios refletidos na rotina da empresa.
Imaginou? Então, faça contato conosco para saber mais.

Conclusão

indicadores de produtividade conclusao
Percebeu a importância de gerar e monitorar dados?
Independente do tipo, seu valor está na capacidade de oferecer subsídios para tomar decisões mais assertivas.
Claro, o seu feeling sempre vai ser importante nessa hora..
Os anos de experiência fazem toda a diferença. Mas melhor ainda se você puder contar com números embasados e confiáveis.
Afinal, é difícil estar atento a absolutamente todos os detalhes.
Quando cada setor possui seus indicadores e define metas a serem cumpridas a partir deles, todo o sistema funciona melhor.
Além disso, cada um dos colaboradores sabe exatamente o que está sendo exigido dele e como seu desempenho é avaliado.
Obviamente, é preciso ter sensibilidade para considerar fatores subjetivos, mas alguns parâmetros tendem a ajudar a todos.
A propósito, você já utiliza algum tipo de métrica no seu negócio? E já pensou em aderir ao coaching para melhorar a produtividade? Deixe o seu comentário!