Posted in:

Meios de Comunicação: O que são, Tipos, Impactos e Importância

meios de comunicacao o que sao tipos impactos importancia

Você já parou para pensar sobre a importância e o espaço que os meios de comunicação têm em sua vida?
Quantos minutos do dia o seu smartphone passa em suas mãos?
Quantas postagens você fez nas redes sociais nos últimos tempos e quantas curtidas recebeu?
Quantas horas você passa na frente de um computador, seja a trabalho, para se informar ou por lazer?
Se pararmos para refletir, veremos que a realidade é impressionante.
Isso sem falar no tempo dedicado às séries favoritas na televisão, aos programas esportivos e às músicas favoritas que ouve no rádio.
Podemos dizer que, hoje em dia, somos dependentes de toda essa conectividade e informação e que a ausência delas poderia provocar uma sensação de vazio existencial.
Mas será que sempre foi assim?
É isso que vamos descobrir.
Venha conosco ao longo desta leitura e viaje no tempo para conhecer um pouco mais da história dos meios de comunicação e de seu papel na sociedade.

O que são meios de comunicação?

meios de comunicacao o que sao
De forma resumida, pode dizer que os meios de comunicação são instrumentos criados para que se propague a informação.
No início, seu único objetivo era realmente comunicar.
Pessoas se utilizavam deles para entrar em contato umas com as outras e para passar mensagens importantes. Foi assim com as cartas, com o correio, com o telégrafo e com o telefone.
No entanto, com o passar do tempo, as mídias foram se modernizando e a própria necessidade de comunicação também.
O caráter informativo e de entretenimento foi ganhando cada vez mais espaço.
Quando surgiu a televisão, muitos apostaram que seria o fim do rádio.
Com a internet, muitos decretaram que os jornais acabariam.
Mas a verdade é que, com as adaptações pertinentes a cada época e contexto, todos eles seguem cumprindo os seus papéis.

Principais tipos de meios de comunicação

meios de comunicacao principais tipos
Os meios de comunicação podem ser subdivididos em várias categorizações.
Aqui, vamos separá-los quanto ao seu campo e atuação (individual ou de massa) e também quanto ao tipo de linguagem (escrita, sonora, audiovisual e multimídia).

Campo e atuação

  • Individual: são mídias usadas para comunicação interna e para relações interpessoais simples. Exemplos: correio, e-mail, telefone e fax.
  • Massa: são mídias voltadas para comunicação externa, mais ampla e irrestrita, com o intuito de atender ao maior número de pessoas possível. Exemplos: jornal, revista, rádio, televisão e internet.

Tipo de linguagem

  • Escritos: jornais, livros e revistas.
  • Sonoros: rádio e telefone.
  • Audiovisuais: televisão e cinema.
  • Multimídias: TV digital e internet.

Impactos sociais dos meios de comunicação

Os impactos sociais promovidos pelos meios de comunicação são imensuráveis – e isso não vêm de agora.
Você consegue imaginar como seria a sua vida sem a internet? E olha que ela não é uma realidade tão presente há tanto tempo assim.
Desde a Pré-História, com as pinturas rupestres e os desenhos nas cavernas, que serviam como documento e registro das caças realizadas, a necessidade de comunicação já se manifestava.
Depois, tivemos a invenção da escrita, que na Antiguidade Clássica era privilégio de poucos.
Era possível escrever cartas, criar códigos e leis que não eram mais baseadas só no costume e passavam a estar registradas na pedra ou no papiro.
A oralidade deixou de ser a única maneira de lembrança.
Mas talvez a primeira invenção que conseguiu levar a comunicação a mais pessoas tenha sido a Prensa de Gutenberg, que para muitos foi o embrião da imprensa atual.
Por meio da criação do alemão Johannes Gutenberg, livros, periódicos e documentos que antes precisavam ser reproduzidos à mão – isso mesmo, letrinha por letrinha – puderam ser produzidos com muito mais agilidade.
Uma verdadeira revolução!
Depois, com o desenvolvimento da eletricidade, começaram a surgir os outros meios de comunicação.
O primeiro foi o telégrafo, no século 18, muito usado pelos líderes de estado para passar informações sigilosas por meio do Código Morse.
Na sequência, veio o rádio.
Famílias inteiras se reuniam ao redor do objeto valvulado para ouvir as novelas, as transmissões esportivas e os noticiários.
Quase ao mesmo tempo, veio ainda o telefone, que propiciava um diálogo, de fato, entre as duas pessoas que estavam em cada um dos lados.
No início, assim como toda nova tecnologia, o telefone era um aparelho caro e somente as famílias mais ricas e os órgãos públicos podiam ter um.
Aos poucos, ele foi se popularizando.
Hoje, já perdeu seu espaço em grande parte das casas para o celular.
Já a primeiro mídia com imagem e som foi criada apenas no século 20: a televisão. E ela é a queridinha dos brasileiros, como veremos mais à frente.
Mas demorou um pouco até ela se popularizar por aqui – e, mais uma vez, o preço elevado era o principal motivo.
Primeiro em preto e branco, depois em cores e, na atualidade, com toda a definição e recursos.
Para finalizar, como não poderia ser diferente, a criação que rompeu todas as fronteiras: a internet.
Uma mídia que não só reuniu todos os veículos em um só, como possibilitou um acesso mais fácil à informação.
Hoje em dia, é possível, por meio de um smartphone conectado, acessar conteúdos do mundo inteiro sem sair do lugar.
Podemos dizer, sem sombra de dúvidas, que não vivemos mais sem os meios de comunicação.
Eles se instauraram de tal forma na nossa sociedade que seria impossível pensar uma rotina sem o seu suporte.
Seja para informar, comunicar, divertir ou trabalhar, não existe alguém no mundo que não utilize ao menos uma mídia.

Importância dos meios de comunicação e a tecnologia

meios de comunicacao importancia tecnologia
Reunimos a seguir alguns benefícios que mostram como é impossível viver sem os meios de comunicação nos dias de hoje.
Confira!

Se comunicar com qualquer pessoa ao redor mundo

Duas pessoas com um telefone cada conseguem se comunicar, independentemente de quão distantes estejam.
Basta ter cobertura de sinal de alguma companhia de celular e pronto.
Dependendo, é possível até fazer uma chamada de vídeo para ter uma sensação de proximidade ainda maior.
É ótimo para matar a saudade daqueles que amamos e estão longe.
É a comunicação fazendo o que mais se propõe: reunir pessoas.

Se informar em tempo real

Com a assinatura dos maiores portais de notícias do mundo e com os aplicativos das principais rádios do planeta, você fica sabendo de tudo que está acontecendo ao redor do globo.
E isso ocorre poucos minutos depois de acontecer – ou até mesmo em tempo real.
Nada de esperar a edição do jornal de amanhã para ler as notícias de ontem ou aguardar o noticiário da televisão à noite para saber como foi o dia que já vai acabar.

Mais possibilidades de entretenimento

São inúmeros os canais de televisão, programas de rádio, reportagens de revistas e jornais e jogos online para você e sua família se divertirem.
Em um mundo tão violento, é uma possibilidade de acompanhar seu filho em um ambiente seguro, que é a sua própria casa.
Mas é claro que um pouco de brincadeira ao ar livre também é muito bom.
Agrupamos as vantagens nesses três grandes grupos, mas eles podem promover muitos outros benefícios.
Afinal, poder interagir com outras pessoas é também adquirir mais cultura e novos pontos de vista.
Agora. propomos um exercício para você: pare e pense quando foi a última vez que ficou um dia inteiro sem acesso ou sem mexer no celular. É possível que você tenha alguma dificuldade em lembrar.
Feito isso, pense em todos os bons momentos que algum meio de comunicação já proporcionou.
Você vai se surpreender com o quanto eles estão presentes na rotina.

Diferença entre os meios de comunicação antigos e atuais

meios de comunicacao diferenca entre antigos atuais
Podemos dizer que todos os meios de comunicação antigos foram se aprimorando com o passar dos anos.
Mídias que eram dadas como obsoletas se reinventaram e seguem firmes e fortes nos dias de hoje, com o seu público fiel.
Exemplos não faltam.
Jornais, revistas, livros e as cartas migraram para o mundo digital em suas versões online, como e-books e e-mails.
O mesmo aconteceu com o rádio, que já era dado como fadado ao fracasso com a invenção da televisão, como falamos mais acima, e que hoje respira muito bem com as rádios web e os aplicativos para celular que reproduzem a programação.
A própria televisão foi se modernizando.
Se, antes, era preciso colocar uma esponja de aço na antena para melhorar a nitidez, agora, é possível ver a programação do mundo inteiro com qualidade máxima.
Isso sem falar nos modelos smart, que possibilitam até acessar a internet na telinha.
E o que falar dos telefones? Eles foram os que mais evoluíram e, atualmente, são como pequenos computadores portáteis, que cabem na palma da mão.
Todas essas mudanças foram possíveis graças ao desenvolvimento de novas tecnologias e a popularização da internet.
O que o futuro nos reserva de novidades? Só o tempo dirá.

Meios de comunicação mais usados

meios de comunicacao mais usados
Depois desse panorama traçado, fica uma pergunta: quais são os meios de comunicação mais usados no país?
Segundo o levantamento mais recente da “Pesquisa Brasileira de Mídia: Hábitos de consumo de mídia pela população brasileira”, a televisão é o meio mais usado quando o assunto é se informar.
A telinha teve 63% da preferência do público, seguido pela internet com 26%, rádio com 7% e jornal com apenas 3%.
O número de telespectadores aumenta para 89% se levarmos em conta as duas primeiras opções de mídia consumida por cada um.
Nesse cenário, a internet vai para 49%, rádio sobre para 30%, jornal cresce para 12% e a revista aparece com 1%.
Além de ter a preferência dos brasileiros, a televisão tem um público bastante fiel.
De todos os entrevistados que disseram preferir a mídia como primeira ou segunda opção, 77% afirmaram não tirar os olhos da telinha nenhum dia sequer. Isso que é audiência garantida.
Agora, quando o assunto são formas de se comunicar, pessoas de outras partes do mundo pensam diferente.
Segundo pesquisa realizada pela agência Gallup, as mensagens de celular são a maneira preferida dos americanos de trocar informações.
De 37% a 39% dos entrevistados responderam que enviam e leem muitas mensagens de textos por dia. Se analisado o público de 18 a 29 anos, esse número cresce para 68%.
E você, qual dos meios de comunicação mais usa?
Deixe a sua resposta no final deste artigo, na aba de comentários. Vai ser um prazer conhecer um pouco mais sobre você.

Como um coach deve usar os meios de comunicação para conseguir clientes

meios de comunicacao como um coach deve usar para conseguir clientes
Um coach bem antenado nas tendências precisa fazer um bom uso dos meios de comunicação para divulgar o seu trabalho e prospectar novos clientes.
Aliás, essa é a realidade de todas as áreas.
Para começar, é importante manter suas redes sociais atualizadas e à disposição dos usuários.
O intuito é servir como uma plataforma de contato direto com o público.
Uma página no Facebook, com conteúdos que trazem o que há de mais relevante no universo coaching, também pode ser uma boa prática.
Se você não tem tempo e não deseja investir na produção de conteúdo próprio, vale compartilhar textos e vídeos de instituições e mesmo meios de comunicação reconhecidos.
Aqui mesmo no blog da SBCoaching você encontra uma variedade enorme de opções, sempre atualizadas com o que a metodologia traz de melhor.
Patrocinar posts com conteúdos exclusivos, destinados a um nicho de mercado específico, também é interessante.
Por exemplo, digamos que você trabalha como coach de relacionamentos e vai fazer um preço promocional em sessões por conta do Dia dos Namorados.
Então, é só colocar no filtro da sua campanha no Facebook o tipo de público que pretende atingir com a ação: homens, mulheres, de 18 a 45 anos, que moram em São Paulo – SP, por exemplo.
LinkedIn, Instagram, YouTube e e-mail marketing são outras ferramentas que podem ser exploradas dentro da infinidade de tarefas que a internet nos proporciona.
Só fique atento às seguintes dicas:

  • Antes de sair criando contas em todas as redes sociais e postar sem nenhum tipo de critério, faça uma pesquisa com o seu público. Identifique onde ele está e que conteúdo gosta de consumir. Seus clientes podem ajudar nessa missão
  • Veja qual tipo de mídia eles costumam acompanhar e com que frequência. Até os ditos meios de comunicação tradicionais podem ser uma opção
  • Só se comprometa em usar diferentes canais de comunicação se você realmente for produzir conteúdo exclusivo para cada um deles. Lembre que cada rede social tem a sua linguagem e a sua forma de interação

A tecnologia e os meios de comunicação foram criados para facilitar as nossas vidas, mas precisam ser usados com sabedoria e sem excessos.
Por isso, é importante não confundir as suas opiniões pessoais com a sua postura como profissional.
Misturar as duas coisas só tende a afastar o público.

Como se tornar um coach

Você já foi impactado com algum anúncio de coaching nos meios de comunicação?
Foi essa publicidade que despertou a sua curiosidade para querer se tornar um coach?
Independente do motivo, que bom que você já deu o primeiro passo e decidiu que deseja seguir nessa área.
Agora, é preciso escolher uma instituição que lhe dê todo o suporte que você precisa para se tornar um profissional de sucesso.
É sobre isso que vamos falar agora.

Formação em coaching SBCoaching

Pode deixar com a gente. Nós, da SBCoaching, nos orgulhamos de ser a instituição pioneira da metodologia no país.
Contamos com a experiência de quem já formou mais de 35 mil coaches e atendeu mais de três mil empresas.
Para isso, temos um time de aproximadamente 300 profissionais, entre colaboradores, associados e trainers, que estão presentes em todas as regiões do Brasil.
Nosso comprometimento é com a maximização do potencial de cada um dos profissionais de coaching – ou futuros profissionais – que passam por nossos cursos.
Cada uma das especializações oferecidas é pensada em detalhes e gera resultados cientificamente comprovados.
Queremos produzir mudanças positivas e sustentáveis, que impactem a vida das pessoas.
Ainda está indeciso? Acesse o site e conheça todos os cursos que temos à disposição.
Se preferir, entre em contato para tirar todas as suas dúvidas.

Conclusão

meios de comunicacao conclusao
Como vimos, os meios de comunicação vieram para ficar e, com o advento da tecnologia, eles se tornaram ainda mais poderosos, trazendo notícias e informações em tempo real.
Seus benefícios são inúmeros, mas talvez o principal deles seja aproximar pessoas que a geografia separa.
No entanto, como tudo na vida, seu mau uso ou seu excesso podem trazer problemas e provocar o efeito inverso ao desejado.
É cada vez mais frequente ver indivíduos presos em suas bolhas tecnológicas, com verdadeira aversão aos contatos interpessoais mais próximos.
Por isso, a dica final que deixamos é: desfrute dos meios de comunicação para o bem.
Converse com aquele familiar que mora em outro país, se mantenha informado pela versão impressa ou online dos jornais, escute o jogo do seu time pelo rádio.
Mas nunca se esqueça da importância das trocas de experiências reais, fora das telinhas e das telonas.
Não somos robôs. Somos seres humanos e precisamos desse tipo de contato caloroso que só um abraço sincero e uma gargalhada cara a cara podem trazer.
Você também acredita nisso? Aproveite e compartilhe o texto com os seus amigos nas redes sociais.