Posted in:

Não perca tempo, estabeleça prioridades!

Muitos profissionais trabalham duro o dia inteiro fazendo pequenas tarefas que, na verdade, não interferem na qualidade do trabalho. Isso pode ser sinal de má administração do tempo, uma grande inimiga da alta performance. Estabelecer a sequência das suas atividades, em outras palavras, ‘definir suas prioridades’, é a premissa básica da administração de tempo eficaz!

A boa administração do tempo não se resume em priorizar aquilo que é “urgente”, ou aquilo que “era para ontem”, mas, sim, em focar atividades que realmente trarão bons resultados. Dar prioridade a tarefas rotineiras que não tenham realmente um propósito, e até mesmo sem necessidade, é perda de tempo para você, sua equipe, sua carreira e para sua empresa. Afinal, “tempo é dinheiro”.

Administrar o tempo com excelência é uma competência de líderes, gestores e profissionais de sucesso que pode ser desenvolvida por meio do coaching. O primeiro passo para se tornar bom nessa missão é fazer para si mesmo cinco perguntas atreladas ao seu desenvolvimento e produtividade no trabalho. Confira!

  1. Qual é o propósito do trabalho?

Ao compreender o real objetivo de determinada tarefa, você determinará: se ela deve mesmo ser realizada; por quem deve ser realizada (você ou outro colaborador); quando deve ser realizada; e, principalmente, por que esta é mais relevante do que outra tarefa.

  1. Quais são as medidas do sucesso?

Para otimizar seu tempo, você pode determinar – com ajuda ou sem ajuda de seu líder – metas-chave e meios de atingi-las. Desta forma, você conseguirá medir o seu desempenho, além de padronizar o seu processo ao determinar o tempo necessário para a execução de cada atividade.

  1. Quais são os recursos disponíveis?

Ao fazer essa pergunta, você perceberá se está usando os melhores métodos, técnicas e ferramentas para realizar as suas atividades. Um simples aplicativo ou programa pode elevar, e muito, a sua produção.

  1. Quais são os prazos finais?

Deixar um trabalho para o último minuto pode gerar perda de tempo. Isso porque, na pressa, podemos optar por mecanismos e ferramentas menos eficientes para realizar determinadas tarefas, além de corrermos o risco de gastar mais tempo ao resolver problemas de última hora.

  1. Quem pode fazer o trabalho?

Muitos líderes falham em executar determinadas tarefas enquanto poderiam delegá-las a outro profissional. No tocante às finanças da organização, o tempo de profissionais de níveis superiores custa mais do que de profissionais com menos responsabilidades. Por isso, avalie muito bem quem deve executar cada trabalho, para não gastar o tempo que poderia ser usado com desafios maiores.

Ao colocar essas dicas em prática, você administrará o seu tempo no trabalho com muito mais eficácia e de forma assertiva. Quer ir ainda mais longe? Além de ser um excelente gestor do tempo, você almeja alcançar a alta performance e obter ganhos financeiros, pessoais e profissionais? Faça um curso de coaching na SBCOACHING e nunca mais perca tempo em sua carreira!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *