Posted in:

Novembro Azul: O que é, Importância, Ações e Cases

novembro azul o que e importancia acoes cases

O Novembro Azul ainda não é uma data tão famosa quanto o Outubro Rosa, iniciativa que o antecede anualmente.

Mas é inegável que, a cada edição, cresce o interesse, a divulgação e a mobilização por sua causa.

Apesar disso, muita gente só se dá conta de sua realização quando vê ações como monumentos iluminados e o uso massivo da cor azul em situações diversas.

Só que a importância da data vai muito além de qualquer esforço de marketing.

Seu objetivo é disseminar informação para evitar uma das doenças mais comuns entre os homens: o câncer de próstata.

Reside aí a importância de promover a conscientização e romper estigmas a respeito das formas de prevenção, como o exame de toque retal – tema que ainda é tabu para o público masculino.

Neste artigo, você vai conhecer melhor as ações do Novembro Azul, a razão da escolha dessa cor e as principais organizações envolvidas na luta contra o câncer de próstata.

Também vai saber mais sobre essa doença, tirar dúvidas sobre o assunto e entender como procurar e como oferecer ajuda a quem precisa.

Ficou interessado? Então, não deixe de acompanhar este conteúdo até o fim.

Boa leitura!

O que é o Novembro Azul?

Novembro Azul é uma campanha de conscientização que tem como objetivo promover a prevenção do câncer de próstata em todo o país.

Uma iniciativa mais do que legítima, portanto.

Especialmente porque estamos falando de uma patologia grave, responsável pelo óbito de muitos brasileiros.

Dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) indicam que, no Brasil, um homem morre a cada 38 minutos por causa da doença.

É o segundo tipo de câncer que mais mata, ficando atrás apenas do câncer de pele não-melanoma.

Ainda de acordo com o Inca, são 14.484 mortes por ano (dados de 2015 do Atlas de Mortalidade por Câncer) e uma estimativa de 68.220 novos casos a cada 12 meses (relativa a 2018).

A gravidade da doença é a má notícia.

A boa é que o câncer de próstata pode ser vencido até com certa facilidade: quando descoberto em fase precoce, tem 90% de chances de ser curado.

Observe, portanto, como é importante que a população suscetível à doença tenha informações para evitá-la.

E também como é valiosa uma iniciativa como o Novembro Azul.

Por outro lado, um dos maiores empecilhos para a prevenção ainda é o preconceito em relação a um dos exames mais eficientes para diagnosticar a patologia: o toque retal.

Ou seja, o que afasta a maioria dos homens de um diagnóstico precoce desse tipo de câncer é justamente o teste preventivo.

E tudo Isso porque ainda existe a crença de que o exame do toque, no qual o urologista insere o dedo no reto do paciente, é um tipo de afronta à sua masculinidade.

É uma espécie de modelo mental, um pensamento limitante que, em pleno século 21, está enraizado em alguns dos setores da sociedade, colocando a vida de muitos brasileiros em risco.

Mas não vale a pena deixar a saúde de lado por um preconceito arcaico, concorda?

Foi para reverter esse quadro que entidades criaram o Novembro Azul.

A sua proposta, portanto, é destacar a importância dos testes preventivos para a saúde do homem.

Como surgiu o Novembro Azul (mês mundial de combate ao câncer de próstata)?

novembro azul como surgiu mes mundial combate cancer prostata

O Novembro Azul surgiu da necessidade de falar abertamente sobre a importância de uma abordagem preventiva quanto à saúde do homem.

Por isso, a campanha não inclui somente a conscientização a respeito do perigo representado pelo câncer de próstata, mas também de outras doenças.

No mundo atual, tão agitado e repleto de compromissos, não é incomum que os homens visitem seus médicos somente em caso de necessidade extrema.

Veja dois dados que atestam isso em uma só pesquisa:

  • 70% dos homens vão ao médico acompanhados (da mulher ou de filhos)
  • 50% só consultam quando a doença está em estágio avançado e atrapalha a sua rotina.

Diante dessa realidade, como alcançar uma abordagem preventiva, algo tão fundamental para o enfrentamento do câncer de próstata?

Impossível sem uma mudança cultural, concorda?

É necessário que haja um acompanhamento regular para evitar doenças e complicações de saúde.

Assim, o Novembro Azul serve como lembrete de que a saúde do homem deve ser uma preocupação constante – e também uma prioridade.

O que é o câncer de próstata?

Não há como explicar o que é câncer de próstata sem, antes, falar sobre o papel dessa glândula no organismo masculino.

De acordo com o médico Dráuzio Varella, a próstata está localizada na pélvis, encostada na bexiga.

É na bexiga que a urina se concentra antes de ser expelida através da uretra, que passa pela próstata.

A glândula é muito pequena e, no caso dos adolescentes, pode pesar cerca de 15 gramas.

O problema é que cresce com o passar dos anos, podendo levar ao desenvolvimento do câncer de próstata.

Mas não é o tamanho em si que causa a doença.

Até porque se esse aumento não resulta em uma invasão sobre os tecidos que ficam próximos, o que ocorre é um fenômeno chamado de hiperplasia – crescimento benigno na próstata.

Observe a presença da palavra “benigno”. Ela sugere, portanto, que não há doença.

Pode haver, sim, alguns sintomas que produzem incômodo, a exemplo de alterações no sistema urinário.

É por isso que um urologista deve ser consultado também em casos de hiperplasia.

Mas o alerta é acionado quando o crescimento é maligno. Ou seja, além do aumento da glândula, há invasão dos tecidos ao redor da próstata.

Isso caracteriza o câncer no local, um crescimento desordenado de células com ação agressiva, que precisa ser controlado para não prejudicar o funcionamento do órgão e se espalhar para outros.

Principais dúvidas sobre o câncer de próstata

Depois de compreender o que é câncer de próstata e como ele se caracteriza no corpo do homem, vamos tirar as principais dúvidas sobre o tema.

Sempre lembrando que informação e conhecimento são as bases da campanha Novembro Azul em benefício da saúde masculina.

1. Quais são os sintomas do câncer de próstata?

No início da doença, é comum que a pessoa não sinta nenhum tipo de sintoma.

E esse é um grande problema, porque a maioria dos homens busca ajuda médica somente em caso de maior necessidade, como já destacamos anteriormente.

Além disso, dependendo do caso, quando o paciente apresenta sintomas, pode ser tarde demais para o tratamento, exigindo abordagens médicas mais agressivas e nocivas ao paciente.

Reside aí a necessidade de o homem visitar o médico com regularidade para que seja feito o acompanhamento de forma correta.

Os principais sintomas do câncer de próstata envolvem dificuldade ao urinar, aumento da quantidade de micções e sangue na urina.

Caso observe qualquer desses sinais, procure com urgência um urologista.

Pode não ser câncer, mas por que brincar com sua saúde?

2. Qual a idade em que é recomendado fazer os exames preventivos?

Ao completar 50 anos, todo homem deve fazer exames preventivos regularmente, pois é nessa faixa etária que aumenta consideravelmente a incidência da doença.

Só que essa é uma orientação, não uma regra.

Significa que há situações em que fatores de risco exigem antecipar esse acompanhamento.

E como ir ao médico não dói, por que deixar para depois, não é mesmo?

De qualquer forma, devem aumentar os cuidados aqueles que tenham na família algum histórico de câncer de próstata, como um pai ou irmão que tenha tido a doença.

Nesse caso, recomenda-se que os testes sejam realizados, pelo menos, a partir dos 45 anos de idade.

3. Quais são os fatores de risco para o surgimento do câncer de próstata?

Acabamos de falar sobre fatores de risco e citamos o primeiro deles: o histórico familiar.

Não é o único, é claro, mas costuma ser aquele que acende o primeiro sinal de alerta.

Então, vale perguntar para os familiares se existem casos de câncer de próstata nas três gerações anteriores, ou se três ou mais familiares de primeiro grau já tiveram essa doença.

Se dois familiares de primeiro grau tiveram câncer de próstata antes de completarem 55 anos, as chances de desenvolver a doença aumentam de forma considerável.

Outros fatores de risco incluem a idade do homem e alguns de seus hábitos.

No caso da idade, como já alertamos, o risco de desenvolver a doença aumenta após os 50 anos.

Já quanto ao estilo de vida, cuidado redobrado com a alimentação.

Veja dicas que contribuem para se manter longe da ameaça do câncer de próstata:

  • Coma frutas e legumes diariamente e evite o excesso de carne vermelha, leite e gorduras
  • Dê preferência a alimentos que contenham vitaminas A, D e E, além de minerais, como o selênio
  • Evite exagerar nas calorias – homens que estão acima do peso são mais propensos ao câncer de próstata
  • O mesmo vale para homens sedentários, que não praticam esportes ou fazem exercícios físicos com frequência.
  • Evite o hábito de fumar e diminua o consumo do álcool.

4. Como funciona o diagnóstico do câncer de próstata?

Ir ao médico não significa que o homem terá que passar por uma bateria de exames para o diagnóstico do câncer de próstata.

Porém, se o médico suspeitar da doença, ele vai recomendar alguns testes.

O primeiro é o já destacado toque retal

Ele é feito no consultório por um proctologista ou urologista.

Trata-se de um procedimento extremamente rápido (dura menos de um minuto), e não costuma causar dor, apenas um desconforto.

O exame de toque retal serve para investigar se a próstata aumentou de tamanho ou se está mais rígida do que deveria.

O segundo exame serve para avaliar o marcador tumoral PSA, sendo realizado através da coleta de sangue.

O valor para homens sem alterações na próstata é de 4 nanogramas por litro (ng/ml).

Se o valor registrado ultrapassar essa referência, pode sinalizar câncer ou de inflamação da próstata.

Devido ao preconceito com o exame de toque retal, alguns médicos solicitam, primeiramente, o exame de sangue, e fazem o de toque somente se o marcador PSA estiver alto.

Porém, sozinho, o PSA não é capaz de diagnosticar a doença.

Na sequência, pode ser realizado um terceiro exame, que é a ecografia transretal para biópsia da região.

Ele só é solicitado em caso de alterações no valor do PSA e havendo forte suspeita de tumor.

O quarto exame é o de medição do jato de urina.

Seu objetivo é avaliar a força e a quantidade da urina expelida pelo paciente. 

Em caso de alterações na próstata, o jato de urina ficará mais lento e perderá a força.

O quinto exame é o de urina, para análise em laboratório, que serve para confirmar se o homem possui ou não câncer de próstata.

Se houver câncer, o exame mostrará a agressividade do tumor.

Por último, mas não menos importante, está o exame chamado de biópsia, solicitado quando há certeza ou forte suspeita de tumor.

Seu objetivo é avaliar as alterações na próstata e confirmar diagnósticos anteriores.

Serve, também, para verificar em que estágio se encontra a doença.

5. Como buscar ajuda?

Se você não está com os exames de próstata em dia ou observou alterações na região ou na urina, não entre em pânico.

A forma mais eficaz de buscar ajuda é marcar um exame com um urologista ou proctologista.

Caso tenha um plano de saúde, ligue o mais rápido possível e marque uma consulta.

Se você não tiver plano de saúde, talvez não seja uma boa ideia esperar ser chamado para uma consulta no SUS, pois isso pode demorar.

Nesse caso, a melhor escolha é procurar uma clínica popular ou médico particular.

Quem criou o Novembro Azul?

novembro azul quem criou

A origem do Novembro Azul é um tanto curiosa, já que a campanha teve início em um pub, na Austrália, no ano de 1999.

Alguns amigos deixaram o bigode crescer como sinal conscientização sobre a saúde dos homens e também para arrecadar dinheiro para instituições de caridade.

A ação aconteceu no mês de novembro, no qual já era comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

Combinando as duas iniciativas, a campanha recebeu o nome de No Shave November – algo como “sem barbear em Novembro – e teve tanto sucesso que se espalhou pelo mundo.

Daí a atitude comum de homens que deixam a barba crescer, além de mulheres, que utilizam bigodes falsos, para chamarem a atenção para a causa.

Principais organizações envolvidas no Novembro Azul

O Instituto Lado a Lado pela Vida foi quem trouxe para o Brasil o Novembro Azul e ainda é um de seus principais organizadores.

Além dele, atuam de maneira bastante engajada nas ações da campanha o Centro de Voluntariado de São Paulo, a International Alliance of Patients’ Organizations e a Sociedade Brasileira de Urologia.

Vale destacar ainda a presença de diversas empresas pelo país, que promovem momentos de conscientização com seus colaboradores, aproveitando a ideia por trás do Novembro Azul, que é disseminar informações para a saúde do homem.

Por que a cor azul para novembro?

A cor azul já era utilizada como símbolo de combate ao câncer de próstata muitos anos antes da escolha de novembro como mês de prevenção à doença.

Assim, foi natural adotar o azul como símbolo da campanha desde os seus primeiros passos.

Interessante observar que a cor também serve para contrastar com a campanha contra o câncer de mama: o Outubro Rosa.

Quais atividades comumente são realizadas no Novembro Azul?

O que vem à sua cabeça quando ouve falar do Novembro Azul?

Talvez o bigode característico da identidade visual da campanha?

Ou os monumentos, praças e prédios públicos iluminados à noite com a cor azul?

A verdade é que são várias as atividades realizadas para conscientizar a população sobre a importância da prevenção ao câncer de próstata.

Por exemplo, em 2016, foi organizada na cidade de Itanhaém, São Paulo, uma corrida solidária que tinha como objetivo promover o Novembro Azul.

A ação foi repetida em várias outras cidades.

Eventos para reunir o público, aliás, são uma das principais estratégias para garantir que a informação alcance um maior número de pessoas.

Com o mesmo objetivo, também são organizadas palestras em locais diversos pelo país.

Cases de principais campanhas de marcas para o Novembro Azul

novembro azul cases principais campanhas marcas

Desde o início da campanha, diversas marcas lançaram produtos (roupas, acessórios, etc.) com a cor azul, como forma de apoiar o Novembro Azul.

Entre elas, estão Chilli Beans, CNS, X-Games, Star Point, DS Shoes, HB, Quiksilver e Suunto e Reef.

Contudo, ainda são poucas as marcas que utilizam o Novembro Azul para ações de marketing.

Em 2015, o Banco do Brasil enviou, através do Facebook, a seguinte mensagem para os clientes: “Agora é a vez dos homens se conscientizarem. Faça o exame preventivo para a detecção precoce do câncer de próstata”.

Já a marca de videogame PlayStation incentivou os jogadores a deixarem o bigode crescer como o personagem Galahad, do jogo “The Order: 1886”, também como forma de apoio à campanha.

Conclusão

Neste artigo, abordamos a importância da conscientização para prevenir o câncer de próstata, doença que atinge milhares de homens todos os anos e causa muitas mortes.

Também vimos que o Novembro Azul é uma campanha que promove o diálogo ao confrontar preconceitos envolvendo a próstata (principalmente relacionados ao exame do toque retal).

Vale lembrar que a saúde deve estar acima de qualquer coisa. Por isso, faça os exames preventivos regularmente.

Se este conteúdo foi útil para você, não se esqueça de compartilhar com quem você se importa.

Assim, também estará apoiando o Novembro Azul ao disseminar informações que podem ajudar outras pessoas na prevenção e combate a essa doença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *