Posted in:

Inteligência positiva: o que é, benefícios e como desenvolver

inteligencia positiva o que e beneficios como desenvolver

A inteligência positiva é a chave para desenvolver uma mentalidade de sucesso e ganhar motivação para alcançar a alta performance.

Não sabe como ela funciona na prática?

Então, este texto vai elucidar algumas questões relevantes.

A inteligência positiva é uma forma de utilizar o cérebro como o seu melhor amigo, fazendo com que ele trabalhe ao seu favor quando é preciso lidar com os desafios da rotina.

Mas nem sempre isso é fácil, porque nossa mente tem muitos sabotadores que causam ansiedade, estresse e frustração.

Tudo isso é muito importante, mas existe algo fundamental para colocar em prática:
Você precisa de ter hábitos certos, que vão te colocar em ação.


Pensando nisso, criamos um material que vai te ajudar a ser mais feliz e realizado através de hábitos de sucesso.

Clique aqui para ter acesso ao material e participar de um encontro online, onde Villela da Matta vai te dar mais conhecimento sobre este tema.

Continuando...

E o grande aprendizado proporcionado pela inteligência positiva é enfraquecer esses sabotadores e ativar o lado sábio do cérebro.

Nas próximas linhas, você vai compreender o conceito por meio dos seguintes tópicos:

  • O que é inteligência positiva
  • Benefícios
  • Como desenvolver
  • Sabotadores da mente
  • Como combater os sabotadores
  • Como usar a inteligência positiva na carreira e na vida
  • Inteligência positiva e domínio de emoções
  • Coaching positivo.

Ficou interessado?

Então siga com a leitura.

O que é inteligência positiva?

inteligencia positiva o que e

Inteligência positiva é a capacidade de usar o cérebro como melhor amigo do indivíduo, de uma maneira que ele favoreça a felicidade e ajude na conquista de objetivos e gerenciamento das emoções.

O conceito ficou popularmente conhecido com o best-seller Inteligência Positiva: por que só 20% das equipes e dos indivíduos alcançam seu verdadeiro potencial e como você pode alcançar o seu (Companhia das Letras, 2013), de Shirzad Chamine.

Chamine parte do pressuposto de que a mente age de duas maneiras: como melhor amiga ou pior inimiga do indivíduo.

E a inteligência positiva mede o percentual de tempo que a mente utiliza para cada um desses mecanismos.

Faça uma rápida reflexão.

Será que a sua mente está trabalhando em seu benefício, ajudando você a controlar as emoções e enfrentar os desafios diários?

Ou está boicotando os seus planos, sempre encontrando os pontos negativos e gerando ainda mais ansiedade?

Quem tem uma inteligência positiva alta possui uma mente que age muito mais como amiga, se encaixando na primeira pergunta.

“A Inteligência Positiva é uma indicação do controle que você tem sobre sua própria mente e o quão bem sua mente age em seu próprio benefício”, define o autor.

O conceito de inteligência positiva é fruto de estudos das áreas de neurociência, ciência organizacional e psicologia positiva.

Quais os benefícios da inteligência positiva?

inteligencia positiva quais beneficios

A inteligência positiva proporciona benefícios ao mudar o mindset para um aspecto mais positivo, fazendo o cérebro trabalhar ao seu favor.

De acordo com Chamine, ela permite medir e melhorar a porcentagem de tempo que a mente trabalha como sua melhor amiga.

Isso porque a mente é um campo de batalha.

De um lado, estão os “Sabotadores” que, como você verá adiante, impedem a felicidade e o bom desempenho.

De outro, está o “Sábio”, que acessa o conhecimento e possui discernimento, explorando os poderes mentais.

Como resultado da inteligência positiva, a mente fica mais equilibrada, e você consegue explorar o seu potencial de uma maneira mais ampla.

Na prática, isso ajuda em diversas situações do cotidiano em que você precisa apresentar um bom desempenho.

Por exemplo: você vai falar em público em um evento de trabalho.

Sua mente pode ajudar, incentivando você a explorar todo o seu potencial.

Ou pode sabotar o seu desempenho, voltando-se principalmente para erros que você pode cometer e gerando ansiedade.

É justamente nessa hora que entra a inteligência positiva.

Como benefícios, é possível citar:

  • Gerenciamento do estresse
  • Fortalecimento de crenças e pensamentos positivos
  • Eliminação de crenças limitantes
  • Capacidade de enfrentar desafios
  • Controle sobre o estado emocional.

Como desenvolver a inteligência positiva?

inteligencia positiva como desenvolver

Um dos principais ensinamentos do livro de Chamine é que, para desenvolver a inteligência positiva, é preciso identificar quais sabotadores prevalecem na sua mente.

Afinal, são eles que impedem o seu pleno desenvolvimento e potencial.

Por isso, a inteligência positiva é um caminho que não pode ser dissociado do autoconhecimento.

E isso tem tudo a ver com o processo de coaching  - uma das áreas que, como você viu, originou a inteligência positiva.

Como o Coaching auxilia no desenvolvimento da inteligência positiva?

O coaching é uma metodologia voltada ao desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais.

Seu principal objetivo é promover o autoconhecimento e disponibilizar ferramentas para que o indivíduo alcance o seu potencial total.

Nesse processo, competências importantes, como resiliência, foco e motivação são trabalhadas no coachee.

A metodologia, que ocorre inteiramente com o apoio do coach, permite ao indivíduo conhecer as suas vulnerabilidades e potencialidades.

Durante o coaching, o coachee também identifica fatores que impactam diretamente os seus comportamentos: padrões mentais, crenças limitantes e traumas.

É a partir disso que ele compreende a raiz de seus comportamentos, ganhando embasamento para definir quais mudanças deseja promover.

E aí o coaching traça o caminho até o estado desejado, que é o ganho da inteligência positiva e emocional.

Isso porque o coachee, com auxílio do coach, monta um plano de ações para conquistar seus objetivos e mudar comportamentos que estejam barrando a performance.

Inteligência positiva e os sabotadores da mente

Já mencionamos nos tópicos anteriores que os sabotadores são vários tipos de mecanismos que impedem o desenvolvimento e o alto desempenho.

Tenha em mente que, para desenvolver a inteligência positiva, você precisará lidar com eles diariamente, em busca da criação de novos padrões de pensamento e comportamento.

Mas antes de se aprofundar nos diferentes tipos de sabotadores, saiba o que, de fato, são eles.

O que são sabotadores?

Sabotadores são inimigos internos.

“São um conjunto de padrões mentais automáticos e habituais, cada um com sua própria voz, crença e suposições que trabalham contra o que é melhor para você”, afirma Chamine.

E esse conjunto é responsável por diversos estados mentais negativos, como desânimo, falta de motivação e sensação de fracasso, por exemplo.

Para o autor, eles são um fenômeno universal, porque estão presente em todas as pessoas.

Ou seja: você não deve se perguntar se tem ou não sabotadores, e sim questionar quais deles prevalecem na sua mente.

Quais são os sabotadores da mente?

inteligencia positiva quais sao sabotadores da mente

Em seu livro, Chamine identifica dez sabotadores da mente.

Cada pessoa tem predominância de uns em relação a outros.

Para tirar a curiosidade, o portal da editora Companhia das Letras oferece um teste que permite descobrir quais são os seus principais sabotadores, baseados nos conceitos abordados por Chamine.

Vale a pena fazer o teste e aprender um pouco mais sobre você.

Mas antes de responder ao questionário, sugerimos que você conheça, de forma breve, as características de cada sabotador elencado pelo autor.

O crítico

O crítico afeta todas as pessoas.

Segundo Chimane, é ele que leva as pessoas a encontrarem defeitos em si mesmas, nos outros e nas condições que vivenciam.

Esse sabotador eleva os níveis de estresse, ansiedade, raiva, decepção e culpa, porque leva os indivíduos a acreditarem que, sem ele, se tornariam preguiçosas.

O insistente

Sabotador que se traduz como a necessidade de perfeição, ordem e organização em um nível tão elevado que se torna prejudicial.

A consequência é a frustração, porque é praticamente impossível alcançar o nível de perfeição esperado.

“Ele deixa você e os outros ao seu redor ansiosos e nervosos”, pontua Chimane.

O prestativo

É o que obriga as pessoas a ganharem aceitação e afeição dos outros oferecendo ajuda e elogios constantes a eles.

Aqui o problema é que os outros se tornam dependentes do indivíduo, enquanto ele próprio perde de vista as suas necessidades particulares.

O hiper-realizador

Esse sabotador faz com que o indivíduo só tenha respeito e validação próprios se apresentar alto desempenho e realizações a todo instante.

Nesse caso, o sucesso exterior passa a ser mais importante do que o interior.

“Costuma levar a tendências insustentáveis de vício em trabalho e faz com que você perca contato com necessidades emocionais e de relacionamento mais profundas”, diz Chimane.

A vítima

A vítima é o sabotador que torna o indivíduo temperamental e emotivo para ganhar atenção e afeto dos outros.

O que ocorre é o foco exagerado em sentimentos internos, sobretudo aqueles que causam dor, desperdiçando a energia mental e emocional do indivíduo.

O hiper-racional

O hiper-racional é aquele que foca exclusivamente na inteligência racional, até mesmo nos relacionamentos, deixando o indivíduo impaciente em relação às emoções dos outros.

É por isso que pessoas dominadas por esse sabotador são, muitas vezes, vistas como frias, arrogantes e distantes.

O hipervigilante

Esse sabotador faz com que você fique a todo momento em estado de alerta, nunca podendo descansar.

“O Hipervigilante faz você sentir ansiedade intensa e contínua em relação a todos os perigos que cercam você e em relação a tudo o que poderia dar errado”, destaca o autor.

O inquieto

O inquieto está sempre preocupado em ter emoções maiores e em se manter ocupado.

Ou seja, ele impede que você sinta prazer nas atividades que está realizando agora, justamente porque está sempre em busca de uma vida intensa no futuro.

O controlador

Quem é influenciado por esse sabotador sente necessidade constante de controlar as situações à sua volta e dirigir as ações de outras pessoas.

Por isso, um dos efeitos é o ganho de ansiedade e impaciência, impedindo que os outros alcancem a sua capacidade máxima.   

O esquivo

É aquele que se concentra de forma extrema nos aspectos positivos e prazerosos, evitando tudo que é desagradável ou gera conflitos.

“Isso resulta em explosões nocivas, em conflitos sufocados que foram deixados de lado, e provoca atrasos na conclusão de coisas”, reflete Chamine.

Como combater os sabotadores da mente?

inteligencia positiva como combater sabotadores da mente

Depois de conhecer os sabotadores, é hora de identificar quais deles influenciam mais os seus comportamentos e crenças.

Só assim é possível combatê-los.

Uma estratégia para fazer isso, de acordo com Chimane, é observando a ação dos sabotadores no dia a dia e rotulando os pensamentos e sentimentos que eles provocam.

Se lembra do exemplo de falar em público e do sabotador que foca nos erros que você vai cometer?

“Por exemplo, você pode dizer para si mesmo: ‘Ah, o Crítico voltou para dizer que vou fracassar’ ou ‘Aí está o Controlador se sentindo ansioso de novo’”, destaca o autor.

Na prática, isso quer dizer que você irá reconhecer a influência dos sabotadores e poderá reagir a eles de maneiras diferentes, tomando controle sobre as suas ações.

Como usar a inteligência positiva na vida e na carreira?

Para usar a inteligência positiva na vida e na carreira, é preciso se dedicar a alterar os padrões mentais.

“Para se tornar um pensador positivo, é preciso sempre permanecer positivo e ser capaz de reestruturar os pensamentos negativos”, afirma Lawrence Franz, no livro Emotional Intelligence (PublishDrive, 2018).

A inteligência positiva é uma forma de reforçar as redes neurais que desenvolvem os pensamentos positivos ao invés dos negativos.

E isso é possível porque o cérebro apresenta neuroplasticidade, que é a habilidade de reorganizar neurônios e circuitos neurais, permitindo a adaptação a mudanças.

Assim, preste atenção aos pensamentos limitantes que surgem no dia a dia, seja na vida pessoal e nos relacionamentos, seja no trabalho.

Ao tomar consciência dessas crenças, tome o controle sobre as emoções e pensamentos negativos, treinando o cérebro para alterar a lógica com que ele funciona.

Saiba que apostar na inteligência positiva também é uma forma de ganhar motivação para correr atrás dos seus objetivos de vida e carreira.

De acordo com Franz, cada vez mais pessoas estão percebendo que há algo que diferencia algumas pessoas e que boa parte disso pode ser desenvolvido.

“Mais e mais pessoas estão inserindo sua inteligência emocional e sua inteligência positiva para alcançar a satisfação”, destaca.

Práticas como yoga e meditação ajudam a desenvolver a inteligência positiva, e fica mais fácil acioná-la nos momentos desafiadores que surgem no cotidiano.

Qual a relação entre inteligência positiva e o domínio das emoções?

inteligencia positiva qual relacao entre dominio das emocoes

A inteligência positiva está completamente relacionada ao domínio das emoções.

Isso porque ela permite que você conheça suas emoções, limitações e padrões de pensamento.

Duas palavras-chave entram nesse aspecto: autoconhecimento e autogestão.

Em um artigo sobre inteligência emocional para a revista Forbes, Travis Bradberry, cofundador da TalentSmart, afirma que ambas fazem parte das competências pessoais.

Segundo ele, o autoconhecimento é a capacidade de perceber com precisão suas emoções e ficar ciente delas à medida em que acontecem.

E a autogestão é a capacidade de usar a consciência de suas emoções para permanecer flexível e direcionar positivamente seu comportamento.

Em outras palavras, isso significa que, se você pensar racionalmente sobre as suas emoções, será mais fácil dominá-las.

Como desenvolver novos hábitos?

Nem sempre é fácil desenvolver novos hábitos, não é mesmo?

Em seu livro O poder do hábito (Objetiva, 2012), Charles Duhigg aponta que a chave para o êxito é esforço e autocompreensão dos anseios que levam a determinados comportamentos que você deseja mudar.

E então é possível dominar esses hábitos.

“Entender os anseios que impulsionam seus hábitos não vai fazer com que eles desapareçam de repente  - mas vai lhe fornecer um meio de planejar como mudar o padrão”, afirma o autor.

Mas uma vez, é o autoconhecimento que entra em cena.

Um exemplo prático é a alimentação.

Vamos supor que a mudança que você quer promover é se alimentar de forma saudável.

Mas você sempre acaba recorrendo aos lanches “gostosos”, nada saudáveis, porque acredita que não consegue ficar sem eles.

Será que, na verdade, você não está utilizando a comida como forma de compensar a ansiedade, frustração ou estresse?

Se você não tem essa resposta, é provável que continue adotando os mesmos comportamentos.

Percebe como é importante compreender a raiz do hábito para poder mudá-lo?

O papel do Coaching no desenvolvimento de novos hábitos

O papel do coaching é promover o autoconhecimento, definir objetivos e traçar um planejamento estratégico para o êxito.

Para isso, o coach dá suporte ao coachee a cada sessão, apresentando ferramentas e técnicas podem ajudar na criação de novos hábitos.

Uma das vantagens é que, a cada encontro, o coach faz uma análise do desenvolvimento do coachee durante o intervalo, observando se houve sucesso na implementação das mudanças.

Além disso, o processo auxilia no desenvolvimento de competências relevantes para a construção de hábitos: motivação, resiliência e foco, por exemplo.

Inteligência Positiva e Coaching Positivo

Quer desenvolver a inteligência positiva?

O coaching positivo é uma ferramenta que pode ajudar.

A metodologia é baseada nas descobertas mais recentes de Psicologia Positiva.

Durante o processo, o objetivo é desenvolver atitudes e emoções positivas para transformar a vida pessoal e profissional.

Com o coaching e os princípios da inteligência positiva, você pode alcançar resultados melhores em todas as esferas de sua atuação.

E por meio da metodologia, também pode reforçar os padrões mentais desejados, intensificar as potencialidades e elevar a resiliência para otimizar sua performance.

Parece uma boa ideia?

Então fique atento à dica do capítulo final do nosso guia.

Conclusão

Agora você já conhece os benefícios de adotar a inteligência positiva, alterando os padrões mentais e de comportamento.

Não se esqueça de que o principal ponto é reconhecer os sabotadores da mente e assumir o controle sobre eles.

Dessa forma, é possível reduzir os sentimentos e emoções prejudiciais, como ansiedade e medo, e elevar a motivação e a sensação de sucesso.

Para ajudar, procure a metodologia de coaching positivo, pois assim você terá o apoio de um profissional especializado que oferecerá as melhores estratégias.

Aproveite para conhecer o curso Positive Coaching, da SBCoaching, organização que é referência mundial na área de treinamentos em coaching.

Se você gostou das dicas deste artigo, compartilhe com os amigos nas redes sociais e deixe um comentário abaixo com dúvidas sobre inteligência positiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *