Posted in:

Mitos sobre coaching: acabe com eles e vá mais longe!

mitos sobre coaching acabe com eles va mais longe

Quer descobrir a verdade sobre os principais mitos sobre coaching?

Então, você está no lugar certo.

Sabemos que o coaching ainda gera dúvidas entre muitas pessoas, apesar de ser uma metodologia bem estruturada e com embasamento científico.

Por exemplo: você já ouviu dizer que o coaching é a solução para ficar rico ou que bons profissionais não precisam passar por esse processo?

Pois é preciso ter cuidado com esse tipo de informação, pois se trata de mito.

E você não quer deixar de se beneficiar da metodologia por pleno desconhecimento, não é mesmo?

Para ajudar, nas próximas linhas, você vai conhecer os principais mitos sobre coaching e o papel do coach na condução do processo.

Boa leitura.

O que é coaching?

O coaching é uma metodologia voltada ao desenvolvimento de competências e habilidades comportamentais.

Esse processo tem como foco desenvolver ainda mais os pontos fortes do indivíduo e corrigir as suas vulnerabilidades, crenças limitantes e padrões mentais negativos.

Trata-se de uma metodologia empregada para atingir objetivos pessoais e profissionais.

A partir da definição desses objetivos, o coaching ajuda a traçar um plano de ações que permite ao indivíduo ir em busca das conquistas que almeja.

Isso porque o foco do coaching está em elevar a performance do indivíduo por meio do autoconhecimento e da autoconsciência.

No livro Coaching executivo: a conquista da liderança (NBL Editora), Rosa Krausz destaca que o coaching contribui para que as pessoas se transformem e reflitam sobre a sua visão de mundo, valores e crenças e incorporem novas habilidades e capacidades.

“Por essa razão, constitui uma forma de provocação construtiva, de desafio e estímulo para o desenvolvimento e aprendizagem contínuos”, afirma a autora.

O que é coach?

Coach é o profissional capacitado para conduzir a metodologia de coaching.

Cabe a ele fornecer conhecimento, apoiar, não julgar, ter comprometimento e agir com responsabilidade.

Já o coachee é o indivíduo que recorre ao processo de coaching, ou seja, o cliente.

Mitos sobre coaching

mitos sobre coaching

O coaching é uma metodologia cada vez mais popular, mas ainda há diferentes mitos sobre ele entre as pessoas.

Conheça a realidade sobre os principais deles.

O Coaching vai me deixar rico

O coaching não é um método financeiro com soluções prontas para deixar as pessoas ricas.

Na verdade, o coach auxilia o coachee a alcançar resultados melhores e conquistar seus objetivos, que podem ser referentes à vida financeira.

Quem deve cuidar da gestão de finanças e colocar ações em prática para gerar riqueza é o coachee por meio do aproveitamento dos aprendizados adquiridos durante o processo.

Mas o sucesso ou fracasso nesse quesito depende do coachee.

Coaching é aconselhamento

Não, coaching é bem diferente de aconselhamento.

O coach não opina, dá conselhos ou julga a respeito das decisões do coachee.

Cabe a ele ensinar técnicas comportamentais, apoiar, ser confiável e agir com responsabilidade durante o processo.

Quem toma as decisões e faz escolhas é o próprio coachee.

O objetivo do coaching é fornecer técnicas e aumentar o autoconhecimento para que o coachee seja capaz de tomar decisões assertivas e implementar suas soluções individuais.

Por isso, não confunda coaching com aconselhamento.

Coaching é intuitivo e não é baseado em estudos

mitos sobre coaching intuitivo baseado em estudos

Esse é um dos principais mitos que envolvem o coaching.

Na verdade, toda a metodologia de coaching é construída a partir de conceitos das ciências sociais e comportamentais.

Ou seja, utiliza técnicas e conhecimentos com embasamento científico.

As ações de coaching são embasadas em estudos de psicologia cognitiva, comportamental e positiva, ciências organizacionais, neurociência, filosofia, educação e administração de negócios.

Ou seja, não apenas é baseado em estudos, como se trata de uma metodologia que aposta na interdisciplinaridade para obter melhores resultados.

Isso significa que, ao recorrer ao coaching, você não está contando com a intuição do coach, e sim com um sistema complexo, que é testado e comprovado por milhares de pessoas em todo o mundo.

O Coaching é a solução para todos os problemas, e posso obter tudo que desejar por meio do Coaching

Na verdade, o objetivo do coaching é desenvolver o coachee para que ele esteja preparado para concretizar suas metas e objetivos, seja na vida profissional, seja na pessoal.

Mais uma vez, depende inteiramente do coachee obter as realizações que deseja.

Além disso, o coaching não é indicado para todos os tipos de problemas.

Pessoas com transtornos ou problemas disfuncionais, por exemplo, precisam recorrer à terapia ou à psiquiatria para tratamento.

Já quem busca soluções e dicas prontas para alguma área de negócios pode fazer um processo de mentoria, em que o mentor irá compartilhar dicas práticas e soluções predefinidas a respeito de algum tema.

Bons profissionais não precisam passar por Coaching

Até mesmo os melhores profissionais do mercado podem se beneficiar de um processo de coaching.

Isso porque a metodologia ajuda a aprimorar competências e habilidades que elevam a performance.

Portanto, é útil para empreendedores, líderes e profissionais com alto potencial nas empresas.

Ele ensina, por exemplo, a orientar equipes, a solucionar conflitos e a desenvolver uma visão sistêmica para elevar a performance de negócios.

Por isso, o coaching é indicado inclusive para os melhores talentos que desejam se tornar líderes.

E isso faz todo sentido, uma vez que geralmente os bons profissionais têm comprometimento e responsabilidade e se preocupam com os resultados que geram a partir do trabalho.

Nesse caso, o coaching se torna ainda mais potente.

Coaching é uma punição da empresa

mitos sobre coaching punicao da empresa

Esse mito é, na verdade, até mesmo injusto.

Oferecer o processo de coaching aos colaboradores é uma forma de a empresa acelerar o desenvolvimento deles, dando ênfase aos pontos fortes e corrigindo as vulnerabilidades de cada um.

É claro que, com isso, a empresa busca alcançar os objetivos organizacionais e aumentar os resultados.

Mas isso não significa que o coaching é uma punição aos funcionários.

Pelo contrário: qualquer colaborador vai se beneficiar de um processo de coaching, porque ele contribui para o seu desenvolvimento.

Portanto, não perca a oportunidade se a empresa oferecer coaching a você.

Coaching é uma “última chance”

O coaching não deve ser uma opção apenas quando você acha que não existe outra solução para algum problema.

E ele também não altera uma situação desfavorável se não existe o comprometimento ou desejo intrínseco por mudança da parte do coachee.

Quando o processo é oferecido pelas empresas, também não significa que essa é a sua última chance antes de ser demitido.

Afinal, se você não desenvolve uma boa postura ou desempenho profissional, o coaching não garante a correção desses comportamentos, porque a mudança depende de você.

Além disso, em muitos casos, o coaching empresarial é, de fato, uma forma de qualificar a equipe para alcançar os objetivos organizacionais.

E isso, definitivamente, pode ser uma excelente notícia, e não algo a temer.

O coaching visa mais à qualidade de vida do profissional que a melhoria de performance

O foco do coaching é a melhoria de performance.

Isso inclui fatores como foco em objetivos, aumento da produtividade, autoconhecimento e autoconfiança, gestão de estresse e administração de tempo.

Também trabalha a resiliência, motivação e ajuda na superação de bloqueios e crenças limitantes.

É claro que, ao desenvolver essas competências, o coachee aprimora a qualidade de vida.

Mas esse não é o propósito do coaching em si, e sim o de aumentar a performance e elevar os resultados de quem recorre à metodologia.

Coaching é cobrança e leva muito tempo

mitos sobre coaching cobranca leva muito tempo

O coaching não cobra por resultados, mas incentiva o coachee a buscá-los e conquistar seus objetivos.

Lembre-se de que o intuito é promover o desenvolvimento.

Ao ingressar nesse processo, você não vai ter um coach exigindo determinados resultados, e sim acompanhando a sua trajetória e fornecendo ferramentas para elevar a sua performance.

Além disso, a metodologia é desenhada com início, meio e fim definidos antes da primeira sessão.

E cada encontro entre coach e coachee segue um roteiro: proposta de sessão, desenvolvimento com aplicação de técnicas e ferramentas, aprendizados, definição de tarefas e acompanhamento de resultados.

Coaching é um modismo e não funciona para mim

O coaching não é um modismo que não entrega resultados de fato.

Na verdade, a metodologia se popularizou entre as pessoas e sobretudo no universo empresarial justamente devido à sua eficácia.

Por isso, ele está sendo cada vez mais valorizado como uma ferramenta para aumentar o desempenho e conquistar objetivos e metas de vida e carreira.

“Atualmente a prática do coaching vem se consolidando, a cada dia, como um fator de crescimento nas organizações e uma ponte para o sucesso dos profissionais”, afirma Anna Zaharov, no livro Coaching: caminhos para transformação da carreira e da vida pessoal (Editora Brasport).

Também não há razões para acreditar que o coaching não funciona para você.

Ele é válido para qualquer pessoa que esteja em busca de autoconhecimento, conquista de melhores resultados e aumento de performance.

Coaching é coisa de psicólogo

Essa é uma confusão comum que precisa ser esclarecida.

Coaching não é terapia.

Eles funcionam de maneiras diferentes e não possuem o mesmo enfoque.

A terapia é exercida exclusivamente por profissionais formados em psicologia e que são qualificados para tratar de emoções e funções psicológicas.

Já o coach pode ser um profissional de qualquer área, mas que tenha formação em coaching.

Enquanto o psicólogo leva em conta toda a vida do indivíduo para tratar doenças mentais e melhorar a qualidade de vida, o coaching tem foco na ação e no aumento de performance por meio da aplicação de ferramentas.

Coaching é para consertar comportamentos problemáticos

O coaching por si só não conserta comportamentos problemáticos.

O que ele faz é oferecer ferramentas para que o coachee implemente mudanças de comportamento com empenho e dedicação.

O processo também ajuda no desenvolvimento de habilidades e competências relevantes para a evolução do coachee.

Apesar disso, mais uma vez, é preciso destacar que a mudança de comportamento depende exclusivamente do comprometimento que o coachee tem em relação aos seus objetivos e autodesenvolvimento.

Mitos sobre o coach

mitos sobre coaching coach

Agora que você conhece os principais mitos sobre coaching, que tal desmistificar o que não é verdade sobre o coach?

Confira:

A competência do Coach é mais importante que o método

O principal fator do coaching é o método que ele oferece ao coachee.

Sem metodologia e uma estrutura para os encontros, o coaching não funcionaria.

Tampouco seria eficiente sem os conhecimentos de diversas áreas e as ferramentas e técnicas aplicadas durante o processo.

Claro que as competências do coach são importantes, como a capacidade de ouvir, a empatia e o comprometimento com a jornada do coachee.

Mas elas não se sobrepõem em relação à metodologia em si.

O Coach tem que ser especialista na minha área

Não, o coach não precisa ser especialista na sua área.

Ele precisa ter formação em coaching, por meio da qual irá adquirir as competências e conhecimentos necessários para a aplicação da metodologia.

Lembre-se de que a função do coach é ajudar na definição e alcance de objetivos, a transformar o seu mindset para um viés positivo e eliminar crenças limitantes que estejam impedindo o seu desenvolvimento.

Qualquer pessoa com experiência gerencial pode ser um bom profissional de coaching

mitos sobre coaching qualquer pessoa experiencia gerencial pode ser

A experiência gerencial não basta para desenvolver uma atuação como coach.

Primeiro porque o coach precisa ter formação em coaching, com certificação para conduzir a metodologia.

Isso garante que ele está apto para a tarefa.

Embora seja importante que o coach tenha experiência em gestão de pessoas e conhecimento das dinâmicas empresariais, ele também precisa reunir competências inerentes à metodologia.

Como você já viu antes, algumas delas incluem a capacidade de ouvir e ajudar outras pessoas.

E é isso que faz a diferença em um bom profissional.

Já pessoas que têm apenas a experiência gerencial, mas não possuem formação em coaching, podem oferecer processos de mentoria, em que a vivência é o principal fator.

O coach é responsável pelo processo, e o coachee é responsável apenas por iniciar o processo

Essa afirmação é equivocada porque o coach conduz o processo, mas o principal responsável pelos resultados obtidos é o coachee.

O coachee deve ter responsabilidade e comprometimento durante todo o processo, e não apenas no início.

É ele que deve promover mudanças a partir do aprendizado adquirido e ir em busca dos objetivos traçados nas primeiras sessões.

Sem que o coachee implemente as ações nos intervalos dos encontros, é praticamente impossível avançar e conquistar o aumento de performance.

Um bom coach ajuda a conseguir aumento e outros benefícios

Que tal modificar essa afirmação?

Um bom coach ajuda o coachee a desenvolver competências e habilidades relevantes para que ele consiga conquistar os seus objetivos.

Assim, se o coachee quer conseguir um aumento e outros benefícios na empresa, deve obtê-los por meio de ações que ele próprio irá colocar em prática.

Todos os coaches são iguais

Existem vários segmentos de coaching.

Portanto, nem todos os coaches são iguais.

Para você ter uma ideia, esses profissionais podem se capacitar em áreas como coaching pessoal, executivo, de liderança, positive coaching e de carreira, por exemplo.

Um coach de carreira vai encontrar o meu emprego dos sonhos

O coach não desenvolve a função de um recrutador ou headhunter.

Mais uma vez, ele ajuda no desenvolvimento de competências e na definição de um plano de ação para que você encontre o emprego dos sonhos, se esse for o seu objetivo.

Mas não é o profissional que encontra a vaga, e sim o coachee que deve ir em busca dela.

Acabe com os mitos sobre o coaching e use-o para ir mais longe!

mitos sobre coaching acabe ir mais longe

Agora que você já conhece a verdade sobre os mitos do coaching, que tal usá-lo para ir mais longe na sua vida pessoal e profissional?

O coaching fornece uma jornada de autoconhecimento para que você identifique as competências que precisa desenvolver e ajuda na estruturação de objetivos e metas consistentes.

Uma das vantagens é que o coach dá suporte na elaboração de um planejamento estratégico com ações voltadas ao alcance dos objetivos traçados.

Isso faz toda a diferença porque você passa a ter um direcionamento assertivo para chegar ao estado desejado.

Por isso, sem dúvidas, a metodologia é capaz de elevar a performance de maneira surpreendente.

Mas isso só ocorre caso você tenha comprometimento com a metodologia do início ao fim, pois lembre-se de que o coachee é o principal responsável pelos resultados obtidos a partir do coaching.

Conclusão

mitos sobre coaching conclusao

E aí, já está convencido a recorrer ao coaching?

Tenha em mente que ele não apresenta fórmulas mágicas para enriquecer, conquistar o emprego dos sonhos ou ganhar um aumento.

Ele é mais interessante que isso, pois permite que você descubra o seu potencial e encontre o próprio caminho para chegar aos seus objetivos.

Ao fim do processo, você terá mais autoconhecimento e uma performance elevada para correr atrás dos seus sonhos.

Com essa metodologia, você vai visualizar com clareza suas metas, desenhar o mapa para chegar até elas e descobrir atalhos para acelerar essa jornada.

Por isso, aproveite para conhecer a SBCoaching, que é referência mundial na área de coaching.

Se você gostou deste conteúdo, compartilhe com seus amigos e colegas nas redes sociais.

E se ainda tiver alguma dúvida sobre a metodologia de coaching, deixe abaixo nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *